Poltrona Geek #05 – Buscando novas informações sobre o Cinema!!! Podcast: parte 02

Poltrona Geek #05 – Buscando novas informações sobre o Cinema!!! Podcast: parte 02

como-criar-podcast

Olá amigos e amigas do Poltrona,

Estamos aqui novamente dividindo a Poltrona para dar continuidade ao  nosso tema anterior: Podcast.

Hoje iremos nos focar dentro do nicho/mundo que muito nos interessa, os podcasts sobre Cinema.

Conforme falamos, iremos encontrar aqui grupos, em sua maioria, de amadores, e outros que começaram amadores e depois foram se profissionalizando. O principal charme dessa mídia e de seus benfeitores é que eles falam o que gostam e são gente como a gente.

Existem podcasts considerados gerais ou randômicos nos quais trabalham vários temas. O  de cinema entra nesta salada mista também. O mais conhecido/famoso é o do Site Jovem Nerd, que tem 10 anos de estrada e é o primeiro podcast do Brasil a fazer um grande sucesso. Outro que segue a mesma linha de temas randômicos é o podcast do qual participo, o Spheracast.

RapaduraCast+logo

Nos voltamos agora para os específicos no tema. Aquele que  hoje tem o maior público e pessoas com boas opiniões são os Podcasts do Cinema com Rapadura: Rapadura Cast e o Plus. O primeiro, comenta sobre filmes atuais, diretores, trilhas sonoras, entre outros, e o segundo fala sobre as principais notícias da semana, ou seja, bem completo em suas informações. Contudo, terá em alguns episódios abertos para comentar o filme completo, com SPOILER.

mrg-banner

Já o MRG (Matando Robôs Gigantes) terá em seu segmento de filmes uma forma mais leve e engraçada de se comentar o filme sem conter spoiler, ou seja, informações que comprometam o desenrolar da película.

E, por fim, um que eu escuto para saber comentários rápidos sobre filmes a serem lançados nos cinemas é o “Vale a Pena ou Dá Pena“, do Site do Jurassicast.

Claro que existe um mundo vasto sobre podcasts com temas relacionados ao Cinema, entretanto se você quer  dar o primeiro passo esses são boas indicações.

Qualquer dúvida, ou querendo conhecer mais sobre os podcasts, é só me falar.

Vida Longa e Próspera!

Thiago Simão

Link

Spherageek

jurassicast

Anúncios
Domingo na Poltrona/As diversas faces de Richard Gere

Domingo na Poltrona/As diversas faces de Richard Gere

Olá amigos e amigas Geek!
Essa semana, falaremos dos filmes de um super galã: Richard Gere. Nunca gostei de homens tão mais velhos, mas Gere é hors concours. Há filmes dele memoráveis.
Existem dois filmes que eu adoro: Uma Linda Mulher, que vi mais de vinte vezes, com Julia Roberts, e Chicago, em que ele foi candidato ao Globo de Ouro de Melhor Ator e esteve cotado para ser candidato ao Oscar.  O filme é realmente muito bom, do início ao fim, com uma excelente trilha sonora. E com várias cenas românticas.Em Chicago, Gere se supera como cafetão cafajeste. Ele está estupendo.
Richard Gere é sessentão, budista, e defensor de várias causas. A budista da família é a minha irmã, Renata, mas nada impede que eu o admire, mesmo assim.
Um filme que gosto muito é Noiva em Fuga, em que ele repete a dobradinha com Julia Roberts dez anos de Uma Linda Mulher e faz o papel de um jornalista charmosão que acaba se apaixonando pela menina que foge dos casamentos.
O primeiro filme que vi com Gere foi A força de um destino em que ele faz um cadete da Marinha que quase larga tudo ao perder seu melhor amigo. E luta contra o amor ao encontrar Debra Winger.
Ele também cometeu erros ao aceitar fazer Doutor T e as Mulheres, que é um equívoco e Infidelidade, em que além de estar horrível, fica apagado por Diane Lane e Olivier Martinez.
Também há dois filmes interessantes: Sempre ao seu lado, em que ele fala da sua relação com um cachorrinho mega fofo e Dança comigo, com Jennifer Lopéz, cujo final é detestável, surpreendente.
Recomendo dois dramas também: Noites de Tormenta, em que repete a dobradinha com Diane Lane, e Outono em Nova York, com Winona Ryder. Em Noites de Tormenta, ele faz um médico, e em Outono em Nova York, um playboy cinquentão, que tenta fugir de um compromisso sério.
Há filmes dramáticos baseados em fatos reais como O Chacal e As duas faces de um crime. Filmes com tom de aventura e suspense. Valem a pena!
Então, qual o filme de Richard Gere que irão escolher? Eu começaria por Uma Linda Mulher. Não percam tempo! Ele é um ator extraordinário e um colírio para os olhos.
Forte abraço e até a próxima!
Anninha
YouTube – Vídeos desse e-mail
215- Uma Linda Mulher

215- Uma Linda Mulher

Adoro esse filme. Vi mais de vinte vezes! Amo Richard Gere e gosto muito de Julia Roberts que concorreu ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante de 1990.

Tenho dvd, cd e poster.

É um conto de fadas moderno. Os dois têm suas vidas transformadas ao se encontrarem por acaso. Edward é um empresário e Vivian, uma prostituta. Ele não quer se envolver porque tinha acabado de terminar seu namoro e decide contratá-la como sua acompanhante para uma importante semana de negócios em Los Angeles.

Eles acabam se apaixonando com a convivência.

Comédia romântica da melhor qualidade. Por muito tempo era meu filme preferido. Acabou entrando no meu Top 5.

Tem uma das cenas românticas mais lindas da história do cinema: a cena do piano, em que Gere toca, de verdade. Ele é um galã que nunca deixará de ser bonito, mesmo que hoje esteja de cabelos brancos.

Sei todos os diálogos de cor.

Meu vestido de formatura de Medicina, vermelho, foi inspirado, meio Princesa Diana, meio Julia Roberts, nesse filme.

A trilha sonora é sensacional.

A cena da ópera também é muito bonita, além da final, retumbante.

Super recomendo!

Dedico esse post à minha doce mãe que também ama Richard Gere. As mulheres da família têm bom gosto.

Sinopse: Magnata perdido (Richard Gere) pede ajuda uma prostituta (Julia Roberts) que “trabalha” no Hollywood Boulevard e acaba contratando-a por uma semana. Neste período ela se transforma em uma elegante jovem para poder acompanhá-lo em seus compromissos sociais, mas os dois começam a se envolver e a relação patrão/empregado se modifica para um relacionamento entre homem e mulher.

Família do Bagulho

Família do Bagulho

Por: Gabriel Araújo (@gabriel_araujo1)

Sessão de Matinê: “Família do Bagulho”Captura de Tela 2013-10-17 às 18.49.11

“Família do Bagulho” pode ser definida como uma boa comédia e um filme bem pessoal. Não dá para se imaginar a produção sendo vista amavelmente por uma família que apenas quer gargalhar (até porque, apesar de ser interessante, não há nenhum grande momento para tal, mesmo na ótica solitária). Seria bem constrangedor, porque a película teve como aposta aberta a besteira e o politicamente incorreto – o que é bom, diga-se. Nada muito “coxinha”.

O diretor Rawson Marshall Thurber busca aprimorar o entrosamento entre os protagonistas, Jennifer Aniston e Jason Sudeikis, que já haviam trabalhado juntos no bom “Quero Matar Meu Chefe”, como cartada. E faz bem ao encontrar um ponto interessante para deixá-los lado a lado.

A história é baseada em David Clark, personagem de Jason, traficante de Denver que recebe o trabalho de buscar drogas no México. Como disfarce, tem a ideia de simular uma família linda e gentil para atravessar as fronteiras de ida e volta. Sua “mulher” é Rose (Aniston), uma stripper falida, além de dois “filhos”: Kenny (Will Poulter), um nerd virgem, e Casey (Emma Roberts), jovem que fugiu de casa.

(Parêntese: Os papéis de Poulter e Emma, aliás, são bons. Os atores encaixaram em seus respectivos personagens. Kenny é o típico filho paspalho e Casey a adolescente rebelde. As interpretações asseguram o que a direção do longa quer passar.)

Na viagem, encontram uma família conservadora americana. Mostrando o oposto do protagonismo, percebe-se algo que tenta tirar uma dose do peso principal, escrachado por palavrões e referências sexuais. E na tentativa, o resultado é justo o contrário: a família convencional apimenta ainda mais o enredo com certas maluquices. Coisa já vista em outros filmes, nenhuma novidade. Mas algo bom, que prende o telespectador.

“Família do Bagulho” não é nada espetacular, porém uma comédia divertida. Boa opção na atual leva de filmes. Caberia bem em “Tela Quente” ou “Super Cine”. E quem assistisse, em geral, iria gostar, confirmando que a produção, no decorrer dos acontecimentos, é interessante.

Nota: 3,5/5

Sinopse:
Um traficante de drogas veterano tem em mãos a chance de receber do México um grande carregamento de maconha. Para fechar negócio, ele resolve criar uma família falsa, de forma que ninguém desconfie do que está realmente acontecendo.

214- A invenção de Hugo Cabret

214- A invenção de Hugo Cabret

Adoro os filmes de Martin Scorsese e esse filme é um dos mais lindos que já vi, no mesmo nível lúdico de Cinema Paradiso, de Tornatore. Conta uma história mágica , mas ao mesmo é uma metalinguagem porque reporta a própria história do cinema. Para quem ama cinema, é simplesmente imperdível.

As cores, o roteiro, a sequência, tudo em harmonia graças à genialidade de Scorsese. O cinema é aquele lugar em que nos refugiamos e nos deparamos com os sonhos, de olhos bem abertos.

Aproveito para homenagear o Dia das Crianças de forma atrasada recomendando esse filme maravilhoso.

Johnny Depp é um dos produtores do filme. É um filme que não tem Leonardo Dicapprio, um dos atores favoritos de Scorsese.

A película é em 3D,o que surpreendeu muita gente em se tratando de Martin Scorsese. Foi elogiado por ninguém menos do que James Cameron, mestre nessa Arte.

Super recomendo!

Sinopse: Paris, anos 30. Hugo Cabret (Asa Butterfield) é um órfão que vive escondido nas paredes da estação de trem. Ele guarda consigo um robô quebrado, deixado por seu pai (Jude Law). Um dia, ao fugir do inspetor (Sacha Baron Cohen), ele conhece Isabelle (Chloe Moretz), uma jovem com quem faz amizade. Logo Hugo descobre que ela tem uma chave com o fecho em forma de coração, exatamente do mesmo tamanho da fechadura existente no robô. O robô volta então a funcionar, levando a dupla a tentar resolver um mistério mágico.

213- Ao mestre com carinho

213- Ao mestre com carinho

Tenho carinho especial pelos professores. E para homenageá-los, nada mais que um filme que me marcou com o inesquecível Sidney Poitier.

A história é linda e mostra como um professor pode mudar nossas vidas. Eu tive os meus mestres, como Rosane Vidinhas , de Ciências, e Roberto Guidoreni, de Geografia, no Colégio Piedade.

E muitas histórias com professores para contar.

A música é qualquer nota.

Assistam ao filme que é sensível e lindo.

Sinopse: Mark Thackeray (Sidney Poitier) é engenheiro, mas ficou desempregado e resolveu dar aulas em Londres. Ele começa a ensinar alunos majoritariamente brancos em uma escola no bairro operário de East End. Thackeray se depara então com adolescentes indisciplinados e desordeiros, e que estão determinados a destruir suas aulas. Só que o engenheiro, acostumado com hostilidades, não se amendronta e enfrenta o desafio de ensinar uma turma de baderneiros. Ao receber um convite para voltar a atuar como engenheiro, ele tem que decidir se pretende seguir como mestre ou voltar ao antigo cargo.

 

Top 5 Filmes sobre Carros

Top 5 Filmes sobre Carros

Salve galera.

Eu tenho várias paixões. E existem duas que falam alto: carros e cinema. E nada melhor do que falar sobre filmes com carros.

Então vamos ao Top 5 Filmes sobre Carros.

fast_and_the_furious5 – VELOZES E FURIOSOS

Filme sobre as corridas ilegais de rua no EUA. Além da trama policial, o filme tem uma excelente história sobre amizade e honra.

O primeiro de uma série que hoje conta com 6 filmes e talvez uma das melhores franquias da atualidade.

Para quem gosta de grandes cenas de perseguição e corrida, qualquer um dos filmes é uma excelente dica!

italian4- UMA SAÍDA DE MESTRE

Refilmagem de Um Golpe a Italiana, de 1969, onde um grupo de ladrões utiliza alguns Mini Coopers para realizar um grande assalto.

O filme de 1969 é muito bom e no assalto também são usado os Mini Coopers.

Outro destaque da refilmagem é o elenco, que conta com estrelas como Mark Wahlberg, Charlize Theron, Donald Sutherland, Jason Statham e Edward Norton.

transporter_xlg3- CARGA EXPLOSIVA

Um excelente filme de ação com ótimas cenas de perseguição. A trilogia é estrelada por Jason Statham mas não podemos esquecer a BMW e a Audi que ele utiliza nos filmes.

As histórias são centradas em um ex-militar que trabalha como “entregador” para criminosos. Porém ele acaba se envolvendo e tendo que enfrentar os seus chefes.

O primeiro e o terceiro filmes são excelentes. O segundo é o mais fraco mas mesmo assim é uma boa diversão.

smokey_and_the_bandit_xlg2- AGARRE-ME SE PUDERES

Uma excelente comédia, estrelada por Burt Reynolds. No filme, ele é o Bandido, contratado para levar uma carga de cerveja pelo EUA. Mas acontece que ele está sendo seguido pela policia e por outros bandidos.

As cenas com o Pontiac Trans Am são de tirar o fôlego!

Outro personagem que rouba a cena é o Xerife Buford T. Justice, um personagem que se tornou referência no cinema.

bullit_edited1- BULLITT

Uma dos mais marcantes cena de perseguição entre carros acontece em Bullitt, envolvendo um Dodge Charger R/T e um Ford Mustang GT 390, pilotado por ninguém menos do que Steve McQueen.

O filme conta a história do policial Bullitt, interpretado por McQueen, que está investigando o assassinato de um policial que protegia uma testemunha da máfia.

Filme mais do que obrigatório.

@guimaraesedu