Almodóvar e Will Smith discordam da presença da Netflix em abertura de Cannes

Almodóvar e Will Smith discordam da presença da Netflix em abertura de Cannes

A edição de 2017 do Festival de Cannes começou com discussões acaloradas envolvendo plataformas de streaming e a experiência de assisitir a um longa-metragem na tela grande. Após uma sessão considerada morna do filme de abertura Les Fantômes d’Ismaël, a coletiva de imprensa com o júri contou com o desfile de opiniões opostas entre o cineasta Pedro Almodóvar e o ator Will Smith nesta quarta-feira, dia 17.

“Eu pessoalmente entendo que a Palma de Ouro não deve ser entregue para um filme que não foi visto nos cinemas”, afirmou o cineasta espanhol que é o presidente do júri da 70ª edição do tradicional festival francês. “Tudo isso não significa que eu não esteja aberto para celebrar novas tecnologias e oportunidades, mas enquanto eu estiver vivo, vou defender a capacidade de hipnose que uma tela grande tem sobre o espectador, algo que as novas gerações não conhecem”.

Na edição deste ano, dois filmes da Netflix passarão pela Croisette. Okja, filme de ação e aventura de Bong Joon-ho, e The Meyerowitz Stories, comédia dramática de Noah Baumbach, integram a competição principal e concorrem à Palma de Ouro. A declaração de Almodóvar levanta a suspeita de que as produções já começam disputa em desvantagem.

A partir de 2018 apenas filmes com distribuição garantida em salas de cinema francesas estarão aptos para a seleção. Reed Hastings, CEO da Netflix, disse que a decisão é um sinal de que “o establishment está se fechando contra nós”.

Numa entrevista concedida antes do início do festival, Will Smith, que integra o júri, afirmou que estava ansioso para bater o pé e discordar de Almodóvar e ter um belo “escândalo”, em suas palavras. A oportunidade surgiu rápido.

Também parte do júri, a diretora Agnès Jaoui evitou polêmicas e defendeu as produções da Netflix que concorrem à Palma de Ouro. “Não podemos fingir que a tecnologia não existe. Mas seria um absurdo penalizar esses diretores apenas por causa disso.”

Nota do Editor: Negar a presença da Netflix, é negar a presença da Tecnologia e um maior número de pessoas vendo os filmes. Dessa vez Almodóvar foi longe demais, com todo o respeito do mundo!

Crédito da foto: Getty Images

 

Por Anna Barros

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s