Mexicanos dominam Hollywood

Mexicanos dominam Hollywood

O sucesso de diretores mexicanos já é uma realidade em Hollywood. Nos últimos dois anos, os filmes de Alejandro Iñárritu, diretor de Birdman e O Regresso, levaram prêmios nas categorias de melhor filme (Birdman) e melhor direção (Birdman e o Regresso). Além dele, seus compatriotas Afonso Cuaron e Guilhermo Del Toro, também possuem prêmios da Academia.
Cuaron levou o prêmio de melhor diretor por Gravidade e Del Toro garantiu os de melhor fotografia, direção de arte e maquiagem, por O Labirinto do Fauno. O sucesso do trio, conhecido como “Los Three Amigos”, contudo, não veio de uma hora para outra.
Cineastas de classe média e mesma faixa etária- todos por volta dos 50 anos- surgiram no cinema mexicano da década de 90, época em a industria mexicana tinha dificuldades em produzir filmes de qualidade.
Um dos motivos do êxito do trio é a união. Sempre que um produz um trabalho, passa suas ideias para os outros, que explicitam seu ponto de vista. Foi assim com Birdman. Inárritu enviou o roteiro em rascunho para Del Toro que não poupou o companheiro: ” Só apontei o que era uma porcaria” brincou o diretor de o Labirinto dos Faunos.
Outra razão é a visão diferente que os diretores aplicam em seus filmes. Procuram fazer produções independentes com riscos e inventividade, coisa pouco vista no Oscar antigamente.
Tom Shone, professor de História do Cinema na Universidade de Nova York, pensa que o trio mexicano pode ajudar na ideia de transformar os filmes de Hollywood em produções autorais: “Diferentemente de antigos diretores sul-americanos, que se definiam como oposição à máquina de Hollywood, os três são filhos da globalização; eles se distanciam do precipício entre norte e sul, blockbuster de exportação e indie de importação; eles são bilíngues, falam o hollywoodynês, mas constroem sua própria gramática e sintaxe”.  O professor ainda acha que os mexicanos estão suprindo a falta de autores de cinema nos EUA.
De qualquer maneira, é algo significante que, em um país onde o problema de preconceitos contra imigrantes (na maioria, latinos) está sempre em pauta, possamos ver três diretores mexicanos fazendo sucesso na, talvez, maior ferramenta de exportação da cultura americana: o cinema.
Os three amigos
Reprodução Internet

Por Luis Fernando Salles

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s