Cidades Fantasmas e Comunhão vencem o É Tudo Verdade 2017

Cidades Fantasmas e Comunhão vencem o É Tudo Verdade 2017

* CIDADES FANTASMAS vence a Competição Brasileira de Longas e Médias-Metragens

 

* COMUNHÃO é eleito o melhor longa da Competição Internacional de Longas e Médias-Metragens

 

* LOS NINOS vence a Competição Latino-Americana

 

* BOCA DE FOGO e O CUIDADOR são os vencedores de melhor curta, respectivamente, brasileiro e internacional

 

Principal evento dedicado à cultura do documentário na América Latina, o É Tudo Verdade – 22º Festival Internacional de Documentários divulgou na noite deste sábado, 29 de abril, os vencedores da edição 2017.

 

O júri internacional foi formado pelo cineasta Alexandre O. Philippe, a cineasta francesa Anne Georget e a produtora chilena Jennifer Walton. O júri brasileiro contou com a produtora Daniela Capelato, o diretor de fotografia Jacques Cheuiche e o cineasta Joel Zito Araújo.

 

Pela terceira vez na história do evento, o vencedor da Competição Brasileira de Curtas-Metragens e o da Competição Internacional de Curtas-Metragens estão automaticamente qualificados para exame pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood visando uma vaga na disputa do Oscar de melhor curta documental. O É Tudo Verdade é o primeiro festival sul-americano a merecer este status.

 

Os premiados oficiais do É Tudo Verdade 2017:

 

COMPETIÇÃO INTERNACIONAL

 

 

Comunhão, de Anna Zamecka

 

Melhor Documentário de Curta-Metragem (Júri Oficial)

O Cuidador, de Joost Van Der Wiel

 

Menção Honrosa para Documentário de Longa ou Média-Metragem (Júri Oficial)

O Show da Guerra, de Andreas Dalsgaard e Obaidah Zytoon

 

Menção Honrosa para Documentário de Curta-Metragem (Júri Oficial)

Polonesa, de Agnieszka Elbanowska

 

COMPETIÇÃO BRASILEIRA

Melhor Documentário de Longa ou Média-Metragem (Júri Oficial)

Cidades Fantasmas, de Tyrell Spencer

 

Melhor Documentário de Curta-Metragem (Júri Oficial)

Boca de Fogo, de Luciano Pérez Fernández

 

Menção Honrosa para Documentário de Curta-Metragem (Júri Oficial)

Festejo Muito Pessoal, de Carlos Adriano

 

COMPETIÇÃO LATINO-AMERICANA

Melhor Documentário de Longa ou Média-Metragem (Júri Oficial)

Los Ninos, de Maite Alberdi

Menção Honrosa para Documentário de Longa ou Média-Metragem (Júri Oficial)

Atentamente, de Camila Rodríguez Triana

 

PREMIAÇÕES PARALELAS

 

PRÊMIO CANAL BRASIL DE CURTAS

Júri composto por Cid Nader; Edu Fernandes; Luiza Lusvarghi; Barbara Demerov; e Luiza Wolf.

Melhor Documentário de Curta-Metragem da Competição Brasileira

Se Você Contar, de Roberta Fernandes

 

PRÊMIO ABRACCINE (Associação Brasileira de Críticos de Cinema)

Júri composto por Camila Vieira, Cássio Starling Carlos e Cesar Zamberlan

 

Melhor Documentário de Longa ou Média-Metragem da Competição Brasileira

A Terceira Margem, de Fabian Remy

 

Melhor Documentário de Curta-Metragem da Competição Brasileira

Festejo Muito Pessoal, de Carlos Adriano

 

PRÊMIO MISTIKA

 

Melhor Documentário de Curta-Metragem da Competição Brasileira

Boca de Fogo, de Luciano Pérez Fernández

 

É Tudo Verdade – 22º Festival Internacional de Documentários

Rio de Janeiro e São Paulo de 19 a 30 de abril. Porto Alegre de 03 a 07 de maio e em Brasília de 04 a 07 de maio.

Fundação e direção: Amir Labaki

 

A 22ª edição do É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários conta com patrocínio do BNDES, OI, ITAÚ e PETROBRAS; copatrocínio da SABESP e SPCINE. Conta também com o apoio do Ministério da Cultura – Secretaria do Audiovisual, através da lei 8.313/91 (Lei Rouanet) e da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo – Programa de Ação Cultural/ PROAC ICMS.

 

Por Anna Barros

 

 

Miley Cyrus participa de Guardiões da Galáxia 2

Miley Cyrus participa de Guardiões da Galáxia 2

A Disney confirmou que a cantora Miley Cyrus (e eterna Hannah Montana) faz uma pequena participação em Guardiões da Galáxia Vol. 2, dando voz para a personagem Mainframe. Nas HQs, ela é composta por uma tecnologia avançada e se torna uma espécie de versão alternativa do Visão (Paul Bettany). A cantora invadiu o Mundo Marvel.

Em entrevista para a blogueira Sarah Ruhlman, James Gunn contou como teve tal ideia: “Eu estava assistindo The Voice e pensei como ela era amável, dona de uma voz incrível. Então, eu perguntei a opinião do Kevin Feige. Ele respondeu ‘Se você acha que podemos conseguir…’ E conseguimos!”c

#266 Uma Longa Jornada

#266 Uma Longa Jornada

Mais um filme inspirado no livro de Nicholas Sparks, homônimo. Há pouquíssimas diferenças do livro para o filme. Dessa vez, os atores protagonistas não são muito conhecidos, mas Alan Aida como Ira é.

Scott Eastwood, filho de Clint, como o peão Luke segurou bem o filme, mais que Britt Robertson. O casal Luke e Sofia resgata o ancião Ira que começa a lembrar da sua história de amor com Ruth. Como a conheceu, o pedido de casamento, o fato de não poderem ter filhos e a imensa coleção de Arte dela.

Além das reflexões de Ira, o filme, assim como o livro, mostra como as duas histórias de amor se entrelaçam. Não gosto de rodeios, mas mesmo tendo como pano de fundo, acabei assistindo.

A história é bem construída, mas achei esse filme o mais fraco da franquia Sparks. Prestei atenção mais pela linda história de Ira e por querer saber como seria o desfecho do problema de saúde de Luke e da resolução das suas finanças na fazenda que o colocava sempre sob risco, mesmo tendo sofrido um grave acidente com um touro que ele acabou por domar no final.

Achei Britt Robertson inexpressiva. O casal Ira e Ruth jovens também.

A trama do amor que Ruth acaba tendo por seu aluno a ponto de querer adotá-lo sem poder e como ela serve de inspiração para ele, é tocante.

Mesmo com todos os rodeios e percalços, o amor sempre triunfa. E essas histórias água com açúcar e com pitadas de tragédia de Sparks me comovem, sempre.

Cotação: Duas poltronas/5

Sinopse: Aos 91 anos, com a saúde debilitada e sozinho no mundo, Ira Levinson (Alan Alda) sofre um acidente de carro e se vê abandonado em um lugar isolado. Ele luta para manter a consciência e passa a ver sua amada esposa Ruth (Oona Chaplin), que faleceu há nove anos. A poucos quilômetros de distância, a bela Sophia Danko (Britt Robertson) conhece o jovem cowboy Luke (Scott Eastwood), que a apresenta a um mundo de aventuras e riscos. De forma inesperada, os dois casais vão ter suas vidas cruzadas.

 

 

Por Anna Barros

The Market: Jesse Eisenberg vai atuar, escrever e dirigir série produzida por J. J. Abrams

The Market: Jesse Eisenberg vai atuar, escrever e dirigir série produzida por J. J. Abrams

Famoso por interpretar Lex Luthor no filme “Batman vs Superman: A Origem da Justiça” e indicado ao Oscar por “A Rede Social”, o ator Jesse Eisenberg acaba de firmar parceria com a produtora Bad Robot, de J. J. Abrams, e vai produzir uma nova série de comédia, ainda não associada a alguma emissora de televisão.

Além de ser produtor executivo ao lado de Abrams, Eisenberg vai escrever, dirigir e atuar em “The Market”, produção que acompanha a história de Harold Katzman, que se muda para Pittsburg após ficar viúvo para morar ao lado do filho Stan (Eisenberg). Mas, por conta da crise econômica norte-americana, ambos perdem seus empregos e precisam encarar os desafios do mercado de trabalho.

A produtora Bad Robot está atualmente desenvolvendo uma série sobre as obras de Stephen King e outra sobre a vida do ator RuPaul. Já Eisenberg voltará a dar vida à Lex Luthor em “Liga da Justiça”, que estreia em 16 de novembro de 2017 nos cinemas.

Por: Cesar Augusto Mota

Morre o cineasta Jonathan Demme aos 74

Morre o cineasta Jonathan Demme aos 74

Não poderíamos deixar passar despercebida a morte do cineasta Jonathan Demmer na tarde da quarta, dia 26. Diretor de renomados filmes como Silêncio dos Inocentes, vencedor do Oscar de Melhor Filme, e Filadélfia, que deu o segundo Oscar de Melhor Ator a Tom Hanks.

Nascido em Long Island, Demme estreou no cinema na produção “Águias em Duelo”, de Roger Corman. Logo depois ele começou a fazer seus próprios filmes pela produtora de Corman.

Demme venceu o Oscar (1992) e o Festival de Berlim (1991) na categoria de melhor diretor com o longa “O Silêncio do Inocentes”. O longa, que recebeu outros quatro prêmios da Academia, é um suspense baseado no livro de Thomas Harris e originou outras obras a partir de seu personagem principal, Hannibal Lecter, vivido por Anthony Hopkins.

Ele também dirigiu o filme “Filadélfia”, de 1993, premiado com dois Oscar —um deles para Tom Hanks, ator que protagonizou a produção. Na trama, Hanks é Howard, um advogado que trabalha para um tradicional escritório na Filadélfia, do qual é demitido após descobrir ser portador do vírus da Aids. Acaba contratando um advogado negro homofóbico, que acaba se tornando amigo dele.

Demme deixa a mulher, a artista Joanne Howard, e seus três filhos.

 

Por Anna Barros

 

Poltrona Estreia 2

Poltrona Estreia 2

 

E vamos de mais estreias da semana!

Além da Ilusão

É um dos mais aguardados porque tem no elenco Natalie Portman, ganhadora do Oscar, e Lily-Rose Depp, a filha do astro Johnny Depp.

Sinopse: Paris, 1943. As irmãs Laura (Natalie Portman) e Kate Barlow (Lily-Rose Depp) realizam uma série de apresentações onde se comunicam com os mortos. Fascinado com a possibilidade, o produtor francês André Korben (Emmanuel Salinger) solicita uma sessão particular. Decidido a encontrar um meio de filmar seres sobrenaturais, ele apresenta o cinema às irmãs. Enquanto Laura experimenta a possibilidade de se tornar atriz, Korben realiza seguidas gravações ao lado de Kate, que possui poderes mediúnicos.

 

 

 

 O Grande Dia

Sinopse: Separados pela distância dos países onde vivem e com suas jornadas dificultadas pelas difíceis vidas que levam (Cuba, Índia, Mongólia e Uganda), as vidas de quatro jovens são unidas pelo desejo que eles possuem de vencer e superar obstáculos para conquistar seus sonhos e paixões em busca de uma vida melhor.

 

 

Por Anna Barros

 

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana

guardioesGuardiões da Galáxia – Volume 2: Aventura de James Gunn.

Sinopse: Sequência da aventura intergaláctica com o grupo de heróis da Marvel formado por Senhor das Estrelas, Gamora, Rocket Racoon, Groot e Drax.

A Resenha está aqui.

 

2528_capa.jpgAlém das Palavras: Drama de Terence Davies.

Sinopse: Baseado na história de vida e no trabalho da grande poetisa americana Emily Dickinson, acompanhamos o seu trajeto desde os primeiro dias como uma jovem estudante até seus últimos anos como uma artista reclusa e quase irreconhecível. Uma mulher tímida, mas com ótimo senso de humor e amizades intensas. Emily escrevia praticamente um poema por dia, porém, apenas parte da sua obra foi publicada em vida.

 

2526_capa

Vermelho Russo: Drama de Chraly Braun.

Sinopse: Marta e Manu são duas atrizes brasileiras que decidem se mudar para Moscou para estudar o célebre e método de atuação do russo Constantin Stanislavski. Lá, envolvidas com um diretor de teatro e em um complexo triângulo amoroso, as duas amigas precisarão descobrir como ultrapassar suas diferenças fora e nos palcos, para que elas possam sobreviver em um país diferente. 

Por: Vitor Arouca