Top 5/ Adaptações de livros para filmes

Top 5/ Adaptações de livros para filmes

Como é bom fazer parte de uma história!! Obrigada ao Poltrona de Cinema e toda sua equipe regidos pela batuta da Aninha … Quem sejam muitas primaveras!
Deixando minha singela participação, indico a vocês cinco filmes (não dispostos em ordem cronológica) baseados em obras literárias que deixaram sua marca em salas de cinema por ai. Já aviso aos navegantes que não me baseio em modinhas e “tralalás”, mas sim no impacto cultural que trouxeram.

alice no pais1- Alice no País das Maravilhas – 2010

Eis uma releitura baseada em um dos maiores clássicos da literatura estrangeira. Em minha opinião, mesmo não sendo tão fiel a detalhes do livro, a visão de Tim Burton conseguiu levar aos olhos do público, uma das características mais clássicas do livro que foi bem pouco discutida até agora, Alice no País das Maravilhas é uma obra distópica. Todo o trabalho dos efeitos especiais, a paleta de cores escolhida para a produção refina esta apresentação distópica sem deturpar o intuito da obra.
Alice (Mia Wasikowska) é uma jovem de 17 anos que passa a seguir um coelho branco apressado, que sempre olha no relógio. Ela entra em um buraco que a leva ao País das Maravilhas, um local onde esteve há dez anos apesar de nada se lembrar dele. Lá ela é recepcionada pelo Chapeleiro Maluco (Johnny Depp) e passa a lidar com seres fantásticos e mágicos, além da ira da poderosa Rainha de Copas (Helena Bonham Carter).

o 7 filho2- O Sétimo Filho – 2015
Baseado nas obras de Joseph Delaney (As Aventuras do Caça Feitiço) traz a história de John Gregory (Jeff Bridges) é o sétimo filho do sétimo filho e mantém uma cidade do século XVIII relativamente bem e longe dos maus espíritos. No entanto, ele não é mais jovem e suas tentativas de treinar um sucessor foram todas mal sucedidas. Sua última esperança é um menino chamado Thomas Ward (Ben Barnes), filho de um jovem fazendeiro. Seu primeiro desafio será grande: Ele terá que enfrentar a Mãe Malkin (Julianne Moore), uma terrível e poderosa bruxa, que escapou do seu confinamento quando o grande mestre Gregory estava afastado da cidade.

doador de memorias3 – O Doador de Memórias – 2014
Baseado num clássico da literatura estrangeira, trouxe uma reflexão importante sobre ser dominado por outrém, um governo, enfim, nos traz uma consciencia importante sobre o nosso papel no mundo.
Uma pequena comunidade vive em um mundo aparentemente ideal, sem doenças nem guerras, mas também sem sentimentos. Uma pessoa é encarregada a armazenar estas memórias, de forma a poupar os demais habitantes do sofrimento e também guiá-los com sua sabedoria. De tempos em tempos esta tarefa muda de mãos e agora cabe ao jovem Jonas (Brenton Thwaites), que precisa passar por um duro treinamento para provar que é digno da responsabilidade.

hobbit4- O Hobbit : Uma jornada inesperada 2012
Nenhuma palavra definiria a qualidade desta obra!! Não tenho competência para dizer algo ..somente tenho uma alma aberta para admirar a escrita de Tolkien. Filme de abertura de uma trilogia produzida para as telonas, O Hobbit nesta jornada é o filme mais rico e fiel a obra. Aqui conhecemos Bilbo Bolseiro (Martin Freeman) que vive uma vida pacata no condado, como a maioria dos hobbits. Um dia, aparece em sua porta o mago Gandalf, o cinzento (Ian McKellen), que lhe promete uma aventura como nunca antes vista. Na companhia de vários anões, Bilbo e Gandalf iniciam sua jornada inesperada pela Terra Média. Eles têm por objetivo libertar o reino de Erebor, conquistado há tempos pelo dragão Smaug e que antes pertencia aos anões. No meio do caminho encontram elfos, trolls e, é claro, a criatura Gollum (Andy Serkis) e seu precioso anel.

12 anos escravidao5- 12 Anos de Escravidão
Um clássico, triste, cruel, mas que é fiel a um período da história que ficou marcado a ferro quente na mente dos que se importam. Amistad, A Cor Púrpura e 12 anos de escravidão mereciam postagens únicas, recheadas de reflexões. Mas fico no momento com uma releitura de um dos clássico da literatura onde a história de um povo é retratada de modo aberto, sincero, clássico.
1841. Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor) é um escravo liberto, que vive em paz ao lado da esposa e filhos. Um dia, após aceitar um trabalho que o leva a outra cidade, ele é sequestrado e acorrentado. Vendido como se fosse um escravo, Solomon precisa superar humilhações físicas e emocionais para sobreviver. Ao longo de doze anos ele passa por dois senhores, Ford (Benedict Cumberbatch) e Edwin Epps (Michael Fassbender), que, cada um à sua maneira, exploram seus serviços.

Estas foram minhas indicações. Claro que esqueci de muitas produções que são até mais importantes em relação a valores financeiros, ou mesmo se destacaram pela qualidade de efeitos, mas meu coração aprendeu muito lendo os livros e se agradou com o que viu nos cinemas.
Um beijo e boas leituras,

Arita Souza.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s