Poltrona Alternativa: Janela Indiscreta – 1955

Poltrona Alternativa: Janela Indiscreta – 1955

janela-indiscretaOlá amigos cinéfilos! Feliz 2017 para todos vocês.
Iniciei minha busca por dicas alternativas de filmes com um clássico que caiu em minha telinha nesse primeiro de janeiro pelo bom e velho telecine Cult e que deve ser relembrado sempre. Sabe aquele momento gostoso de descanso, próximo a janela, onde podemos acompanhar o movimento da rua e bater aquele papo com os vizinhos?
Sim!! Este a premissa deste filme. Uma janela, um homem de perna quebrada que acompanha o movimento da vizinhança e que desconfia que ali ocorreu um assassinato.

Em Greenwich Village, Nova York, L.B. Jeffries, um fotógrafo profissional, está confinado em seu apartamento por ter quebrado a perna enquanto trabalhava. Como não tem muitas opções de lazer, vasculha a vida dos seus vizinhos com um binóculo, quando vê alguns acontecimentos que o fazem suspeitar que um assassinato foi cometido.

Janela Indiscreta é voyeurismo puro. O diretor deixa clara a nossa participação na posição de observadores silenciosos ao nos colocar sobre os ombros de outro observador, o fotógrafo trotamundos L.B. ‘Jeff’ Jefferies (James Steward), preso a uma cadeira em razão de um acidente de profissão que vitimou sua perna, deixando-a temporariamente imobilizada. Inquieto, Jeff está desesperado para sair de sua prisão e passa os dias observando seus vizinhos, ávido por notícias, momentos únicos que ele é tão acostumado a captar com suas lentes.

E quem procura acha, pois Jeff  passa a desconfiar que um vizinho teria assassinado a esposa. Ele não tem provas, mas seu faro diz que há algo errado e passa a focar na vida desse homem. Nessa tarefa, ele é ajudado com suas duas principais comunicações com o exterior: a enfermeira sem papas na língua Stella (Thelma Ritter) e sua dedicada namorada Lisa (Grace Kelly).

Fica a dica para vocês  de um filme agradável, com um esquema excepcional de corte e direção.

Festival de cinema ao ar livre em Recife

Festival de cinema ao ar livre em Recife

Vivo Open Air acontece do dia 30 de novembro até o dia 18 de dezembro no Caxangá Golf & Country Clube, na Zona Oeste de Recife. Os ingressos estão 50 reais a inteira e 25 a meia.

Filmes antigos e deste ano serão exibidos, além de alguns shows de cantores pernambucanos. Nas quintas- feiras, o público poderá escolher um filme através de uma votação no Facebook do Vivo Open Air.

Confira a programação:

Quarta-feira (30)
19h30 – Show instrumental de Amaro Freitas
21h – Filme ‘Café Society’
23h – Pepeu Gomes com show ‘Pepeu 50 – A Mais de Mil Tour’

Quinta-feira (1º)
19h30 – Show instrumental de Hugo Linns
21h – Sessão do curta ‘Malária’ + longa ‘Cães de Aluguel’ ou ‘Jack Brown’ (legendagem eletrônica)

Sexta-feira (2)
19h30 – Show instrumental de Amaro Freitas
21h – Sessão do curta ‘Kidchup’ + longa ‘Aquarius’
23h – Show de Otto

Sábado (3)
19h30 – Show Instrumental de CTRLBEAT
20h – Sessão de ‘Star Wars – O Despertar da Força’
23h – CTRLBEAT
0h – Sessão do filme ‘O Exorcista’ (legendado)

Domingo (4)
16h – Recreação infantil
18h – Sessão de ‘Minions’ (dublado)
21h – Sessão do filme ‘Cinema Paradiso’ (legendagem eletrônica)

Quarta-feira (7)
19h – Abertura da casa
21h – Pré-estreia do filme ‘Michelle e Obama’

Quinta-feira (8)
19h30 – Show Instrumental da banda de Joseph Tourton
21h – Sessão do curta ‘Até a China’ + longa ‘Touro Indomável’ ou ‘Táxi Driver’ (legendagem eletrônica)

Sexta-feira (9)
19h30 – Show Instrumental de Hugo Linns
21h – Sessão do filme ‘O Lar das Crianças Peculiares’ (legendado)
23h – Los Sebosos Postizos

Sábado (10)
19h30 – Show Instrumental de CTRLBEAT
20h – Pré-estreia de ‘A Qualquer Custo’ (legendado)
23h – CTRLBEAT
0h – Sessão do filme ‘O Silêncio dos Inocentes’ (legendado)

Domingo (11)
16h – Recreação infantil
18h – Sessão de ‘Procurando Dory’ (dublado)
21h – Sessão de ‘Spotlight’

Quarta-feira (14)
19h – Abertura da casa
21h – Pré-estreia de ‘Minha Mãe É uma Peça 2’

Quinta-feira (15)
19h30 – Show instrumental de CTRLBEAT
21h – Sessão de ‘Apocalypse Now’ ou ‘O Poderoso Chefão 2’ (legendagem eletrônica)

Sexta-feira (16)
19h30 – Show instrumental de A banda de Joseph Tourton
21h – Sessão do filme ‘Dirty Dancing’ (legendagem eletrônica)

Sábado (17)
19h30 – Show instrumental de Amaro Freitas
20h – Sessão de ‘Esquadrão Suicida’ (legendado)
23h – Amaro Freitas
0h – Sessão do filme ‘O Iluminado’ (legendado)

Domingo (18)
16h – Recreação infantil
18h – Sessão do filme ‘Frozen’ (dublado)

openairbh1

Por: Vitor Arouca

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana/ Parte 1

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana/ Parte 1

tarzanA Lenda de Tarzan: Filme de aventura do diretor David Yates.

Sinopse: Releitura da clássica lenda de Tarzan, na qual um pequeno garoto órfão é criado na selva, e mais tarde tenta se adaptar à vida entre os humanos. Na década de 30, Tarzan, aclimatado à vida em Londres em conjunto com sua esposa Jane, é chamado para retornar à selva onde passou a maior parte da sua vida onde servirá como um emissário do Parlamento Britânico.

 

filmes_10876_27

 

Dois Caras Legais: Filme de comédia do diretor Shane Black.

Sinopse: Na Los Angeles dos anos 1970, a filha de uma funcionária do Departamento de Justiça dos Estados Unidos é sequestrada e ela decide contratar Jackson Healy, brutamontes violento e ex-alcoólatra, para investigar o caso. O trabalho revela-se mais complicado do que o esperado e ele decide contar com a ajuda a um medroso e atrapalhado detetive particular.

 

 

download (2)Entre Idas e Vindas: Filme brasileiro de comédia com direção de José Eduardo Belmonte. Ingrid Guimarães e Fábio Assunção são os protagonistas.

Sinopse: Amanda, Sandra, Cillie e Krisse, quatro amigas que trabalham no departamento de telemarketing de uma empresa, embarcam em um motorhome para fazer uma viagem de férias pelo litoral sul de São Paulo. Enquanto isso, Afonso e Benedito, pai e filho, tentam chegar à capital paulista em um velho carro Lada. Benedito não sabe, mas Afonso está levando o menino para encontrar a mãe, que não vê há seis anos, desde que ela ganhou uma bolsa de estudos e se mudou para Paris. Quando o Lada de Afonso quebra na estrada, sem possibilidade de conserto, as meninas do telemarketing socorrem Afonso e Benedito. E o que seria uma simples carona acaba se transformando em uma viagem cheia de aventuras e transformações pessoais.

Por: Vitor Arouca

Netflix planeja lançar filme “perdido” de Orson Welles

Netflix planeja lançar filme “perdido” de Orson Welles

584129.jpgA Netflix está negociando com os responsáveis – e especialmente com Oja Kodar, viúva do cineasta -, não só a realização do filme, mas também um documentário sobre a produção do mesmo. Segundo o Wellesnet, negociações já estão acontecendo há meses, e o acordo está na casa dos US$5 milhões.

O filme é The Other Side of the Wind — rodado em 8mm, 16mm e 35mm — e conta com grandes nomes e amigos de Welles, como John Huston, Peter Bogdanovich, Henry Jaglom, Susan Strasberg, Dennis Hopper, Paul Mazursky e Claude Chabrol.

O enredo conta a história de um diretor de cinemas experiente, que tenta retomar o sucesso com um filme cheio de sexo e violência, até que é parado pela burocracia de Hollywood.

Inúmeras têm sido as tentativas de lançar The Other Side of the Wind. A sobrinha de Oja Kodar, Sasha Welles conta que ela e o resto da equipe de produção “têm sido otimistas há décadas, ou não estariam tentando lançar o filme há tanto tempo”, mas demonstrou impaciência diante de toda a dificuldade. “Sempre que cedemos a alguma coisa que eles querem, eles surgem com algo mais, e assim continua sem eu saber quando será o fim disso”, afirmou Sasha.

Que o netflix consiga lançar o filme e que os fãs possam apreciar mais um filme do querido Orson Welles.

Por Lívia Lima

Mostra Super 16 no CCSP exibe filmes clássicos em 16 mm

Mostra Super 16 no CCSP exibe filmes clássicos em 16 mm

O Centro Cultural São Paulo iniciou nesta semana a mostra Super 16, que exibirá filmes clássicos filmados em 16 mm e terá ingressos a um real.

Confira a programação:

Sexta-feira (1º/4)
Às 17h
‘O silêncio’ (Tystnaden, Suécia, 1963, 96min, 16mm, drama, 16 anos)
Direção: Ingmar Bergman
Elenco: Birger Malmsten, Gunnel Lindblom e Håkan Jahnberg
Sinopse: Duas irmãs, Esther e Anna, e o filho de uma delas, viajam para a Suécia. Porém, no meio da jornada, são obrigadas a parar num país estrangeiro, onde se hospedam num hotel quase deserto. Neste local, elas se defrontam com o vazio existencial de suas vidas.

Às 19h15
‘Punhos de campeão’ (The set-up, EUA, 1949, 72min, 16mm, drama, 13 anos)
Direção: Robert Wise
Elenco: Robert Ryan, George Tobias e Audrey Totter
Sinopse: O lutador de boxe Bill Stoker está chegando ao fim de sua carreira, pois sua esposa o pressiona para que se aposente. Uma grande luta está chegando e Stoker acredita que, se vencer, sua carreira mudará de rumo. Porém, seu agente vendeu a luta para um mafioso.dia

Sábado (2)
Às 15h
‘Um tiro na noite’
(Blow out, EUA, 1981, 107min, 16mm)
Direção: Brian de Palma
Elenco: John Travolta, Nancy Allen, John Lithgow
Sinopse: Jack Terry (John Travolta) é um sonoplasta que trabalha no momento em um filme B de uma companhia da Filadélfia. Ao tentar à noite conseguir novos sons, grava por acaso um estouro de pneu. Acontece que este acidente provocou a morte do governador George McRyan. Ouvindo a fita depois com atenção, Jack se convence de que o verdadeiro motivo que provocou o acidente no carro não foi simplesmente um pneu estourado, mas sim uma bala que provocou esse estouro. Suspense obra-prima do legendário diretor americano Brian de Palma.

Domingo (3)
Às 14h40
‘Sonhos de mulheres’
(Kvinnodrom, Suécia, 1955, 83min, 16mm, drama, 14 anos)
Direção: Ingmar Bergman
Elenco: Gunnar Bjornstrand, Harriet Andersson e Eva Dahlbeck
Sinopse: Acompanhe os tormentos, os sonhos e as relações amorosas de duas mulheres: Susanne, diretora de um estúdio de moda em Estocolmo, e Doris, uma jovem e inexperiente modelo fotográfica. Uma viagem para outra cidade irá alterar para sempre suas vidas.

Às 20h
‘Kramer vs. Kramer’
(EUA, 1978, 105min, 16mm, drama, 13 anos)
Direção: Robert Benton
Elenco: Dustin Hoffman, Meryl Streep e Jane Alexander
Sinopse: Ted Kramer é um profissional para quem o trabalho vem antes da família. Joanna, sua mulher, não pode mais suportar essa situação e sai de casa, deixando Billy, o filho do casal. Quando Ted consegue finalmente ajustar seu trabalho às novas responsabilidades, Joanna reaparece exigindo a guarda da criança. Ted não aceita e os dois vão para o tribunal lutar pela custódia do garoto.
Terça-feira (5)
Às 15h
‘No tempo das diligências’
(Stagecoach, EUA, 1939, 97 min, 16mm, drama, livre)
Direção: John Ford
Elenco: John Wayne, Claire Trevor e Thomas Mitchell
Sinopse: Um grupo de nove pessoas é obrigado a embarcar em uma perigosa jornada em cima de carruagens através do Arizona, em um território indígena. Cada um tem um motivo para realizar tal viagem. No meio do caminho eles terão que enfrentar Geronimo e seus guerreiros apaches, e contarão apenas com a ajuda do cowboy Ringo Kid.

Às 17h
‘A noviça rebelde’ (The sound of music, EUA, 1965, 174min, 16mm, musical, livre)
Direção:
Robert Wise
Elenco: Julie Andrews, Christopher Plummer, Richard Haydn
Sinopse: No final da década de 1930, na Áustria, quando o pesadelo nazista estava prestes a se instaurar no país, uma noviça que vive em um convento, mas não consegue seguir as rígidas normas de conduta religiosa, vai trabalhar como governanta na casa do capitão Von Trapp, que tem sete filhos. Ele é viúvo e os educa como se fizessem parte de um regimento. Sua chegada modifica drasticamente o padrão da família, trazendo alegria novamente ao lar. Ela conquista o carinho e o respeito das crianças, mas termina se apaixonando pelo capitão, que está comprometido com uma rica baronesa.

Às 20h15
‘Os amantes crucificados’
(Chikamatsu monogatari, Japão, 1954, 102min, 16mm, drama, livre)
Direção: Kenji Mizoguchi
Elenco: Kazuo Hasegawa, Kyôko Kagawa e Eitarô Shindô
Sinopse: Kyoto, final do século 17. Ishun, um senhor abastado e com direito ao uso de espada, é casado com a jovem Osan, frustrada e insatisfeita. Mohei, empregado de Ishun, utiliza indevidamente a assinatura do patrão a pedido de Osan, mas acaba descoberto e é preso. Tem início um amor impossível, em que Osan escolhe o amor com risco de vida e assume as implicações.
Quarta-feira (6)
Às 15h
‘Oharu – A vida de uma cortesã’
(Saikaku Ichidai Onna, Japão, 1952, 148min, 16mm, drama, livre)
Direção: Kenji Mizoguchi
Elenco: Kinuyo Tanaka, Toshiro Mifune e Toshiaki Konoe
Sinopse: Baseado em um romance de Saikaku Ihara, o filme conta a história da vida de Oharu, uma mulher que na juventude fazia parte da corte do imperador e que, em virtude de um relacionamento, acaba se tornando cortesã.

Às 18h
‘Pai e filha’
(Banshun, Japão, 1949, 108min, 16mm, drama, livre)
Direção: Yasujiro Ozu
Elenco: Setsuko Hara, Chishu Ryu e Sugimara Haruko
Sinopse: Noriko é uma jovem que dedica sua vida a cuidar de seu pai, o viúvo Somiya. Mas Somiya e sua irmã fazem Noriko achar que ele vai se casar novamente, e assim ela aceita conhecer um pretendente a marido. Apesar de gostar de seu pretendente, ela se ressente por seu pai estar casando novamente.

Às 20h15
‘Fim de verão’
(Kohayagawa-ke No Aki, Japão, 1961, 103min, 16mm, drama, livre)
Direção: Yasujiro Ozu
Elenco: Chieko Naniwa, Ganjiro Nakamura e Hisaya Morishige
Sinopse: Retrato das mudanças sofridas pelo Japão após a Segunda Guerra Mundial. A época é retratada a partir da família Kohayagawa, proprietária de uma próspera fábrica de sakê. O chefe do clã tem uma amante e uma filha já adulta e passa agora por problemas de saúde. A filha mais nova tem um casamento arranjado e, ao mesmo tempo, ajuda a cunhada viúva a encontrar um novo marido.
Mostra ‘Super 16’
Quando: de 26 de março a 6 de abril
Onde: Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1000), na sala Lima Barreto (99 lugares)
Quanto: R$ 1 (sem meia-entrada); bilheteria aberta apenas no dia do evento e no horário de funcionamento do CCSP (terça a sábado, das 13h às 21h30; domingos, das 13, às 20h30); não há vendas pela internet.

Por Lívia Lima

Recorde de bilheterias na estreia no Brasil: Batman vs Superman

Recorde de bilheterias na estreia no Brasil: Batman vs Superman

“Batman vs Superman – A Origem da Justiça” quebrou o recorde de bilheterias de estreias de filme aqui no Brasil.

Duas milhões e quatrocentas mil  pessoas assistiram à película no final de semana, superando “Velozes e Furiosos 7” que era o recordista.

Em homenagem aos dois recordistas de bilheterias, vou colocar os trailers dos filmes e as sinopses. Se for para escolher um dos dois filmes para assistir, eu escolheria o “Batman vs Superman”.

Batman vs Superman: O confronto entre Superman e Zod  em Metrópolis fez com que a população mundial se dividisse acerca da existência de extra-terrestres na Terra. Enquanto muitos consideram o Superman como um novo Deus, há aqueles que consideram extremamente perigoso que haja um ser tão poderoso, sem qualquer tipo de controle. Bruce Wayne é um dos que acreditam nesta segunda hipótese. Sob o manto de um Batman violento e obcecado, ele investiga o laboratório de Lex Luthor, que descobriu uma pedra verde que consegue eliminar e enfraquecer os filhos de Krypton.

Velozes e Furiosos 7: Após os acontecimentos em Londres, Dom, Brian, Letty e o resto da equipe tiveram a chance de voltar para os Estados Unidos e recomeçarem suas vidas. Mas a tranquilidade do grupo é destruída quando Deckard Shaw, um assassino profissional, quer vingança pela morte de seu irmão. Agora, a equipe tem que se reunir para impedir este novo vilão. Mas dessa vez, não é só sobre ser veloz. A luta é pela sobrevivência.

Por: Vitor Arouca

Rodrigo Santoro interpreta Jesus Cristo no filme Ben-Hur

Rodrigo Santoro interpreta Jesus Cristo no filme Ben-Hur

 

20160317125753202724iO ator Rodrigo Santoro, disse que “é uma grande responsabilidade” interpretar Jesus Cristo na refilmagem do clássico “Ben-Hur”. Dirigido por Timur Bekmambetov, o filme bíblico vai estrear dia primeiro de setembro deste ano (2016).

O elenco do filme é formado por Rodrigo Santoro, Morgan Freeman, Jack Huston, Toby Kebbell e Nazanin Boniadi.
“Ben-Hur” é um clássico do cinema e vencedor de 11 Oscars em 1960.

Rodrigo Santoro revelou que a cena da crucificação foi feita de uma vez só, sem repetição. “Fazia um frio desumano. Era um silêncio muito poderoso, que é difícil de descrever, porque eu estava buscando fazer um mergulho interno muito grande”.

Além de gravar “Ben-Hur”, Rodrigo Santoro finalizou semana passada as suas gravações na novela “Velho Chico”, da Rede Globo.

(Sinopse): Depois que o nobre Judah Ben Hur, contemporâneo de Jesus Cristo, é injustamente acusado de traição, ele é condenado à escravidão. Ele sobrevive ao tempo de servidão e descobre que foi enganado por seu irmão, Messala, partindo, então, em busca de vingança.

Por: Vitor Arouca