Festival do Rio 2017: Conheça a relação de todos os vencedores da 19ª edição do evento

Festival do Rio 2017: Conheça a relação de todos os vencedores da 19ª edição do evento

A 19ª edição do Festival do Rio chegou ao fim neste domingo(15), com a cerimônia de premiação realizada no Cine Odeon, na Cinelândia, Centro do Rio. O longa de terror “As Boas maneiras”, com direção de Juliana Rojas e Marco Dutra, foi o grande vencedor, tendo vencido cinco categorias da mostra – Melhor longa metragem de ficção pelo júri oficial, Melhor atriz coadjuvante, Prêmio da Federação Internacional de Críticos de Cinema, Melhor fotografia, Melhor longa de ficção do Prêmio Félix.

O filme foi acompanhado de perto por “Aos Teus olhos”, de Carolina Jabor, que faturou quatro premiações – Melhor ator coadjuvante, Melhor roteiro, Melhor longa de ficção pelo voto popular, Melhor ator.

Confira abaixo a relação completa com todos os premiados do evento.

VENCEDORES DA PREMIÈRE BRASIL, OUTROS PRÊMIOS e Público

Première Brasil – ficção e documentário / longa e curta

JÚRI
presidido por Antônio Saura e composto por Caio Gullane, Heloísa Passos, Leandra Leal e Paz Encina

MELHOR LONGA-METRAGEM DE FICÇÃO – As Boas Maneiras, de Juliana Rojas, Marco Dutra. produzidopor Sara Silveira, Maria Ionescu, Clément Duboin e Frédéric Corvez

MELHOR LONGA-METRAGEM DE DOC – Piripkura, de Mariana Oliva, Renata Terra, Bruno Jorge. produzido por Mariana Oliva

MELHOR CURTA-METRAGEM – Borá, de Angelo Defanti. produzido por Sara Silveira, Bárbara Defanti e Cristina Alves

Menção Honrosa curta-metragem Roberta Gretchen Coppola, por Vaca Profana

MELHOR DIREÇÃO DE FICÇÃO – Lúcia Murat, por Praça Paris

MELHOR DIREÇÃO DE DOC – Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’Alva, por Slam: Voz de Levante

MELHOR ATRIZ – Grasse Passô, por Praça Paris

MELHOR ATOR – Daniel de Oliveira, por Aos Teus Olhos e Murilo Benício por O Animal Cordial

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE – Marjorie Estiano, por As Boas Maneiras

MELHOR ATOR COADJUVANTE – Marco Rica, por Aos Teus Olhos

MELHOR FOTOGRAFIA – Rui Poças, por As Boas Maneiras

MELHOR MONTAGEM – Caroline Leone, por Alguma Coisa Assim

MELHOR ROTEIRO – Lucas Paraizo, por Aos Teus Olhos

PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI – Slam: Voz de Levante

NOVOS RUMOS
Júri composto por Allan Ribeiro, Bruna Linzmeyer e Bruno Safadi

MELHOR FILME – A parte do mundo que me pertence de Marcos Pimentel. produzido por Luana Melgaço

MELHOR CURTA – Atrito, de Diego Lima

PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI – Vende-se Esta Moto, de Marcus Faustini

VOTO POPULAR:

MELHOR LONGA FICÇÃO: Aos Teus Olhos, de Carolina Jabor. produzido por Carolina Jabor e Leonardo Monteiro de Barros


MELHOR LONGA DOCUMENTÁRIO: Dedo na Ferida, de Silvio Tendler. Produzido por SILVIO TENDLER

MELHOR CURTA: Vaca Profana, de René Guerra. produzido por Juliana Vicente

PRÊMIO DA CRÍTICA FIPRESCI

Júri composto por – Ana Rodrigues, Chico Fireman, Francisco Russo

Para : As Boas Maneiras, de Juliana Rojas e Marco Dutra

PRÊMIO FELIX

Júri composto por – Eduardo Graça, Isabel Penoni, João do Corujão

Melhor Longa Ficção: As Boas Maneiras, de Juliana Rojas e Marco Dutra. , produzido por Sara Silveira, Maria Ionescu, Clément Duboin e Frédéric Corvez

Melhor Longa Doc: Queercore: How to Punk a Revolution, de Yony Leyser. produzido por Thomas Janze

Melhor Curta: Sandra Chamando, de João Cândido Zacharias. produzido por Tatiana Leite

Por: Cesar Augusto Mota

Anúncios
O Filme da Minha Vida/Anna Barros

O Filme da Minha Vida/Anna Barros

Selton Mello está postando no seu Instagram para divulgar sua nova película: O Filme Da Minha Vida e perguntando às pessoas qual é o filme da sua vida. O meu, por um longo e tenebroso inverno foi Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças. Filme-cabeça de Michel Gondry que fala de relacionamentos que queremos esquecer! E no filme, os protagonistas procuram especialistas que fazem isso de forma profissional, mexendo no cérebro através de reprogramação. É um filme profundo e questionador, tendo Jim Carey no papel principal.

Só que agora, um filme superou esse para mim: Como Eu Era Antes de Você. Mesmo tendo como pano de fundo a eutanásia, que eu sou inteiramente contra, o filme toca muito. Inspirado no livro de Jojo Moyes, que eu também li depois de ver, ele fala de um relacionamento improvável onde a cuidadora fica amiga do paciente tetraplégico e eles acabam de apaixonando. Só que não é um filme de amor, é um filme que fala da amizade, porque a convivência com ele transforma totalmente a vida dela, que sempre ficou à mercê dos outros, se anulando, e após conhecê-lo, acaba  sendo dona da própria vida, se sentindo capaz de realizar todos os seus sonhos, mesmo achando que a família não aposta muito nela, a achando inteiramente limitada. É um filme reflexivo. Que a gente não se cansa de ver e rever. E cada vez, obtém-se uma perspectiva nova do relacionamento deles, do dela com os pais, do dele com os seus, de como o passado o afeta e principalmente de como Will incentiva Louisa a aproveitar a vida, a sugar tudo que ela é capaz de ter.

O final é triste e surpreendente porque ele não vê pleno em sua vida e acaba abdicando do amor que tem por ela para desistir de tudo. Quem assiste ao filme não tem como não se debulhar em lágrimas e mais lágrimas.

É um filme simplesmente maravilhoso, até aqui O Filme da Minha Vida.

Se não viu, corra para ver. Passa toda hora no Telecine!

Anna Barros

 

 

Homem-Aranha: De Volta ao Lar/ Fiquem para as cenas pós-créditos

Homem-Aranha: De Volta ao Lar/ Fiquem para as cenas pós-créditos

homem-aranha-poster.jpgHomem-Aranha: De Volta ao Lar estreia no dia 06 de julho aqui no Brasil, mas aos poucos novos detalhes sobre o filme são divulgados.

Quem for assistir o filme deixe para sair da sala de cinema depois das “duas cenas pós-créditos”.

Sinopse: Depois de atuar ao lado dos Vingadores, chegou a hora do pequeno Peter Parker (Tom Holland) voltar para casa e para a sua vida, já não mais tão normal. Lutando diariamente contra pequenos crimes nas redondezas, ele pensa ter encontrado a missão de sua vida quando o terrível vilão Abutre (Michael Keaton) surge amedrontando a cidade. O problema é que a tarefa não será tão fácil como ele imaginava.

A película foi produzida pela Marvel Studios e Sony Pictures, terá Jon Watts na direção. O elenco traz Tom Holland como Peter Parker/Homem-Aranha, Marisa Tomei como Tia May, Robert Downey Jr como Tony Stark/Homem de Ferro e Michael Keaton como o principal vilão.

Por: Vitor Arouca

 

21ª Edição do Cultura Inglesa Festival

21ª Edição do Cultura Inglesa Festival

21-Cultura-Inglesa-FestivalO evento é do curso de inglês “Cultura Inglesa”, que busca unir a cultura brasileira com a inglesa. Muita música e filmes vão fazer parte desse encontro cultural em São Paulo, que acontece entre os dias 25 de maio e 18 de junho, no Centro Cultura de São Paulo, com entrada franca.

Os filmes de Harry Potter serão exibidas nos três últimos dias do festival – 16, 17 e 18 de junho, na sala Lima Barreto, do Centro Cultural São Paulo. Os dois últimos longas da franquia, Relíquias da Morte Parte 1 e Parte 2, serão exibidos nos Jardins Suspensos do Centro Cultural de São Paulo.

No festival também terá música .Os shows de Karol Conká, em tributo a David Bowie, e da cantora britânica Charlie XCX, animam os frequentadores.

Confira a programação completa no site – https://www.culturainglesasp.com.br/wps/portal/Internet_New/cif

Por: Vitor Arouca

 

 

 

 

 

 

Segunda gratuita no Espaço Itaú

Segunda gratuita no Espaço Itaú

O Espaço Itaú de Cinema vai realizar nesta segunda (06/03) uma super promoção de ingressos grátis em todas as suas franquias. Para conseguir os ingressos é preciso entrar no site (ingresso.com), com limite de dois bilhetes por pessoa.

A promoção vale pro Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Salvador, Porto Alegre e Curitiba.

Os filmes disponíveis variam de acordam com os Estados. Mas é claro que os ganhadores do Oscar estão em cartaz, Moonlight: Sob a Luz do Luar”e “La La Land: Cantando Estações.”

download-16

 

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana/ Parte 2

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana/ Parte 2

armas-na-mesa-poster-desktop

 

Armas na Mesa: Drama de John Madden.

Sinopse: A história de Elizabeth Sloane, poderosa estrategista política que arrisca sua carreira a fim de passar com sucesso uma emenda com leis de controle de armas mais rígidas.

 

2420_capa

 

 

Jackie: Drama de Pablo Larraín.

Sinopse: Jacqueline Kennedy, inesperadamente viúva, lida com o trauma nos quatro dias posteriores ao assassinato de seu marido, o então presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy.

 

2421_capaTOC – Transtornada Obsessiva Compulsiva: Comédia de Teo Poppovice e Paulo Caruso. Atriz principal é a Tatá Werneck.

Sinopse: A comédia foi inspirada em uma ideia original de Tatá Werneck, que vive Kika,  uma atriz que está em novelas, campanhas publicitárias e é idolatrada por milhões de fãs. Mas por trás das aparências, está em crise com sua vida pessoal e profissional. Ela precisa lidar com um fã obsessivo, um namorado galã sem noção e os compromissos profissionais marcados pela exigente empresária. Durante o lançamento de um livro de autoajuda que nem mesmo escreveu, Kika recebe a misteriosa visita do verdadeiro autor da obra, que lhe entrega uma mensagem cifrada antes de sumir sem deixar vestígios. Com a ajuda de um dos vendedores da livraria, o fracassado Vladimir, Kika tentará resolver o enigma que pode colocar um fim à sua crise.

 

2413_capa.jpg

 

The Beatles: Eight Days a Week: Documentário de Ron Howard.

Sinopse: Através de inúmeras entrevistas, imagens de arquivo e outros materiais audiovisuais, esta é uma exploração aprofundada e afetiva sobre a história e o impacto exercido pelos 250 concertos que os Beatles realizaram entre os anos de 1963 e 1966, quando ainda excursionavam pelo mundo e quando consolidaram sua reputação de “mais famosos que Jesus”, nas palavras de John Lennon.

Por: Vitor Arouca

Melhores filmes de 2016 no CCBB em janeiro

Melhores filmes de 2016 no CCBB em janeiro

A Mostra Melhores Filmes do Ano é um evento renomado no calendário do cinema carioca que acontece no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) durante o mês de janeiro. Os filmes são escolhidos pela Associação  de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro (ACCRJ).

Os destaques são as películas “Aquarius” e “Elle”.

Confira a programação da Mostra Melhores Filmes do Ano 2016:

Quarta, 18/01
15h00 –  Carol (EUA, 2015), de Todd Haynes.
17h30 –  Elle (França, 2016), de Paul Verhoeven.
19h30 –  Debate com a atriz Bianca Comparato, além dos membros da ACCRJ Ana Rodrigues e Rodrigo Fonseca.

Quinta, 19/01
16h00- Taxi Teerã (Irã, 2015), de Jafar Panahi.
17h30 – Filho de Saul (Hungria, 2015), de László Nemes.
19h30- Debate com o músico João Barone e a cineasta Petra Costa, além dos membros da ACCRJ Filippo Pitanga e Ricardo Cota.

Sexta, 20/01
15h00- Certo Agora, Errado Antes (Coréia do Sul, 2015), de Hong Sang-soo.
17h30 – As Montanhas Se Separam (China, 2015), de Jia Zhang-ke.
19h30 – Debate com o cineasta Dodô Azevedo, além dos membros da ACCRJ Gilberto Silva Jr. e Pedro Butcher.

Sábado 21/01
19h – Elle (França, 2016), de Paul Verhoeven.

Domingo, 22/01
15h00 – Certo Agora, Errado Antes (Coréia do Sul, 2015), de Hong Sang-soo.
17h30 – O Cavalo de Turim (Hungria, 2011), de Béla Tarr e Ágnes Hranitzky.

Segunda, 23/01
14h10 – Os Oito Odiados (EUA, 2015), de Quentin Tarantino.
17h40 – Café Society (EUA, 2016), de Woody Allen.
19h30 – Debate com a cineasta Júlia Rezende, além dos membros da ACCRJ Luiz Fernando Gallego e Marcelo Janot.

Quarta, 25/01
15h00- O Cavalo de Turim (Hungria, 2011), de Béla Tarr e Ágnes Hranitzky.
17h40 – A Bruxa (EUA, 2015), de Robert Eggers.
19h30 – Debate com a atriz Stella Brajterman, além dos membros da ACCRJ Carlos Brito e Mario Abbade.

Quinta, 26/01
15h00 – Aquarius (Brasil, 2016), de Kleber Mendonça Filho.
17h40- Anomalisa (EUA, 2015), de Charlie Kaufman.
19h30 – Debate com o diretor de animação Andrés Lieban, além dos membros da ACCRJ Leonardo Luiz Ferreira e Ricardo Largman.

Sexta, 27/01
14h00 – Filho de Saul (Hungria, 2015), de László Nemes.
16h00 – A Bruxa (EUA, 2015), de Robert Eggers.
18h00 – Os Oito Odiados (EUA, 2015), de Quentin Tarantino.

Sábado, 28/01
16h00 – Café Society (EUA, 2016), de Woody Allen.
18h00 – Anomalisa (EUA, 2015), de Charlie Kaufman.

Domingo, 29/01
15h30 – As Montanhas se Separam (China, 2015), de Jia Zhang-ke.
18h00 – Carol (EUA, 2015), de Todd Haynes.

Segunda, 30/01
16h30 – Meu Amigo Hindu (Brasil, 2015), de Hector Babenco.
18h30 – Cópia Fiel (França, 2010), de Abbas Kiarostami.

Quarta, 01/02
16h00 – Aquarius (Brasil, 2016), de Kleber Mendonça Filho.
19h00 – Taxi Teerã (Irã, 2015) de Jafar Panahi.

Quinta, 02/02
16h00 – Cópia Fiel (França, 2010), de Abbas Kiarostami.
18h00 – As Montanhas se Separam (China, 2015), de Jia Zhang-ke.

Sexta, 03/02
16h00 – Taxi Teerã (Irã, 2015) de Jafar Panahi.
18h00 – Os Oito Odiados (EUA, 2015), de Quentin Tarantino.

Sábado, 04/02
16h00 – Anomalisa (EUA, 2015), de Charlie Kaufman.
18h00 – Café Society (EUA, 2016), de Woody Allen.

Domingo, 05/02
16h00 – Carol (EUA, 2015), de Todd Haynes.
18h30 –A Bruxa (EUA, 2015), de Robert Eggers.

Segunda, 06/02
16h00 – Meu Amigo Hindu (Brasil, 2015), de Hector Babenco.
18h30 – Cópia Fiel (França, 2010), de Abbas Kiarostami.

Informações de ingressos somente na bilheteria do CCBB do RJ.
Por: Vitor Arouca