Inédito no Brasil, documentário sobre Alfredo Jaar chega ao streaming

Inédito no Brasil, documentário sobre Alfredo Jaar chega ao streaming

Trilha sonora é composta por músicas de seu filho, Nicolas Jaar

Documentário inédito no Brasil sobre um dos artistas mais destacados do Chile é destaque desta semana nas plataformas digitais. Alfredo Jaar, artista, cineasta e arquiteto contemporâneo é o protagonista do filme  “JAAR: RETRATOS DA HUMANIDADE”, dirigido por Paula Rodríguez Sickert.

Jaar cria projetos cinematográficos, fotografias e instalações que denunciam a sociedade como ela é. Suas obras refletem seus ideais de vida, tal como “cultura é o nosso capital mais precioso”, ideia que rendeu uma instalação artística.

Um dos seus trabalhos mais conhecidos, This Is Not America, um logotipo “Isso não é América” (1987), consistiu em uma sequência de projeções com vista para uma estação de recrutamento do exército dos EUA, na Times Square. Nela, incluiu o mapa esboçado dos EUA com as palavras “This Is Not América” escrita e a palavra “América” ​​sobreposta a todas as Américas – Norte, Central e Sul.

O artista também foi um dos primeiros a fotografar Serra Pelada, localizada no sudoeste do Pará, registrando garimpeiros e impactando os moradores de Nova Iorque ao exibir essas imagens nas estações de metrô próximas ao Wall Street.  Segundo Jaar, esse projeto foi um dos mais importantes de sua carreira pois o inseriu no mapa mundial da arte.
A trilha sonora do filme é composta por músicas do DJ Nicolas Jaar, filho de Alfredo e fundador de sua gravadora Clown & Sunset.

SINOPSE

Acompanhe o processo criativo e pessoal de Alfredo Jaar, o artista chileno contemporâneo de maior reconhecimento internacional. Para ele, a arte é o último espaço remanescente da sociedade, no qual é possível falar honesta e profundamente.

FICHA TÉCNICA

Produtores: Paola Castillo, Catalina Mac-Auliffe, Ricardo Cantuarias
Roteiro e direção: Paula Rodríguez Sickert
Músicas compostas por Nicolas Jaar e Nascuy Linares
Câmera: John Marques e Enrique Stindt
Montagem: Maria Teresa Viera Gallo
Classificação Indicativa: 16 anos

SERVIÇO

Itunes: R$ 14,90 (venda) ; R$ 7,90 (aluguel)
Now:  R$ 14,90 (aluguel)
VivoPlay: R$ 11,90 (aluguel)
GooglePlay / Youtube:  R$ 29,90 (compra) e R$ 9,90 (aluguel)

Anúncios
Poltrona Estreia/ Estreias da Semana

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana

nao-se-aceitam-devolucoesNão Se Aceitam Devoluções: Comédia de André Moraes.

Sinopse: Juca Valente é dono de um quiosque no litoral de São Paulo e só quer saber de diversão. Eterno namorador, ele detesta grandes responsabilidades e não pensa em ter nada sério com ninguém. Mas sua vida toma um rumo totalmente diferente quando uma ex-namorada americana larga um bebê com ele e desaparece. Juca então parte para os Estados Unidos na intenção de devolver a criança, sem nem imaginar que começaria a gostar da ideia de ser pai.

 

bb770c20872c48c70dddf2f8750cab08_XL

Eu Só Posso Imaginar: Drama de Alex Cramer.

Sinopse: Bart Millard é o vocalista da banda cristã MercyMe, e tem o relacionamento conturbado com seu pai, que sempre o tratou de maneira dura e nunca entendeu seu amor pela música. Conseguindo forças através de Deus, Bart resolve então eternizar sua relação em uma canção, “I Can Only Imagine”.

https://poltronadecinema.wordpress.com/2018/05/25/poltrona-cabine-eu-so-posso-imaginar-cesar-augusto-mota/

 

joao-de-deus-o-silencio-e-uma-preceJoão de Deus – O Silêncio É UmaPrece: Documentário com direção de Cande Salles.

Sinopse: A história do famoso médium João de Deus desde sua infância paupérrima no interior de Goiás até o presente momento, onde ele incorpora médicos e parece ter adquirido poderes curativos. Ademais, o documentário também relata a descoberta do dom paranormal e narra o bullying que o médium sofreu daqueles que duvidavam de sua sensibilidade.

 

gnomeu-e-julieta-o-misterio-do-jardim.jpgGnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim –  Animação de John Stevenson.

Sinopse: Gnomeu e Julieta chegam à Inglaterra, preocupados em preparar o jardim para a primavera e rever os amigos britânicos. No entanto, a dupla começa a perceber que os gnomos estão sendo sequestrados em toda a cidade. Eles recorrem ao gênio da investigação Sherlock Gnomes que, junto de seu fiel companheiro Watson, embarca numa aventura para solucionar o mistério.

 

paraiso-perdido

 

Paraíso Perdido: Ficção de Monique Gardenberg.

Sinopse: José tem três filhos, sendo um deles adotivo, e é avô de um casal de jovens. Sua família, marcada por perdas e desencontros, tenta ser feliz numa antiga boate chamada Paraíso Perdido, onde cantam músicas populares e românticas.

Por: Vitor Arouca

 

Esportes na Poltrona/ Premier League Legends

Esportes na Poltrona/ Premier League Legends

O campeonato inglês é o mais bonito e o que tem os melhores jogos do mundo. Todo apaixonado por futebol para pra assistir um Arsenal x Liverpool, Chelsea x Manchester United, Manchester City x Manchester United.

O Premier League Legends é um documentário da Netflix com diversos jogadores que fizeram história na Inglaterra. Duas temporadas de entrevistas com duração de 26 minutos.

Destaques para as entrevistas de Thierry Henry (Francês), Ruud Van Nistelrooy (Holandês) e por ser brasileiro destaco a do Juninho Paulista.

ff95d003261d77a97c8e0f474122265c674a5d5d

Por: Vitor Arouca

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana

2232385

 

Deadpool 2: Ação de David Leitch.

Sinopse: Sequência das aventuras do Mercenário Tagarela, interpretado por Ryan Reynolds. Na história original, o herói adquire superpoderes após uma experiência científica, e decide se vingar da pessoa responsável por sequestrar sua namorada.

https://wordpress.com/post/poltronadecinema.wordpress.com/21703

 

a-abelhinha-maya-o-filmeA Abelinha Maya: Animação de Noel Cleary e Sergio Delfino.

Sinopse: Maya é uma abelhinha muito querida, ela e seu melhor amigo, Willy, estão a procura de diversão. Um dia, acidentalmente, ela surpreende de maneira negativa a Imperatriz de Buzztropolis, como consequência, é forçada a participar dos Jogos de Mel e assim salvar sua colmeia. Na competição, a abelhinha irá conhecer novos amigos, além de adversários extremamente habilidosos, e enfrentar situações inéditas e desafiadoras.

 

o-processo

 

O Processo: Documentário sobre política com direção de Maria Augusta Ramos.

Sinopse: A crise política que afeta o Brasil desde 2013 sem nenhum tipo de abordagem direta, como entrevistas ou intervenções nos acontecimentos. A diretora Maria Augusta Ramos passou meses no Planalto e no Congresso Nacional captando imagens sobre votações e discussões que culminaram com a destituição da presidenta Dilma Rousseff do cargo.

 

paris-8

 

Paris 8: Drama de Jean-Paul Civeyrac.

Sinopse: Etienne se muda para Paris com a intenção de realizar o seu sonho de estudar cinema. Na faculdade ele conhece Mathias e Jean-Noel, dois jovens que compartilham objetivos similares aos seus. No entanto, ao longo do ano, o estudante descobre que nem tudo sai como o planejado e, junto com os seus amigos, experiência uma série de situações inusitadas e inéditas em sua vida.

Por: Vitor Arouca

Documentário ‘O Pacto De Adriana’, da diretora chilena Lissette Orozco, estreia nesta sexta no Rio

Documentário ‘O Pacto De Adriana’, da diretora chilena Lissette Orozco, estreia nesta sexta no Rio

Vencedor do prêmio do júri da última Mostra Internacional de Cinema, o documentário chileno “O Pacto de Adriana”, filme de estreia da diretora chilena Lissette Orozco, estreia com exclusividade nesta sexta-feira, 11/05, no IMS – Instituto Moreira Salles/Rio.

No longa, a diretora enfrenta a própria tia, Adriana, apontada como exemplo para a sobrinha até o instante em que se descobre que ela integrou a polícia secreta de Pinochet, responsável por torturas e mortes durante a ditadura militar do país.

“Revelo a minha família e seus segredos, a memória e meu exemplo durante a infância.Uma história intimista, com um olhar fresco sobre um passado obscuro que não vivi, mas que assombra meu presente como um fantasma”, afirma Orozco.

Em 2017, durante a 41ª Mostra Internacional de São Paulo, o filme foi escolhido pelo júri internacional do evento para receber o troféu Bandeira Paulista, destinado a novos diretores com produções no evento.

FICHA TÉCNICA:

FILME: O Pacto de Adriana (El Pacto de Adriana)

Produção: Storyboard Media (Chila), Salmon Producciones (Chile)

Produzido por: Gabriela Sandoval, Carlos Nuñez e Benjamin Band

Fotografia: Julio Zúñiga, Daniela Ibaceta e Brian Martinez

Roteiro e direção : Lissette Orozco

Ano de produção: 2017

País: Chile

Duração: 96 minutos

Gênero : Documentário

Idioma original: Espanhol, Inglês

SINOPSE:

Quando era criança tinha um grande exemplo minha tia Adriana. Em 2007 ela foi detida e eu descobri que trabalhava para a DINA em sua juventude, a policia secreta da ditadura de Pinochet. Um tempo depois, já na democracia, fugiu do pais enquanto respondia a um processo judicial pelo assassinato de um importante dirigente comunista. Hoje minha tia vive um pesadelo. Na Austrália, residentes chilenos pedem a sua extradição e protestam contra ela frequentemente. O caso estourou na imprensa. Não me dei conta como estava envolvida com seu terrível passado e agora sou parte de seu delirante presente. Eu tive acesso privilegiado as vitimas da ditadura e estou disposta a ir as últimas conseqüências para conhecer a verdade e saber quem era realmente minha tia Adriana.

TRAILER:

Prêmios e menções

Berlinale Film Peace Award / Nominada a Glashutte Original Documentary Award / Panorama

Festival Internacional de Cine de Guadalajara – Premio Especial do Júri

Cinelatino – Toulouse / Premio SIGNIS de melhor documentário

Festival Cinematográfico Internacional Del Uruguay – FCIU / Melhor Filme – Direitos Humanos

BAFICI / Menção Especial do Júri

DocumentaMadrid / Competição Oficial internacional de documentários

Krakow Film Festival / Silver Horn para direção (melhor documentário)

Moscow International Film Festival / competição internacional de documentários

Sydney Latin American Film Festival

Panorâmica – Estocolmo

Nuremberg International Human Rights Film Festival – Competição oficial

BFI London Film Festival

Haifa International Film Festival

Bogotá International Film Festival BIFF

Chicago International Film Festival

Mostra Internacional de Cinema de São Paulo – Melhor Filme – Troféu Bandeira Paulista

Distribuição Brasileira: FJ Cines    www.fjcines.com.br

Classificação Indicativa: Livre

Estréia:

11/05/2018 – com exclusividade no IMS – Rio de Janeiro.

Cinema • Instituto Moreira Salles

Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea

Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 22451-040

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana/ Parte 02

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana/ Parte 02

exorcismos-e-demonios

 

Exorcismos e Demônios: Terror de Xavier Gens.

Sinopse: Quando um padre é sentenciado à prisão após a morte de uma freira em que praticou um exorcismo, uma jornalista investigativo se esforça para desvendar de fato se ele assassinou uma pessoa mentalmente doente ou se apenas perdeu uma batalha contra uma presença demoníaca.

 

o-terceiro-assassinato

 

 

O Terceiro Assassinato: Drama e Suspense de Kore-eda Hirokazu.

Sinopse: O advogado Shigemori é obrigado a pegar um caso de assassinato na defesa de Misumi, que tem um registro criminal que aconteceu há 30 anos. Mesmo Misumi confessando a autoria do homicídio, enfrentando a sentença de morte, Shigemori tem dúvidas sobre a culpa dele no caso.

 

 

2972_capaConstruindo Pontes: Documentário.

Sinopse: Heloisa Passos, a cineasta, é filha de Álvaro, um engenheiro civil que viveu seu auge na carreira durante a Ditatura Militar no Brasil. No entanto, o momento que para ele foi uma oportunidade de mostrar seu trabalho, para outros, como para sua própria filha, foi um tempo marcado pelo autoritarismo. Agora, entre memórias do passado e um futuro incerto diante da atual instabilidade política no País, pai e filha procuram outras formas de enxergar o mundo.

Por: Vitor Arouca

Documentário sobre Paulo José estreia dia 10 de maio

Documentário sobre Paulo José estreia dia 10 de maio

A carreira de Paulo José contada em forma de poesia. O documentário TODOS OS PAULOS DO MUNDO, dirigido por Gustavo Ribeiro e Rodrigo de Oliveira, traz um panorama da trajetória de um dos maiores atores dos palcos e das telas, do Brasil. Distribuído através do Projeto Sessão Vitrine Petrobras, o filme chega aos cinemas no dia 10 de maio.

Produzido por Vania Catani, da Bananeira Filmes, o longa mistura imagens de arquivo da extensa carreira de Paulo com momentos atuais, navegando por estilos diversos de documentário, numa livre relação poética entre Paulo José, seu legado material e seu autorretrato verbal, mediado pelos realizadores.

“TODOS OS PAULOS DO MUNDO nasce da conjunção de três pessoas que amavam separadamente o grande Paulo José e se reúnem meio por acaso, Vania, eu, e meu codiretor, Gustavo Robeiro”, explica um dos diretores do longa, Rodrigo de Oliveira, que completa, “O amor explica a razão da existência do nosso filme, mas é o próprio Paulo e seu trabalho incansável por décadas e décadas como ator, diretor e pensador do cinema e da cultura brasileira que nos guia. Não existe ator brasileiro cuja carreira ilumine tão diretamente a constituição do Brasil como realidade e como utopia, as mazelas, o charme, a tragédia e a alegria. Nós tínhamos um homem fazendo 80 anos de vida, a voz já tímida pelos anos de convivência com o Parkinson, mas ainda ativo e disposto a colaborar no filme conosco. Ao mesmo tempo, existia um material vasto não só de seu trabalho, mas de seu pensamento registrado ao longo dos anos, que nos fazia acreditar que confiando na eloquência da arte do Paulo, nós conseguiríamos mostrar a complexidade e a amplitude da voz desse homem.”.

Presente no imaginário brasileiro desde os anos 60, os personagens de Paulo José incorporam as inúmeras tradições e contradições do caráter nacional, dessa maneira, além de um documento sobre o artista, TODOS OS PAULOS DO MUNDO lança uma visão sobre o passado recente do Brasil. Ator símbolo dos tempos que atravessou, é, ao mesmo tempo, testemunha e agente das transformações acontecidas no último meio século da nossa história.

Ele traduziu tanto a imagem do espírito livre dos anos 60 (nos filmes com Domingos de Oliveira, Todas as Mulheres do Mundo e Edu, Coração de Ouro) quanto a ressaca do golpe militar e a incorporação do desespero pós-AI-5 (em A Vida Provisória, de Maurício Gomes Leite, e A Culpa, também de Domingos); acompanhou todos os movimentos do cinema brasileiro, da paródia “chanchadesca” de Cassy Jones, o Magnífico Sedutor (de Luis Sérgio Person),  aos dramas da era Embrafilme (como em O Rei da Noite, de Hector Babenco); esteve no coração da Retomada nos anos 90, e seguiu trabalhando com uma nova geração de realizadores surgidas nos anos 2000; com gosto pelo popular, transmitiu da alegria do Shazam, Xerife & Cia ao pesar do Orestes de “Por Amor” para milhões de brasileiros na televisão, onde, ainda, dirigiu inúmeros programas definidores do meio e cuja influência estética e conceitual se sente até hoje.

Sobre a carreira do filme nos festivais, o codiretor Gustavo Ribeiro comemora, “O filme foi selecionado para todos os festivais em que foi inscrito. Em 2017 houve a estreia do filme no Festival do Rio, em uma sessão muito emocionante, no Cine Odeon lotado. Em São Paulo, foi exibido em outra sessão lotada e emocionante durante a 41.Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, no Espaço Itaú. Nas duas sessões, Paulo José foi aplaudido de pé.”. Além disso, TODOS OS PAULOS DO MUNDO foi exibido no 13. Panorama Internacional Coisa de Cinema, em Salvador, no 10. Janela Internacional de Cinema, em Recife e no Festival de Tiradentes. Sua estreia internacional no 39. Festival Internacional del Novo Cine Latinoamericano de Havana.

SINOPSE

Paulo José é um ícone brasileiro. O talento sem igual, a voz inconfundível, o carisma e a versatilidade acompanham as seis décadas de sua trajetória como ator, diretor e pensador do país. TODOS OS PAULOS DO MUNDO narra a vida e a obra do maior ator do cinema brasileiro através dos que viveu e das reflexões que Paulo José, há vinte cinco anos personagens convivendo com o Mal de Parkinson, consegue articular ainda hoje, às vésperas de seu aniversário de 80 anos. Diante da perda da voz, um artista que insiste em falar e que encontra em “TODOS OS PAULOS DO MUNDO” a caixa amplificadora de seu verbo para o mundo.

 

Por Anna Barros