Poltrona Geek #01 – Círculo de Fogo // Pacific Rim

Poltrona Geek #01 – Círculo de Fogo // Pacific Rim

circulo_de_fogo

Olá, amigos e amigas do Potrona,

Eu sou Thiago Simão e venho dividir a poltrona com vocês para comentarmos sobre alguns filmes e seriados.

Nesse primeiro post, por que não falar de um dos filmes mais badalados do momento: o “Círculo de Fogo/Pacific Rim”. Antes de qualquer coisa, vamos ler a sinopse e assistir o trailer.

Sinopse

Quando várias criaturas monstruosas, conhecidas como Kaiju, começam a emergir do mar, em início uma batalha entre estes seres e os humanos. Para combatê-los, a humanidade desenvolve uma série de robôs gigantescos, os Jaegers, cada um controlado por duas pessoas através de uma conexão neural. Entretanto, mesmo os Jaegers se mostram insuficientes para derrotar os Kaiju. Diante deste cenário, a última esperança é um velho robô, obsoleto, que passa a ser comandado por um antigo piloto (Charlie Hunnam) e uma treinadora (Rinko Kikuchi).

Papeando

É muito bom sair do cinema e se sentir estimulado. Para aqueles que curtiram a TV aberta no período entre o fim da década de 80 e início da década de 90 entenderá.

O Diretor Guillermo del Toro (O Hobbit: Uma Jornada Inesperada) declarou que fez um filme baseado nos tradicionais tokusatsu’s,  que assistiu na sua juventude e com isso trouxe um obra de arte para aqueles que viveram esse momento. O que chama mais atenção é que nós do Brasil, juntamente com o povo do México, poderemos usufruir ao máximo do filme, pois em ambos os países tivemos, ao mesmo tempo, praticamente passando os mesmos programas e filmes.

Muita ação, roteiro bem básico sem muitas divergências, romance, muita morte e principalmente monstros e robôs gigantes. Tudo que um amante dos Changemans, Ultraman, Power Rangers, Jaspion,  Godzila, Neon Genesis Evangelion, entre outros, poderia querer.

No cinema , a energia era tão boa que em algumas cenas tiravam gritos e urros de uma memória querida de nossas infâncias.

Não podemos nos esquecer de falar que a parte da trilha sonora e seus efeitos nos deixam entretidos no filme e em alguns momentos nos fazem sentir o quanto são pesados os monstros e robôs e como deve doer uma pancada bem dada de um monstrão desse.

Um filme bem integrado, animado e com muita familiaridade com o público, uma formula perfeita para dar certo. Somente ressalto que o 3D não é muito eficiente, ainda mais porque o Del Toro deixou claro que não gosta desta tecnologia.

Vale muito a pena de ver, ainda mais no cinema!!!

Links

Site Oficial

Parceria

Blog SpheraGeek

Circulo-de-Fogo-banner-br-01

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s