Homenagem a Domingos Montagner: Confira trajetória do ator no cinema

Homenagem a Domingos Montagner: Confira trajetória do ator no cinema

49r8vnfa4t182qbnd9o3wrq39O blog Poltrona de Cinema presta uma homenagem ao ator Domingos Montagner, o Santo da novela “Velho Chico”, da TV Globo, que nos deixou nesta quinta-feira (15/09), aos 54 anos. Vamos relembrar um pouco da rica e brilhante carreira do ator, com alguns de seus principais trabalhos.

Antes de ingressar na televisão e no cinema, Montagner começou sua carreira no circo em 1980 e foi integrante da companhia de teatro La Mínima. Começou na televisão em 2008, quando participou da série “Mothern”, no canal GNT. Sua estreia no cinema ocorreu um ano depois.

Confira a trajetória de Domingos Montagner nas telonas:

2009-Paredes Nuas, de Ugo Giorgetti

Um filme de 52 minutos que retrata a história de um empresário bem-sucedido preso sob a acusação de ter cometido crimes financeiros. Na sala de sua casa, o motorista, a governanta, o advogado e a esposa discutem o desdobramento da prisão do empresário e, por meio desse fato, procuram entender suas próprias vidas.

2012-A Noite dos Palhaços Mudos, de Juliano Luccas

Neste curta-metragem a narrativa é uma fábula urbana recheada de humor, que aborda a intolerância. A trama conta a história de dois palhaços que perambulam pela noite com o objetivo de resgatar um companheiro sequestrado por uma organização que tem o objetivo de exterminá-los.

Gonzaga-De Pai pra Filho, de Breno Silveira

O longa foi inspirado nas biografias dos cantores Luiz Gonzaga e Gonzaguinha. Luiz Gonzaga decide mudar de vida e sai de casa ainda jovem para a cidade grande para apagar uma tristeza amorosa. Ao chegar, conhece uma mulher por quem se apaixona, Odaléia.

Após o nascimento do filho e complicações de saúde da esposa, ele decide voltar para a estrada para garantir os estudos e um futuro melhor para o herdeiro. Ele tem um amigo no Rio de Janeiro e com ele deixa o pequeno e sai pelo Brasil afora.Só não imaginava que essa distância entre eles faria crescer uma complicada relação, potencializada pelas personalidades fortes de ambos.

Montagner interpreta o Coronel Raimundo.

2014-A Grande Vitória, de Stefano Capuzzi

Max Trombini teve uma infância humilde e perturbada. Abandonado pelo pai ainda jovem, sendo criado por sua mãe e seu avô, que morreu quando ele tinha 11 anos. Ele começou a entrar em todos os tipos de problemas em sua cidade natal, Ubatuba, e em seguida, em Bastos, onde morava. Por meio da aprendizagem de artes marciais, especificamente com o judô, ele consegue se tornar um dos maiores treinadores de judô do país.

Domingos Montagner é Cesar Trombini, pai de Max.

Tarja Branca – A Revolução que Faltava, de Cacau Rhoden

A partir dos depoimentos de adultos de gerações, origens e profissões diferentes, o documentário discorre sobre a pluralidade do ato de brincar, e como o homem pode se relacionar com a criança que mora dentro dele. Por meio de reflexões, o filme mostra as diferentes formas de como a brincadeira, ação tão primordial à natureza humana, pode estar interligada com o comportamento do homem contemporâneo e seu “espírito lúdico”.

2015-Através da Sombra, de Walter Lima Júnior

O longa conta a história de Afonso(Domingos Montagner) que contrata Laura (Virginia Cavendish) para tomar conta de seus dois sobrinhos órfãos em uma usina de cana de açúcar. Quando ela chega no local, começa a ser assombrada por estranhos eventos

De Onde eu Te Vejo, de Luiz Villaça

Ana Lúcia (Denise Fraga) e Fábio (Domingos Montagner) decidem se separar após vinte anos de casamento e ele se muda para um apartamento do outro lado da rua. Além da separação, eles passam por uma crise no trabalho e precisam enfrentar a iminente mudança de cidade da filha. Com todas essas mudanças, eles precisam aprender a viver essa nova realidade e reinventar o amor.

2016-Vidas Partidas, de Marcos Schechtman

Graça (Laura Schneider) e Raul (Domingos Montagner) são um casal que se apaixonam perdidamente, envolvidos em uma relação ardente provocada por alta passionalidade. Os dois se casam e têm duas filhas, criando uma família perfeita até que, enquanto Graça evolui no trabalho, Raul fica desempregado. Para ajudar, Graça pede que o amigo e ex-marido indique secretamente Raul para uma vaga de professor em uma Universidade. Quando consegue o cargo, Raul, aos poucos, torna-se agressivo e possessivo com a esposa, resultando em frequentes cenas de violência doméstica.

Um Namorado para Minha Mulher, de Julia Rezende

Chico (Caco Ciocler) está cansado do seu relacionamento e das reclamações da esposa, Nena (Ingrid Guimarães). Após 15 anos vivendo juntos, Chico não tem coragem de perdir divórcio. Ele decide seguir o conselho dos amigos e contrata um amante para sua esposa, o sedutor Corvo (Domingos Montagner), na esperança de que ela se envolva com ele e acabe com o casamento.

Domingos Montagner teve como último trabalho uma pequena participação no filme “O Rei das Manhãs”, obra biográfica sobre o palhaço Bozo, que deverá estrear em 2017 nos cinemas brasileiros.

Confira abaixo trailer de “Um Namorado para Minha Mulher”, filme atualmente em cartaz nos cinemas brasileiros. Montagner interpreta o sedutor Corvo.

Por: Cesar Augusto Mota

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s