Poltrona Alternativa #Especial Halloween : Identidade Paranormal

Poltrona Alternativa #Especial Halloween : Identidade Paranormal

O filme conta a história de uma psiquiatra forense, Cara Harding (Julianne Moore de Hannibal), que não acredita em múltiplas personalidades, em um dos casos ela até condena um de seus pacientes a morte, depois que o tal paciente cometeu homicídios, culpando a outra personalidade.
Mesmo cética, ela fica intrigada ao conhecer o novo paciente, Adam (Jonathan Rhys Meyers de Missão Impossivel 3 e o futuro Drácula), e sua outra personalidade David. David é um jovem paraplégico, calmo e simpático e Adam, um sujeito agressivo, que parece ser um psicopata. Cara decide pegar o caso e começa a investigar, tentando achar uma explicação e acaba descobrindo que uma das personalidades do rapaz é de alguém que já havia morrido. Para piorar ainda mais, Adam vai ganhando novas personalidades e se tornando cada vez mais perigoso…
scrn00009
Identidade Paranormal é um bom suspense, a história é bem trabalhada e o filme prende a atençao do inicio ao fim, mesmo que o ritmo seja meio vago em algumas cenas. A história vai muito além do que eu descrevi aqui, tem muitas sacadas criativas e inesperadas. Jonathan Rhys Meyers ganhou meu respeito pela atuação nesse filme, ótima atuação, o cara muda completamente a cada personalidade, com tom de voz, olhares e sotaques diferentes, isso foi muito bem trabalhado durante o filme, não vai ganhar o Oscar, mas vai ganhar o respeito de muita gente. A atuação de Julianne Moore tem o mesmo destaque e a personagem é bem trabalhada pelo roteiro.
Mesmo o sobrenatural sendo a proposta do filme, acho que não caiu tão bem como deveria, não sei explicar o motivo, talvez pelo tom de suspense da primeira metade, da metade para o final o filme apresenta ideias, que mesmo que sejam criativas, parecem deslocadas na trama, não vou dar detalhes por conta dos spoilers. Além do elemento sobrenatural o filme foca um pouco em crenças e religião, com a personagem principal com medo de perder a fé e tals.
O grande destaque foi o final, saiu do convencional e foi bem diferente do esperado, certeiro e criativo, sem aqueles finais de sempre. O filme lembra muito Os Demônios de Dorothy Mills, só que é muito melhor que esse e A Identidade. Roteiro criativo boas atuações, um filme recomendado!

 Sinopse:
Cara Jessup (Julianne Moore) é uma psiquiatra dedicada que concentra a sua reputação profissional em desmascarar a ideia da síndrome de múltipla personalidade. Ela duvida completamente desses casos até conhecer Adam, um paciente criminal com problemas mentais que desafiam a explicação mais racional. Esse contato misterioso com o mal perturba o seu mundo e ela começa a questionar suas próprias crenças.

Fonte: site Sessão do Medo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s