Poltrona Estreia/ Estreias da Semana

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana

nao-se-aceitam-devolucoesNão Se Aceitam Devoluções: Comédia de André Moraes.

Sinopse: Juca Valente é dono de um quiosque no litoral de São Paulo e só quer saber de diversão. Eterno namorador, ele detesta grandes responsabilidades e não pensa em ter nada sério com ninguém. Mas sua vida toma um rumo totalmente diferente quando uma ex-namorada americana larga um bebê com ele e desaparece. Juca então parte para os Estados Unidos na intenção de devolver a criança, sem nem imaginar que começaria a gostar da ideia de ser pai.

 

bb770c20872c48c70dddf2f8750cab08_XL

Eu Só Posso Imaginar: Drama de Alex Cramer.

Sinopse: Bart Millard é o vocalista da banda cristã MercyMe, e tem o relacionamento conturbado com seu pai, que sempre o tratou de maneira dura e nunca entendeu seu amor pela música. Conseguindo forças através de Deus, Bart resolve então eternizar sua relação em uma canção, “I Can Only Imagine”.

https://poltronadecinema.wordpress.com/2018/05/25/poltrona-cabine-eu-so-posso-imaginar-cesar-augusto-mota/

 

joao-de-deus-o-silencio-e-uma-preceJoão de Deus – O Silêncio É UmaPrece: Documentário com direção de Cande Salles.

Sinopse: A história do famoso médium João de Deus desde sua infância paupérrima no interior de Goiás até o presente momento, onde ele incorpora médicos e parece ter adquirido poderes curativos. Ademais, o documentário também relata a descoberta do dom paranormal e narra o bullying que o médium sofreu daqueles que duvidavam de sua sensibilidade.

 

gnomeu-e-julieta-o-misterio-do-jardim.jpgGnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim –  Animação de John Stevenson.

Sinopse: Gnomeu e Julieta chegam à Inglaterra, preocupados em preparar o jardim para a primavera e rever os amigos britânicos. No entanto, a dupla começa a perceber que os gnomos estão sendo sequestrados em toda a cidade. Eles recorrem ao gênio da investigação Sherlock Gnomes que, junto de seu fiel companheiro Watson, embarca numa aventura para solucionar o mistério.

 

paraiso-perdido

 

Paraíso Perdido: Ficção de Monique Gardenberg.

Sinopse: José tem três filhos, sendo um deles adotivo, e é avô de um casal de jovens. Sua família, marcada por perdas e desencontros, tenta ser feliz numa antiga boate chamada Paraíso Perdido, onde cantam músicas populares e românticas.

Por: Vitor Arouca

 

Anúncios
Malévola 2 está com produção em andamento

Malévola 2 está com produção em andamento

A Produção de “Malévola II” começou – sequência do sucesso global “Malévola” de 2014 – no Pinewood Studios com Angelina Jolie e Elle Fanning que irão interpretar Malévola e Aurora, respectivamente, duas personagens da animação clássica “A Bela Adormecida”, cuja história não contada foi abordada em “Malévola”

Michele Pfeiffer se junta ao elenco como a Rainha Ingrith. Também estão no filme os atores Chiwetel Ejiofor, Ed Skrein e Robert Lindsay. Harris Dickinson  será o Príncipe Phillip.

“Malévola II” é dirigido por Joachim Rønning e escrito por Linda Woolverton, Micah Fitzerman-Blue e Noah Harpster. Os produtores são Joe Roth e Angelina Jolie.

Outros membros do elenco que retornam do filme de 2014 incluem: Sam Riley, Imelda Staunton, Juno Temple e Lesley Manville.

Uma aventura que se passa vários anos depois de “Malévola” – em que o público aprendeu sobre os eventos que endureceram o coração da vilã mais famosa da Disney e a levou a amaldiçoar a pequena princesa Aurora, “Malévola II” continua a explorar a relação complexa entre a fada de chifres e a quase rainha, ao formarem novas alianças e enfrentarem novos adversários em sua luta para proteger os mouros e as criaturas mágicas.

 

Por Anna Barros

Heitor Dhalia revela Wesley Guimarães como um dos protagonistas de Tungtênio

Heitor Dhalia revela Wesley Guimarães como um dos protagonistas de Tungtênio

O soteropolitano Wesley Guimarães assume papel de protagonista em Tungstênio, filme do diretor Heitor Dhalia que estreia dia 21 de junho nos cinemas. A trama homônima, baseada na premiada HQ de Marcello Quintanilha, foi gravada na Cidade Baixa, que segundo o jovem ator é representa “uma Salvador livre de estereótipos e mostra a ação que há no dia a dia do povo soteropolitano, mas que é escondida por trás da ideologia do Paz, Carnaval e Futebol, vendida com frequência para o exterior”.

Wesley Guimarães soube do processo de seleção para o elenco do filme por meio de um amigo. Após encantar a equipe de produção e o próprio Dhalia nos testes, ele deu vida à Cajú, um traficante de drogas de pequeno porte, “que tenta ser durão, mas na verdade tem um coração muito mole, capaz de lhe dar um quê heroico”, conta o ator. O que mais chamou sua atenção no personagem foi “a realidade a qual está submetido e a sua essência, que não se perde mesmo ao estar num lugar vulnerável às repressões da sociedade e do sistema. É mais um menino da periferia que, devido às circunstâncias da vida, a falta de oportunidades e a ausência uma figura paterna, acaba se metendo em situações bem quentes”, explica.

Cajú está mergulhado em um universo caótico transposto em papel por Quintanilha e agora adaptado para as telonas. Ocupando o núcleo principal da trama ao lado de Richard (Fabricio Boliveira), Seu Ney (José Dumont) e Keira (Samira Carvalho), o personagem, assim como os demais, acaba por mergulhar numa tensão crescente. Situações aparentemente banais são capazes de refletir consequências absolutamente imprevisíveis, colocando em alta voltagem, no caso de Cajú, o sentimento de só querer “viver mais um dia”.

Para encontrar a alma do personagem, Wesley Guimarães contou com preparação de Chico Accioly, além da direção de Dhalia. Leituras detalhadas do roteiro, improvisação com todo o elenco, além de muito cuidado foram elementos primordiais para que o ator encarasse a figura de Cajú. A vivência própria também se fez parte essencial do personagem, já que ator e personagem compartilham similaridades: ambos são moradores de bairro periférico e criados apenas pela mãe. Para o papel ele ainda mentalizou “cada colega que estudou comigo na infância e cada jovem da periferia sem a oportunidade de criar as suas próprias oportunidades na vida e que, por influência disso, se jogaram na ilegalidade pela pressão e repressão psicológica inerentes a sua realidade”.

Tungstênio é, segundo o ator, “reflexo de muitas pessoas que vivem em nosso país” e já rendeu a Wesley Guimaraes, antes mesmo de chegar aos cinemas, entrevistas e visibilidade na comunidade local. Ele já foi convidado para dar palestra a alunos de uma escola pública da região. O filme tem produção da Paranoid, coprodução da Globo Filmes e do Canal Brasil, e distribuição da Pagu Pictures.

 

Por Anna Barros

 

 

Festival Tudo sobre Mulheres 2018: Inscrições para o evento seguem até 29 de junho

Festival Tudo sobre Mulheres 2018: Inscrições para o evento seguem até 29 de junho

TUDO SOBRE MULHERES’, FESTIVAL DE CINEMA FEMININO DE CHAPADA DOS GUIMARÃES

Inscrições dos filmes estarão abertas de 30 de março até 29 junho

O festival contará com prêmios incluindo locações de equipamentos de diversos valores e bolsa de estudo na Academia Internacional de Cinema (AIC)

O Festival TUDO SOBRE AS MULHERES ganhará uma edição em 2018. Este ano, o evento acontecerá de 5 a 9 de setembro na Chapada de Guimarães (MT), depois de um hiato de sete anos. As inscrições para a sexta edição do Festival de Cinema Feminino já começaram e vão até o dia 29 de junho. Para participar, as produções precisam ser brasileiras e com até 25 minutos de duração. A temática tem que abordar, de alguma forma, o universo feminino.

O nome “Tudo Sobre Mulheres” foi inspirado pelo filme Tudo Sobre Minha Mãe, de Pedro Almodóvar, cineasta que sabe como poucos retratar o universo das mulheres em sua filmografia. O principal objetivo do evento é estimular a produção audiovisual que aborde a questão feminina, não importando o sexo dos realizadores. O Festival ainda contribui com a urgente necessidade de descentralização da produção cultural, ao sair do eixo Rio-São Paulo e levar o Tudo Sobre Mulheres para o interior do Brasil, Chapada dos Guimarães – patrimônio ambiental da humanidade.

Além da exibição de obras audiovisuais na Mostra Competitiva, o festival também oferece apresentações de companhias de teatro, shows, lançamento de livros, feira de artesanato, dança e exposição de artistas locais.

Os prêmios são: na categoria “MELHOR CURTA METRAGEM” – Prêmio CiaRio ao Melhor Curta Metragem, no valor de R$6.000,00 (seis mil reais) em locação de equipamentos de Iluminação, acessórios e maquinaria da empresa NAYMAR, e Prêmio C/as4tro – 02 horas de consultoria de produção Executiva via Skype oferecido pelo Coletivo C/as4tro; na “MELHOR MÉDIA METRAGEM” – Prêmio CiaRio no valor de R$10.000,00 (Dez mil reais) em locação de equipamentos de Iluminação, acessórios e maquinaria da empresa NAYMAR.

Já o “MELHOR DOCUMENTÁRIO” será premiado com o Prêmio CiaRio no valor de R$8.000,00 (oito mil reais) em locação de equipamentos de Iluminação, acessórios e maquinaria da empresa NAYMAR.

Na “MELHOR FILME DA REGIÃO CONNE” (Centro Oeste, Norte e Nordeste) será o Prêmio Mistika R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em serviços de pós produção digital para o Melhor Filme da Região CONNE eleito pelo júri oficial do TSM; Prêmio Estúdio MIX R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em serviços de pós produção de Som; Prêmio Bússola Brasil que consiste em 4 horas de consultoria on line sobre Direitos Autorais e Contratos com o advogado Petrus Barreto (Bússola Brasil); e na “MELHOR FILME DA REGIÃO FAMES”(Minas Gerais, Espírito Santo e Região Sul) será Prêmio Mistika R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em serviços de pós produção digital para o Melhor Filme da Região FAMES Fórum Audiovisual Minas Gerais, Espírito Santo, e Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) eleito pelo júri oficial do TSM; Prêmio Estúdio MIX R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em serviços de pós produção de Som.

Também terá a categoria “MELHOR FILME RJ/SP” (Rio de Janeiro e São Paulo) com o Prêmio Mistika R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em serviços de pós produção digital para o Melhor Filme dos estados RJ e SP eleito pelo júri oficial do TSM; Prêmio Estúdio MIX R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em serviços de pós produção de Som e a “MELHOR FILME UNIVERSITÁRIO” a qual o prêmio consiste em uma bolsa de R$ 2.000 no curso de documentário nas unidades RJ ou SP da Academia Internacional de Cinema.

O bônus deste ano será a categoria “PRÊMIO AQUISIÇÃO ELO COMPANY” com a premiação de representação comercial de 01 curta escolhido pelo júri Elo com duração de 18 meses.

O júri será composto por Beto Rodrigues, graduado em história pela UFRGS e pós-graduado em Produção Audiovisual pela Universidade Complutense de Madri; Elisa Lucinda, fundadora da Casa-Poema, poetisa, jornalista e cantora; Leonardo Esteves, professor do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Mato Grosso, mestre em Artes Visuais pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro e doutor em Comunicação Social pela PUC-Rio; Julia Katherine, atriz e roteirista trans beneficiária do projeto Transcidadania da Prefeitura do Estado de São Paulo; Juliana Segóvia, diretora e roteirista, também graduada em comunicação e mestre em estudos de cultura contemporânea pela Universidade Federal de Mato Grosso e Vera Zaverucha, criadora do OCA (Observatório do Cinema e do Audiovisual) e professora especialista na regulação do audiovisual.

Após um hiato de sete anos, o festival de cinema que tem por objetivo abordar as questões femininas, será realizado novamente. Além de colocar em pauta o universo das mulheres, ele ainda contribui com a necessidade de descentralização da produção cultural ao sair do eixo Rio-São Paulo e realizar sua próxima edição na Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso.

Para participar, as produções devem ser brasileiras e ter com 25 minutos de duração com a temática “feminino”. Além da exibição de obras audiovisuais na Mostra Competitiva, o festival também oferece apresentações de companhias de teatro, shows, lançamento de livros, feira de artesanato, dança e exposição de artistas locais. Os filmes devem estar concluídos a partir de janeiro de 2016.

Serviços:

IV Tudo Sobre Mulheres – Festival de Cinema Feminino de Chapada dos Guimarães
Data: 5 a 9 de setembro de 2018

Local: Chapada dos Guimarães – Mato Grosso.

Inscrições de 30 de Março até 29 de junho

Informações e inscrições pelo site: www.tudosobremulheres.art.br

Consulte o regulamento: https://bit.ly/2JiLjDa

Produzido por Elton John, ‘Gnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim’ ganha vozes de Emily Blunt e Johnny Deep

Produzido por Elton John, ‘Gnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim’ ganha vozes de Emily Blunt e Johnny Deep

Sherlock Gnomes, Watson, Gnomeo and Juliet in Sherlock Gnomes from Paramount Pictures and MGM.

Distribuído pela Paramount Pictures, animação estreia nos cinemas dia 31 de maio

“É uma carta de amor a Londres”. É assim que o produtor e o astro da música Elton John define a animação Gnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim (Sherlock Gnomes, 2018), da Paramount Pictures, que estreia nos cinemas brasileiros em 31 de maio. Com direção de John Stevenson – indicado ao Oscar® de Melhor Animação por Kung Fu Panda, o longa dá sequência ao sucesso Gnomeu e Julieta (Gnomeo & Juliet, 2011).

No elenco de vozes, Johnny Depp (Piratas do Caribe) se apresenta como o icônico Sherlock Gnomes, Chiwetel Ejiofor (Doutor Estranho), como Watson, a cantora Mary J. Blige dá vida a Irene, James McAvoy (Fragmentado) é Gnomeu, e Emily Blunt (A Garota no Trem) empresta a voz a Julieta. Também participam Michael Caine (Batman: O Cavaleiro das Trevas), Maggie Smith (da franquia Harry Potter), Stephen Merchant (Logan) e Ozzy Osbourne.

Depois da destruição dos jardins Montecchio e Capuleto em “Gnomeu e Julieta”, os gnomos deixam suas diferenças de lado e deslocam suas recém-integradas famílias da vida bucólica em Stratford-upon-Avon para Londres. Uma vez instalados, Lord Tijolinho (Michael Caine) e Lady Azulejo (Maggie Smith) se aposentam, deixando Gnomeu e Julieta às voltas com suas novas atribuições como líderes do jardim.

– Nosso primeiro filme era uma comédia romântica musical sobre uma disputa entre dois jardins, com poucas locações e pouquíssimos riscos, mas Gnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim é uma aventura com comédia e ação. O roteirista Ben Zazove mudou o cenário para Londres, que era mais adequada para a história. Londres também propiciava uma amplitude maior, permitindo que nossos heróis saíssem do cenário familiar do jardim e entrassem em uma cidade cheia de superfícies rígidas, veículos rápidos e milhões de humanos, tudo o que é capaz de estraçalhar facilmente um gnomo de louça – explica o diretor.

No meio desta nova fase e com muitos desentendimentos, um vilão despercebido invade o jardim e sequestra a família e os amigos deles. “Julieta mergulha com tudo na nova função, Gnomeu sente falta do quanto eles costumavam se divertir, e surge uma distância entre eles”, diz McAvoy. “Julieta lida melhor com as mudanças que Gnomeu”, afirma Emily. “Eles agora estão responsáveis por toda a comunidade dos gnomos e pela limpeza do jardim. Não é bem o que eles tinham em mente no começo da relação”.

Para os fãs de Elton John, o filme está cheio de pérolas escondidas, tanto musicais quanto visuais. “Nossa trilha assinada por Chris Bacon contém muitas referências a melodias clássicas de Elton John costuradas ao longo do filme”, entrega Stevenson. “A música de Elton é um personagem a mais no filme”, opina McAvoy. “Traz uma energia tão positiva, não só uma nostalgia para os adultos que cresceram ouvindo aquilo mas também para as crianças cujos pais tocaram as músicas em casa. Tem apelo para várias gerações”.

SINOPSE

Os adorados gnomos de jardim Gnomeu e Julieta estão de volta para uma aventura totalmente nova em Londres. Quando os dois chegam à capital inglesa com seus amigos e família, a maior preocupação da dupla é preparar seu novo jardim para a primavera. Porém, eles logo descobrem que alguém está raptando gnomos por toda a cidade. Quando Gnomeu e Julieta retornam para casa e descobrem que todos do seu jardim estão desaparecidos – existe somente um nome a recorrer…Sherlock Gnomes. O famoso detetive e protetor dos gnomos de jardim de Londres chega para investigar o caso, junto com seu inseparável companheiro Watson. O mistério levará todos a uma grande aventura, onde encontrarão muitos ornamentos novos e explorarão um lado desconhecido da cidade.

TRAILER

Disney divulga novo trailer de ‘Christopher Robin’, confira!

Disney divulga novo trailer de ‘Christopher Robin’, confira!

A Disney divulgou o primeiro trailer completo de Christopher Robin – Um Reencontro Inesquecível, confira:

Na emocionante aventura em live-action, o garotinho que embarcou em inúmeras aventuras no Bosque dos Cem Acres com seu bando de adoráveis e animados bichinhos de pelúcia, cresceu e perdeu o rumo. Agora cabe aos seus amigos de infância se aventurar em nosso mundo e ajudar Christopher Robin a se recordar do garoto amável e brincalhão que ainda existe em seu interior.

Agora adulto, Christopher Robin está preso a um trabalho em que trabalha demais, ganha pouco e se vê diante de um futuro incerto. Ele tem sua própria família, mas seu trabalho se tornou a sua vida o deixando com pouco tempo para sua esposa e sua filha. Christopher praticamente se esqueceu de sua infância idílica ao lado de um ursinho de pelúcia ingênuo, que ama mel, e seus amigos. Mas quando ele se reúne com o ursinho Pooh, agora sujo e puído depois de anos de abraços e brincadeiras, sua amizade é reavivada, o que o faz recordar dos incontáveis dias de ilusão e faz de conta infantil que definiram sua juventude, tempo em que não fazer nada era considerado a melhor coisa a se fazer. Após um infeliz contratempo com a pasta de Christopher Robin, o ursinho Pooh e o resto da turma incluindo Leitão, Bisonho e Tigrão, saem da floresta e se aventuram em Londres para devolver seus pertences importantíssimos… por que melhores amigos estarão sempre lá para ajudar você.

Christopher Robin – Um Reencontro Inesquecível tem direção do indicado ao Globo de Ouro Marc Forster (Em Busca da Terra do Nunca), a partir do roteiro de Alex Ross Perry (Golden Exits) e da indicada ao Oscar Allison Schroeder (“Estrelas Além do Tempo”) e história de Perry, baseada nos personagens criados por A.A. Milne. Na produção estão Brigham Taylor e Kristin Burr, com Renée Wolfe e Jeremy Johns na produção executiva. Estrelando o filme estão o vencedor do Globo de Ouro Ewan McGregor (Fargo) como Christopher Robin; a indicada ao Globo de Ouro Hayley Atwell (Agent Carter) como sua esposa Evelyn; Bronte Carmichael como sua filha Madeline; e o vencedor do Emmy Mark Gatiss (Sherlock) como Keith Winslow, chefe de Robin. O filme também conta com as vozes de: Jim Cummings (Ursinho Pooh) como Ursinho Pooh; Chris O’Dowd (O Lar das Crianças Peculiares) como Tigrão; o vencedor de três Emmys Brad Garrett (Raymond e Companhia) como Bisonho; o indicado ao Globo de Ouro Toby Jones (Harry Potter e a Câmara Secreta) como Corujão; Nick Mohammed (Perdido em Marte) como Leitão; o vencedor do Oscar Peter Capaldi (Dr. Who) como Coelho; e a indicada ao Oscar Sophie Okonedo (A Vida Secreta das Abelhas) como Can.

A Disney tem uma história com os personagens de A.A. Milne desde 1966, quando o estúdio lançou o curta de animação “Winnie-the-Pooh and the Honey Tree” com o personagem Christopher Robin, seguido pelos curtas “Winnie-the-Pooh and the Blustery Day” e “Winnie-the-Pooh and Tigger, Too”, assim como diversos longas-metragens e grande número de títulos diretamente para DVD.

Christopher Robin – Um Reencontro Inesquecível será lançado em todo o país dia 16 de agosto de 2018.

 

Poltrona Cabine: Eu Só Posso Imaginar/ Cesar Augusto Mota

Poltrona Cabine: Eu Só Posso Imaginar/ Cesar Augusto Mota

Você curte drama e que fale sobre o valor do perdão? E que tal um que é baseado em uma história real e que serviu de inspiração para a composição da canção cristã mais popular de todos os tempos dos Estados Unidos? Dirigido pelos irmãos Andrew e Jon Erwin (Mamãe: Operação Balada), ‘Eu só posso Imaginar’ (I Can Only Imagine), longa-metragem com título homônimo da música do cantor e compositor Bart Millard, vocalista da banda norte-americana MercyMe chega aos cinemas não só para surpreender o público como também para transmitir importantes valores da vida, como o amor, a compreensão e a superação.

Somos apresentados à emocionante e difícil jornada de Bart Millard, vivido por J. Michael Finley, um jovem que teve uma infância difícil e conturbada e sofreu maus-tratos de seu pai, interpretado por Dennis Quaid (Quadro Vidas de um Cachorro), um homem violento e que nunca compreendeu a paixão do filho pela música. O filho se distancia cada vez mais do pai e passa a correr atrás de seu sonho, mas para isso vai encontrar muitos percalços e acabará por se surpreender com alguns ensinamentos de fé que não só transformarão sua vida como também o ajudarão a mudar para sempre a do patriarca.

Esse filme não é aquele típico dramalhão presente nas novelas mexicanas e tampouco uma produção de Sessão da Tarde, com clichês e muitas risadas. Trata-se de um longa com premissas bem definidas e que mostra a que veio, com mensagens importantes em momentos precisos e dramaticidade quando as ocasiões pedem. O roteiro soube trabalhar bem esses dois elementos, além de nos apresentar uma perfeita sincronia da narração off do protagonista com os momentos épicos e tortuosos pelos quais passou, sem esquecer da perfeita montagem utilizada para inserir o espectador e mantê-lo conectado com a história do protagonista. Os diálogos são poderosos, e mensagens como ‘Sonhos não pagam contas e eles s&oacute ; servem para deixar você distante do mundo real’ são recorrentes e necessários, sem ser piegas e muito menos enfadonho.

Outro ponto alto está nas atuações do elenco, proporcionando as mais diversas sensações e também criando fortes laços com o público, cada vez mais envolvido com a história e torcendo para o sucesso de Bart em sua jornada. J. Michael Finley consegue entregar um protagonista carismático e inseguro, mas que soube reconhecer seus defeitos e aos poucos se libertando de seus medos e fantasmas do passado, que o impediam de avançar e chegar com força ao seu objetivo. Dennis Quaid, o principal antagonista da trama, convence como pai violento de Bart e apresenta uma transformação impressionante que vai ser responsável por uma importante virada do filho na reta final da trama. E menções honrosas também para dois atores secundários que exercem papel importante e são os dinâmicos da história, como Madeline Carrol (O Reencontro) e Trace Adkins (O Poder e a Lei), a namorada e o empresário da banda MercyMe, respectivamente. Ambos mostram ao personagem central o quanto ele era forte e o que ainda faltava para alcançar seu sonho. Havia lacunas que precisavam ser preenchidas, e eles conseguem ajudar Bart Millard a fazer isso com coragem, mestria e muita perseverança, pontos que são valorizados no filme e mostrados com um perfeito enfoque e que valorizam ainda mais a trajetória de Bart e da banda MercyMe, famosa até hoje e com forte influência nas vidas dos norte-americanos.

Uma história edificante, motivacional e de forte apelo, ‘Eu só Posso Imaginar’ sem dúvida vai atingir os corações do público e mostrar o que está por atrás de uma canção tão cultuada e que já inspirou milhões de pessoas. E antes de sair da sala, você terá uma bela surpresa, não perca!

Cotação: 5/5 poltronas.

 

Por: Cesar Augusto Mota