Poltrona Cabine: Uma Família de Dois/ Cesar Augusto Mota

Poltrona Cabine: Uma Família de Dois/ Cesar Augusto Mota

Está cada vez mais comum nos depararmos com refilmagens de longas de sucesso, sejam hollywoodianos ou estrangeiros. Toni Erdmann, produção alemã indicada ao Oscar de melhor filme estrangeiro será refeita em Hollywood e contará com o protagonismo de Jack Nicholson, que desde 2010 não pintava nas telas.  E chega ao circuito nacional nesta semana um filme inspirado em produção mexicana. ‘Uma Familia de Dois’, filme francês dirigido por Hugo Gélin fará o espectador se lembrar um pouco de ‘Não aceitamos Devoluções’, do cineasta e ator mexicano Eugênio Derbez.

Samuel (Omar Sy) é um homem que vive na Riviera Francesa de forma despreocupada e em meio a festas regadas com muita música, bebida e mulheres bonitas à beira-mar. Após mais uma noitada, ele é surpreendido inesperadamente por Kristin (Clémence Poésy), uma jovem inglesa com quem ficara recentemente e esta lhe entrega um bebê de poucos meses de vida em suas mãos. A mãe some repentinamente e tomado pelo desespero e despreparo para cuidar de uma criança, Samuel parte para Londres em busca da mãe biológica. Sem sucesso, decide criar a pequena Glória (Gloria Colston) sozinho. Mas após 8 anos, Kristin retorna e fará de tudo para levar sua filha consigo.

A maneira como Hugo Gélin dirige e constrói a história é muito interessante, com a mistura de comédia, drama familiar e uma dose de fantasia,  tudo para fugir do óbvio. A mudança na vida de Samuel é radical, ele deixa sua terra natal e passa a trabalhar no cinema como dublê, e em vários momentos há um equilíbrio entre os personagens interpretados e a personalidade de Samuel, o homem e o ator muitas vezes se confundem e divertem o público. Além disso, a química existente entre pai e filha é de impressionar, bem como os artifícios que o pai utiliza para dizer à filha que a mãe está viajando pelo mundo e um dia voltará.

A fotografia escura e o ambiente de Londres também são destaque, bastante convidativos e atraentes, um palco capaz de ilustrar momentos de descontração e felicidade em família, seja quando Samuel está realizando filmagens ou passeando com a filha. A direção de arte é um primor, não só com belas paisagens o filme conta, como também a casa onde passa boa parte da história, construída de acordo com a criatividade de Samuel e os gostos de Gloria, com fliperamas na sala e um enorme escorregador que vai do quarto para a sala, um autêntico castelo. E o roteiro bem construído, com evoluções surpreendentes dos personagens e uma dramaticidade crescente do enredo até o desfecho.

E o aspecto atuação? Omar Sy, mesmo sem os trejeitos de um comediante, consegue passar uma veia cômica nas cenas de comédia, além de conseguir se equilibrar nos momentos que exigem uma maior dramaticidade. Não existe a caricatura, há um bom equilíbrio entre a comédia e o drama, Omar se sai muito bem e entrega seu papel com primor. Além dele, a jovem Gloria Colston mostra um ótimo entrosamento com Omar, a pequena Glória traz um brilho intenso à história, além de cativar o espectador facilmente com sua inocência e personalidade e sua ingenuidade. Já Clémence Poésy também não fica atrás, faz uma interpretação digna, melhor até que a mãe da versão mexicana.

Se você procura por um filme que seja uma comédia dramática, abastecida por qualidade artística, um roteiro coeso, equilibrado e uma direção competente, ‘Uma Família de Dois’ é o filme certo. E fique ligado, o longa francês chega ao circuito brasileiro em 29 de junho de 2017, aproveite!

 

 

Por: Cesar Augusto Mota

Anúncios

Um comentário sobre “Poltrona Cabine: Uma Família de Dois/ Cesar Augusto Mota

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s