Três filmes esportivos conquistam o Oscar/ Poltrona Esportes

Três filmes esportivos conquistam o Oscar/ Poltrona Esportes

kobe-bryant.pngDear Basketball: Conquistou o prêmio de Melhor Curta de Animação.

O curta foi exibido pela primeira vez na cerimônia de aposentadoria das camisas 8 e 24 de Kobe Bryant pelo Los Angeles Lakers em dezembro de 2017, O curta transforma em animação a carta de despedida que Kobe escreveu ao The Player’s Tribune, em novembro de 2015, anunciando que se aposentaria do basquete ao final daquela temporada.

 

icarus-netflix-760x428.pngÍcaro: Venceu o prêmio de Melhor Documentário.

O documentário mostra o experimento de um ciclista amador que decidiu servir como cobaia para provar que é possível se dopar, competir e não ser pego. Primeiro Oscar da Netflix.

 

i-tonyaEu, Tonya: Ganhou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante com Allison Janney.

Desde muito pequena exibindo talento para patinação artística no gelo, Tonya Harding cresce se destacando no esporte e aguentando maus-tratos e humilhações por parte da agressiva mãe. Entre altos e baixos na carreira e idas e vindas num relacionamento abusivo com Jeff Gillooly, a atleta acaba envolvida num plano bizarro durante a preparação para os Jogos Olímpicos de Inverno de 1994. Baseado em fatos reais.

 

Por: Vitor Arouca

Anúncios
Poltrona Esportes/ Surfar por uma nova vida/ Por: Vitor Arouca

Poltrona Esportes/ Surfar por uma nova vida/ Por: Vitor Arouca

ed600068091d25b4c9634f10c2bbd104efb7c63aO surfe antigamente era reconhecido como um esporte de pessoas que não queriam nada com a vida, mas com o passar do tempo isso foi mudando e hoje se tornou uma profissão reconhecida, continua colocando as pessoas no caminho correto da vida devido a diversão e ao prazer que é de pegar uma onda.

Este documentário é original da Netflix e tem apenas 27 minutos. Relata como o surfe mudou a vida de ex militares norte-americanos que depois da Guerra ficaram com traumas piscológicos, alguns sem membros do corpo e a maioria deles já tentaram se matar, mas devido a prática do surfe eles viram que é possível viver, pois a maior dificuldade era sair vivo de uma guerra e eles conseguiram.

Sensacional documentário que nos mostra que somos capazes de tudo e o importante da vida e não desistir e estar sempre ao lado das pessoas que nos amam.

5/5

http://www.adorocinema.com/filmes/filme-251829/trailer-19556075/

Cinefoot no Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte agitam o fim de ano dos apaixonados por cinema e futebol

Cinefoot no Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte agitam o fim de ano dos apaixonados por cinema e futebol

 

cinefoot

Cinefoot é um festival de filmes futebolísticos. Este ano está acontecendo a oitava edição do festival e quatro cidades do Brasil vão transmitir os filmes.

Rio de Janeiro: 23/11 até 28/11 – Espaço Itaú de Cinema (Botafogo).

24/11 até 27/11 – CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil – Centro).

28/11 – Consulado Geral da França (Centro).

30/11 até 03/12 – CCJF (Centro Cultural Justiça Federal – Centro).

Niterói, RJ: 24/11 até 29/11 – Cine Arte UFF (Icaraí).

São Paulo: 01/12 até 03/12 – Museu do Futebol – Auditório Armando Nogueira (Estádio do Pacaembu).

Espaço Itaú de Cinema – 04/12 até 05/12 – Rua Augusta.

Belo Horizonte: 30/11 até 03/12 –  Museu Brasileiro do Futebol – Mineirão.

Programação do dia 26/11 no Rio de Janeiro:  Espaço Itaú de Cinema (Botafogo) –

17h – Campinho.

19h – Curta – Metragem Mexicano e You’ll Never Walk Alone.

21h15 – Curta – Metragem Inglês e Listas Pretas e Brancas: A história da Juventus.

CCBB: 18h – Boniek & Platini. Mais triste que chuva num recreio de colégio. Líbano ganha a Copa do Mundo.

Por: Vitor Arouca

 

 

 

Poltrona Cabine/ Esportes na Poltrona/ Pelé – O Nascimento de uma Lenda/ Por: Vitor Arouca

Poltrona Cabine/ Esportes na Poltrona/ Pelé – O Nascimento de uma Lenda/ Por: Vitor Arouca

d3df5ab529cc57a70c8de1ccc5bedab4_XL.jpgO filme fala sobre a vida de Pelé dos 10 anos até os 17 (1950 até 1958). Pelé vivia em Bauru com a sua família. Estudava e trabalhava como engraxate pois sua mãe mandava, mas o grande sonho de Pelé era ser jogador de futebol.

O pai de Pelé, Dondinho, apoiava o filho, já Lúcia, mãe do menino não gostava de jeito nenhum da ideia. Pelé e seus amigos escutaram a final da Copa do Mundo de 1950 e ficaram tristes com a perda do título da seleção brasileira. Vendo o seu pai chateado, Dico promete para Dondinho que traria um título de Mundial para o Brasil.

Dico como era chamado por seus pais foi levado pelo olheiro Waldemar de Brito para fazer um teste no Santos Futebol Clube. Com apenas 15 anos, o jovem tinha uma grande chance de mostrar as suas habilidades e conseguir uma vaga num dos maiores times de futebol do mundo.

Dico passou no teste e de lá para o time profissional e seleção brasileira foi um pulo. Em dois anos, o menino saiu de Bauru e foi pra Suécia conquistar a primeira Copa do Mundo para o Brasil, um feito enorme conquistado por um rapaz de 17 anos.

O filme é interessante, mas muitas cenas da película não existiram na vida real. Outro ponto negativo do filme é não ser na língua portuguesa.

Poltronas: 2,5/5.

 

Esportes na Poltrona/ Fora de Casa: Brasileiros Apaixonados por Clubes Estrangeiros

Esportes na Poltrona/ Fora de Casa: Brasileiros Apaixonados por Clubes Estrangeiros

Este documentário foi o trabalho de conclusão de curso dos alunos, Leonardo Zacarin e Lucas Leite, da Faculdade Unesp em Bauru (SP), no curso de Jornalismo.

O documentário mostra brasileiros que torcem e são apaixonados por times europeus e a análise de jornalistas renomados sobre o caso.

Torcedores do Real Madrid, Bayern de Munique e do Munique 1860 foram entrevistados e explicaram o surgimento do amor por times de fora do Brasil.

Um documentário interessante e válido para o momento em que vivemos.

Por : Vitor Arouca

Esportes na Poltrona/ A Batalha dos Aflitos

Esportes na Poltrona/ A Batalha dos Aflitos

galatto-e-anderson-batalha-dos-aflitos.png
Galatto e Anderson os heróis gremistas

No ano de 2005 o Grêmio disputou pela segunda vez a Série B do Campeonato Brasileiro, a primeira foi em 1992. O documentário de hoje é uma constatação sobre o último jogo da equipe gaúcha pela Segunda Divisão de 2005.

Náutico e Grêmio se enfrentaram no estádio dos Aflitos (PE). O vencedor da partida garantia sua classificação para a Primeira Divisão do ano seguinte. Um batalha no campo devido a marcação de um pênalti inexistente contra o Grêmio, os jogadores gremistas se revoltaram e impediram durante 27 minutos a cobrança da penalidade máxima, a expulsão de quatro jogadores do Grêmio e no fim a heroica vitória do Tricolor.

O documentário apresenta lances importantes da partida, entrevistas com os torcedores, jogadores, comissão técnica, dirigentes que relatam o o fim de semana do confronto desde a hostilidade dos torcedores do Náutico até mesmo da Polícia Militar de Pernambuco.

O dia 26 de novembro de 2005 está na memória dos apaixonados por futebol no Brasil.

Por: Vitor Arouca

Poltrona Esportes/ Grito de Gol – O Grito da Emoção/

Poltrona Esportes/ Grito de Gol – O Grito da Emoção/

Procurando algum documentário ou filme para escrever aqui no blog, achei interessante este documentário sobre narração rádio esportiva feito pelos alunos da Faculdade Maurício de Nassau (Recife), em 2010.

O documentário produzido por Rafael Aguiar, Ygo Gomes e Tyago Hermes de Souza mostra a emoção de narrar o futebol no rádio e na televisão. Narradores renomados no Brasil e na região Nordeste contam um pouco da sua história dentro da narração esportiva. O narrador mais conhecido no Brasil entre os citados no documentário, é o Rembrant Junior da TV Globo do Recife.

O documentário traz uma  boa inspiração e algumas dicas para quem deseja seguir a carreira de narrador, repórter e comentarista esportivo.