Poltrona Cabine:O Botão de Pérola/Cesar Augusto Mota

Poltrona Cabine:O Botão de Pérola/Cesar Augusto Mota

O Botão de Pérola: história nostálgica e didatismo do diretor

 

1882Esta obra do roteirista e diretor Patricio Guzmán começa a retratar a água, um dos principais elementos da Natureza, e esta não só é exaltada como composto essencial da vida, mas também capaz de traçar os caminhos do Homem ou até mesmo ser caracterizada como local que abrigou milhares de corpos jogados durante a ditadura do ditador Augusto Pinochet.

O filme faz um belo trabalho no quesito História, pois se remete às riquezas presentes no solo do Deserto do Atacama, o passado colonial, com exploração, estupro e morte de milhares de índios, e torturas no regime político dos anos 1970, no Chile.

A narração feita durante toda a produção é do próprio diretor, que tece comentários carregados de cunho filosófico e político, e tudo isso enriquece a película, pois proporciona ao espectador a capacidade de refletir sobre o papel do homem na sociedade, repensar suas ações e práticas no seio social e também questionar sobre a questão da impunidade, ainda recorrente na atualidade e que revolta a coletividade.

Quanto ao título, o que seria esse botão de pérola? Fronteira mais extensa do Chile, a água oculta, o segredo de dois botões misteriosos que estão no fundo do mar. Não adiantarei sobre o que são esses botões, mas ilustram o processo violento da colonização das Américas, dotada de exploração das terras indígenas, a violação da liberdade coletiva e a política e repressiva predominante nos anos de chumbo do Chile.

Premiado como filme de Melhor Roteiro no Festival de Berlim (2015), “O Botão de Pérola” estreia em 14 de julho nos cinemas. Se você gosta de uma abordagem lírica, metafórica e didática sobre a colonização chilena, as belezas naturais do país e uma síntese que complete sobre a ditadura de Pinochet, esse é o filme certo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s