Poltrona Cabine: A Cabana

Poltrona Cabine: A Cabana

Baseado no best-seller do escritor canadense William P. Young, ‘A Cabana’ estreia nos cinemas brasileiros em 6 de abril e vem para transmitir importantes mensagens sobre amor e perdão, principalmente numa época de intolerância e de intensos conflitos no mundo em que vivemos. No elenco, destaque para Octavia Spencer, vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante de 2012, no papel de Deus, ou Papa, como é carinhosamente conhecida.

A história nos traz o drama vivido por Mack Phillips (Sam Worthington), ocorrido após uma terrível tragédia que envolveu Missy (Amélie Eve), sua filha mais nova, mudando a vida de todos para sempre. A partir daí, Mack entrou em depressão e passou a enfrentar uma crise que abalou sua fé, chegando até mesmo a questionar se Deus era mesmo bom por permitir que coisas ruins acontecessem. Mas tudo começa a mudar quando Mack recebe uma misteriosa carta que o convida a ir para uma cabana no deserto de Oregon e lá encontra um grupo composto por três pessoas que irão ajudá-lo a superar o trauma e mostrar a vida por outro ângulo.

O filme começa num ritmo tenso, mas na medida em que vai evoluindo, o espectador passa a ser apresentado a um ambiente carregado de leveza aliado a uma bela paisagem, com flores, insetos e intensa luz solar, além das importantes intervenções dos atores. Mesmo diante de um bonito cenário e de conhecer Papa (Spencer), Jesus (Avive Alush) e Sarayu (Sumire), Mack se mostra bastante cético, além de bastante traumatizado e consumido pela raiva. Apesar de ter o livre arbítrio de sair da cabana e voltar para sua família, Mack é convencido a ficar e buscar a cura interior.

O que parece ser um enorme desafio se transforma em uma importante jornada espiritual de Mack, com direito a cenas que fazem alusão a alguns acontecimentos bíblicos, além de uma importante participação de Alice Braga como Sabedoria, que mostrará a Mack a maneira como ele trata as pessoas ao seu redor, bem como a forma que ele enxerga os ensinamentos divinos. Esse momento da trama será fundamental para o processo vivido por Mack, que busca se libertar de um passado trágico e se tornar uma pessoa mais evoluída espiritualmente. Ele terá a chance de mais uma vez se redimir com Papa, com quem foi ríspido antes, bem como de ajudar sua família, afetada por seu isolamento e comportamento frio.

Além da bela fotografia e da excelente montagem, nos deparamos com um importante trabalho feito pelo diretor Stuart Hazeldine, que consegue fazer uma perfeita adaptação do livro para as telonas, um trabalho que nem sempre é feito com precisão e eficiência. O desempenho dos atores é excepcional, com um perfeito entrosamento e importantes mensagens transmitidas por todos, o que vai certamente mobilizar e conquistar o público.

‘A Cabana’ vem para nos mostrar que é possível alterar o mundo em que vivemos e que não estamos imunes aos males que nos cercam, mas antes de se pensar em modificar o mundo devemos mudar a nós mesmos. Certamente um filme que vai emocionar e cativar toda a família e lotar as salas de exibição.

 

 

Por: Cesar Augusto Mota

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s