Poltrona Resenha: Homem-Aranha: De Volta ao Lar/ Cesar Augusto Mota

Poltrona Resenha: Homem-Aranha: De Volta ao Lar/ Cesar Augusto Mota

Quando você se deparou com a participação do Homem-Aranha no filme “Capitão América: Guerra Civil”, já teve uma ideia do que estaria por vir. E após o anúncio da Marvel de que o Cabeça de Teia teria um filme solo, a expectativa e a ansiedade tomaram conta. Enfim, chegou o dia da estreia das novas aventuras do famoso super-herói aracnídeo, mas será que realmente é um filme bom? Vale a pena pagar ingresso?

Você logo de cara já é surpreendido com aquela possante abertura da Marvel, e com a música-tema do Homem-Aranha, para já te colocar no clima da história, antes de sermos remetidos à rotina de Peter Parker durante a adolescência. Sim, trata-se de um filme diferente, que mais se concentra na figura de Peter Parker, sem tirar a essência do super-herói, mas focando em dramas pessoais e no lado humano do protagonista.

Muita gente pedia e foi atendido: Peter Parker jovem, na escola, alvo de gozações de seus colegas, nutrindo uma paixão por Liz (Laura Harrier), mas sem coragem de se declarar e um aluno bastante aplicado. Sem esquecer os erros de adolescente que ele comete e a fase de descobertas pela qual ele passa, ele vai aos poucos lidando com responsabilidades e com o desafio de ser o Homem-Aranha e de como controlar seus poderes.

Trata-se de um personagem que consegue refletir o comportamento de muitos jovens de hoje, boa parte dos adolescentes vai se identificar com o Peter Parker desse filme, afinal, quem nunca enfrentou esses problemas relatados e a fase de descobertas, sem muitas vezes saber o que fazer ou não ter a certeza de que esteja fazendo o certo? Esse Homem-Aranha funciona, e cria uma empatia enorme com o espectador, e o ator Tom Holland tira isso de letra, caia como uma luva no personagem e entrega um Homem-Aranha bem redondinho.

Os personagens secundários, principalmente Ned (Jacob Batalon), trazem muito bom humor e alívio para Peter em momentos tensos e chaves da trama, além das inserções estratégicas de Tony Stark e Abutre, interpretados por Robert Downey Jr e Michael Keaton. Enquanto o primeiro serve como grande patrono e possível suporte para novas missões com s Vingadores, o segundo é um vilão que não é assassino, mas que tem uma  curta e grossa visão de mundo e age contra a lei, como se vingar da empresa Star Industries, que tirou sua empresa de linha e passa a usar peças alienígenas para produzir armas e vender para criminosos. Mas para isso, contará com a ajuda de Shocker, Escorpião e o Construtor, com personalidades e propostas bem definidas. Um vilão que sem dúvida chama a atenção e traz uma carga maior de dramaticidade à história.

O trabalho do diretor Jon Watts é consistente, com uma história sólida e que se sustenta, com boas doses de drama, humor e ação, bem como boa evolução. O uso da tecnologia e o jogo de luzes são eficientes em boa parte das cenas, há a impressão de que desvaloriza um pouco o Homem-Aranha e que ele perdeu uma parte de sua essência, mas em nada compromete, o Cabeça de Teia diverte, é cativante, mas o foco é mesmo em Peter Parker, para que o espectador entenda um pouco sua personalidade e faça conexão com o Homem-Aranha, para entender seus pontos fortes e fracos, não é só um super-herói, mas um ser humano como nós. E o trabalho da direção de arte também merece ser exaltada, com a modernização da escola dos anos 1960 com os dias atuais, além de boas referências do diretor John Hughes de longas dos anos 1980 e a excelente trilha sonora, arrasadora.

“Homem-Aranha: De Volta ao Lar” é um filme para todas as idades, uma mescla de diversão, maturidade, vivência de Peter Parker e as agruras pelas quais passa o Homem-Aranha. Vale a pena conferir, parabéns ao Universo Marvel e Sony Pictures, sem dúvida um dos melhores filmes de super-herói do ano, ao lado de Mulher Maravilha, e só temos a ganhar com isso.

Já ia esquecendo: não saia da sala, há duas cenas pós-créditos imperdíveis, você vai rolar de rir. Aproveite!

 

 

Por: Cesar Augusto Mota

Anúncios

Um comentário sobre “Poltrona Resenha: Homem-Aranha: De Volta ao Lar/ Cesar Augusto Mota

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s