Poltrona Estreia/ Estreias da Semana/ Parte 1

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana/ Parte 1

lino.jpgLino: Animação de Rafael Ribas. Dublagem – Selton Mello, Paolla Oliveira, Dira Paes.

Sinopse: Lino trabalha como animador de festas, mas não aguenta mais ter que suportar todos os maus tratos feitos pelas crianças, que zombam dele por trabalhar com uma ridícula fantasia de gato gigante. Determinado a mudar sua vida, ele contrata os serviços de um feiticeiro, mas, inesperadamente, a magia acaba sendo um tiro no pé e Lino se transforma justamente em um felino enorme.

 

2690_capa.jpg

 

Polícia Federal – A Lei é Para Todos: Ação de Marcelo Antunez. Elenco – Rodrigo Lombardi, Antonio Calloni, Flavia Alessandra, Ary Fontoura.

Sinopse: O filme conta a saga da maior e mais bem-sucedida operação de combate à corrupção da história do país – a Operação Lava Jato. Pelo ponto de vista do delegado Ivan e de sua equipe da Polícia Federal, em conjunto com a força-tarefa do Ministério Público Federal, o longa revela os esforços para desvendar o esquema de lavagem de dinheiro e pagamento de propinas a executivos da Petrobras, empreiteiras, partidos políticos e parlamentares.

 

encontro-marcado.jpg

 

Encontro Marcado: Suspense e Romance de Paul Currie.

Sinopse: Dylan Branson é um homem que tem a sua vida permanentemente mudada quando uma série de eventos se repete exatamente no mesmo horário todos os dias, às 14:22.Quando Dylan se apaixona por Sarah, uma jovem mulher que tem sua vida ameaçada pelos eventos ocorridos, ele deve resolver o mistério que o cerca para preservar o amor que a vida lhe ofereceu como uma segunda chance.

 

2566_capa.jpg

 

O Jantar: Drama e Suspense de Oren Moverman.

Sinopse: Dois casais se encontram em um elegante restaurante de Amsterdã. Enquanto a comida vai e vem, eles começam a conversar, passando por banalidades da vida até assuntos mais complicados. A discussão chega ao seu limite quando falam sobre seus filhos adolescentes, dois rapazes que estão envolvidos em uma complicada investigação policial.

Por: Vitor Arouca

Anúncios
Festival do Rio anuncia a presença de 75 produções brasileiras

Festival do Rio anuncia a presença de 75 produções brasileiras

Festival do Rio, grande momento anual  do melhor do cinema de todo o mundo, abre eapaço para a maior janela do cinema brasileiro, com 75 produções inéditas em sua 19ª edição. Cinquenta e nove longas e 16 curtas brasileiros farão a festa do público que terá a chance de encontrar e conversar com os maiores talentos do cinema brasileiro em sessões de gala abertas ao público.
‘Nos últimos anos, a Première Brasil ampliou sua grade, abrindo espaço para as mostras Novos Rumos e Retratos. Este ano, a qualidade dos filmes e a diversidade de temas abordados, nos levou a selecionar filmes brasileiros para outras mostras do Festival do Rio, como Panorama, Midnight, Itinerários Únicos, Fronteiras, Première Latina, Expectativa 2017, Geração’, comemora Ilda Santiago, diretora executiva do Festival (que divide a direção executiva do evento com Walkiria Barbosa)
Na Première Brasil, uma das mostras mais aguardadas e concorridas do Festival do Rio, serão exibidas produções de diretores estreantes e consagrados, com filmes cobrindo a diversidade de temas e regiões do país. O público escolhe o melhor filme nas categorias ficção, documentário e curta, através do voto popular e um júri oficial elege as demais categorias (abaixo a lista completa).
A mostra competitiva Novos Rumos,  que a cada ano conquista o público e se consolida como o espaço de diversas linguagens cinematográficas, vai exibir 6 longas e 4 curtas de cineastas estreantes e veteranos em sua seleção.
Mostra Retratos vai apresentar 8 longas, com recortes que registram de maneira singular personalidades e temas/assuntos relevantes na história do país.
Festival do Rio tem a honra de contar, este ano, com o Prêmio Petrobras de Cinema, oferecido pela empresa para a distribuição comercial do melhor filme de ficção da competição da Première Brasil, e melhor filme da mostra Première Brasil Novos Rumos, escolhidos pelos júris oficiais.
Prêmio Petrobras de Cinema
O Festival do Rio tem a honra de contar, este ano, com o Prêmio Petrobras de Cinema,
oferecido pela empresa para a distribuição comercial do melhor filme de ficção da
competição da Première Brasil, e melhor filme da mostra Première Brasil Novos Rumos,
escolhidos pelos júris oficiais.
Valores e categorias Troféu Redentor a receber o Prêmio Petrobras de Cinema:
R$ 200 mil para melhor filme de ficção de longa-metragem da Première Brasil
R$ 100 mil para melhor filme para longa-metragem da Mostra Novos Rumos
O Festival do Rio é realizado através da lei de Incentivo do Ministério da Cultura, patrocínio da PETROBRAS e BNDES, copatrocínio da Globo Filmes e Oi e demais apoiadores e parceiros.
SELECIONADOS PREMIÈRE BRASIL + FILMES BRASILEIROS EM OUTRAS 
MOSTRAS
LONGAS MOSTRAS COMPETITIVAS
Competição Ficção (Fiction)
1.     Açúcar (Açúcar), de Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira, 88 min – World Première
2.     Alguma Coisa Assim (Something Like That), de Esmir Filho e Mariana Bastos, 80 min – World Première
3.     Animal Cordial (Friendly Beast), de Gabriela Amaral Almeida, 96 min – World Première
4.     Aos Teus Olhos (Liquid Truth), de Carolina Jabor, 90 min – World Première
5.     Boas Maneiras (Good Manners), de Juliana Rojas e Marco Dutra, 132 min – Latin Première
6.     Como é cruel viver assim (Life Is a Bitch), de Júlia Rezende, 107 min – World Première
7.     O Nome da Morte (Tarnished Land),de Henrique Goldman, 100 min – World Première
8.     Praça Paris (Paris Square), de Lúcia Murat, 112 min  – World Première
9.     Unicórnio (Unicorn), de Eduardo Nunes, 122 min – World Première
Competição Documentário (Documentary)
1.     Cartas para um Ladrão de Livros (Letters to a book thief), de Carlos Juliano Barros e Caio Cavechini, 94 min – World Première
2.     Dedo na Ferida (A Sore Spot), de Silvio Tendler, 90 min – World Première
3.     Em Nome da América (In The Name of America), de Fernando Weller, 96 min
4.     Iran (Iran), de Walter Carvalho, 70 min – World Première
5.     Pastor Cláudio (Pastor Cláudio), de Beth Formaggini, 76 min – World Première
6.     Piripkura (Piripkura), de Mariana Oliva, Renata Terra, Bruno Jorge, 82 min – World Première
7.     SLAM: Voz De Levante (SLAM: Sworded Words), de Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’Alva, 105 min – World Première
Competição Novos Rumos
1.     A parte do Mundo que me Pertence (The part of the world that belongs to me), de Marcos Pimentel, DOC, 84 min – World Première
2.     Amores de Chumbo (Black Amber), de Tuca Siqueira, FIC, 97 min – World Première
3.     Até o Próximo Domingo (Until Next Sunday), de Evaldo Mocarzel, DOC, 76 min – World Première
4.     Copa 181 (Copa 181), de Dannon Lacerda, FIC, 75 min – World Première
5.     O Muro (The Wall), de Lula Buarque, DOC, 87 min – World Première
6.     Vende-se Esta Moto (This Motorcycle Is Sold), de Marcus Faustini, FIC, 80 min – World Première
CURTAS MOSTRAS COMPETITIVAS (COMPETITION SECTIONS)
1.   Adeus à Carne (Farewell to Flesh), de Júlia Anquier, FIC, 11 min
2.   Alcibíades (Alcibiades), de Breno Nina, FIC, 13 min
3.   O Bagre de Bolas (Catfish on Balls), de Luiz Botosso e Thiago Veiga, FIC, 5 min
4.   Borá (Borá), de Angelo Defanti, FIC, 14 min
5.   Maria (Maria), de Lucas Pena, DOC, 11 min
6.   Namoro à Distância (Long Distance Relationship), de Carolina Markowicz, FIC, 5 min
7.   Vaca Profana (Profane Cow), de René Guerra, FIC, 15 min
Novos Rumos
1.   Atrito (Friction), de Diego Lima, FIC, 18 min
2.   Capitão Brasil (Captain Brazil), de Felipe Arrojo Poroger, FIC, 15 min
3.   Sandra Chamando (Sandra Calling), de João Cândido Zacharias, FIC, 13 min
4.   Tailor (Tailor), de Calí dos Anjos, FIC, 10 min
LONGAS MOSTRAS NÃO COMPETITIVAS
Hors Concours
HC Ficção
1.  Entre irmãs (Entre irmãs), de Breno Silveira, 160 min – World Première
2.  Gabriel e a Montanha (Gabriel and the Mountain), de Fellipe Barbosa, 131 min – Latin Première
3.  Legalize Já! (Legalize it!), de Johnny Araújo e Gustavo Bonafé, 90 min – World Première
4.  Motorrad (Motorrad), de Vicente Amorim, 92 min  Latin  Première
5.  Zama (Zama), de Lucrecia Martel, 120 min  Latin  Première
6.  BIO (BIO), de Carlos Gerbase, 105 min
HC Documentário
1.  Eu, Pecador (Me, A Sinner), de Nelson Hoineff, 90 min – World Première
2.  Os 8 Magnificos (The Magnificent 8), de Domingos de Oliveira, 70 min – World Première
3.  Todos os Paulos do Mundo (All The Paulos in The World), de Gustavo Ribeiro e Rodrigo De Oliveira, 80 min
4.  Torquato Neto – Todas as horas do fim (Torquato Neto – Every hour of the end), de Eduardo Ades e Marcus Fernando, 90 min – World Première
Curta
1.     O Quebra-cabeça de Sara (Sara’s Puzzle), de Allan Ribeiro, DOC, 10 min
Retratos 
1. A Vida Extra-Ordinária de Tarso de Castro (The Extraordinary Life of Tarso de Castro), de Leo Garcia e Zeca Brito, 90 min – World Première
2. Callado (Callado), de Emília Silveira, 80 min – World Première
3. Clara Estrela (Clara Nunes – The Shining Star), de Susanna Lira e Rodrigo Alzuguir, 71 min
4. Desarquivando Alice Gonzaga (Disarchiving Discovering Alice Gonzaga), de Betse de Paula, 82 min
5. Fevereiros (Februaries), de Marcio Debellian, 73 min – World Première
6. Henfil (Henfil), de Angela Zoé, 75 min
7. O Cravo e a Rosa (The Clove and The Rose), de Jorge Farjalla, 90 min – World Première
8. Querido Embaixador (Dear Ambassador), de Luiz Fernando Goulart, 89 min – World Première
Première Latina
1. Invisible (Invisible), de Pablo Giorgelli, FIC, 90 min (Brasil-Argentina)
2. Los territórios (The Territories),  de Iván Granovsky, DOC, 101 min (Argentina-Brasil-Palestina)
3. Nadie nos Mire (Nobody’s Watching), de Julia Solomonoff, FIC, 90 min (Argentina-Brasil-Colombia)
4. O Gato de Havana (The Cat From Havana), de Dácio Malta, DOC, 87 min Brazilian Première
5. Severina (Severina), de Felipe Hirsch, FIC, 106 min Latin Première
Panorama do Cinema Mundial
1. A Comédia Divina (The Comedy Divine), de Toni Venturi, FIC, 98 min – World Première
2. A Última Chance (The Last Chance), de Paulo Thiago, FIC, 99 min – World Première
3. Berenice Procura (Berenice), de Allan Fiterman, FIC,  88 min – World Première
4. On Yoga the Architecture of Peace (On Yoga the Architecture of Peace), de Heitor Dhalia, DOC, 87 min – World Première
Expectativa
1. Todas As Razões Para Esquecer (All The Reasons To Forget), de Pedro Coutinho, FIC, 90 min – World Première
Fronteiras
1.  Limpam com Fogo (Firecleasing), de César Vieira, Conrado Ferato e Rafael Crespo, DOC, 84 min
2.  Livres (Freedom), de Patrick Granja, DOC, 80 min
Mostra Geração
1.  Que Língua Você Fala? (What Language Do You Speak?), de Elisa Bracher, DOC, 65 min
2.  Sobre Rodas (On Wheels), de Mauro D’Addio, FIC, 72 min
3.  Yonlu (Yonlu), de Henrique Montanari, FIC, 90 min
Curta
1.   Caminho dos Gigantes (Way of Giants), de Alois Di Leo, FIC, 12 min
2.  Cabelo Bom (Curly Power), de Swahili Vidal, DOC, 15 min
3.   Em busca da terra sem males (In search of the land without evil), de Anna Azevedo, DOC, 15 min
Itinerários Únicos
1.  Maria – Não Esqueça que Eu Venho Dos Trópicos (Maria – Don’t Forget I Come From The Tropics), de Francisco C. Martins, DOC, 81 min
2.  O  Silêncio é uma Prece (Silence is a prayer), de Candé Salles, DOC, 80 min
3.  Tudo é Projeto (It’s all a Plan), de Joana Mendes da Rocha e Patricia Rubano, DOC, 74 min
Midnight 
1. Serguei, O Último Psicodélico (Serguei, The Last Psychedelic), de Ching Lee, DOC, 115 min
Curta
1.   Sal (Salt), de Diego Freitas, FIC, 15 min
PREMIAÇÃO – PREMIÈRE BRASIL 
TROFÉU REDENTOR – A escolha dos premiados será realizada pelo Júri Oficial, composto por especialistas na arte cinematográfica (entre brasileiros e estrangeiros), convidados pela direção do Festival do Rio.
– Prêmio Petrobrás de Cinema –
Mostra Competitiva:
1. Melhor Longa-Metragem de Ficção;
2. Melhor Longa-Metragem Documentário;
3. Melhor Curta-Metragem;
4. Melhor Direção de Ficção;
5. Melhor Direção de Documentário
6. Melhor Ator;
7. Melhor Atriz;
8. Melhor Atriz Coadjuvante;
9. Melhor Ator Coadjuvante;
10. Melhor Roteiro;
11. Melhor Montagem;
12. Melhor Fotografia;
13. Prêmio Especial do Júri;
14. Melhor Longa-Metragem de Ficção de Voto Popular;
15. Melhor Longa-Metragem Documentário de Voto Popular;
16. Melhor Curta-Metragem de Voto Popular.
Mostra Novos Rumos:
1. Melhor Filme Longa-metragem
2. Melhor Filme Curta-metragem
3. Prêmio Especial do Júri
Festival do Rio 2017
De 05 a 15 de outubro
Por Anna Barros
Coprodução brasileira no Festival de Veneza

Coprodução brasileira no Festival de Veneza

DF1e453XkAENf6_.jpgO longa-metragem “Invisible”, de Pablo Giorgelli, coprodução Argentina-Brasil-Uruguai-Alemanha, será um dos concorrentes ao prêmio da mostra Horizontes. O filme acompanha a vida da jovem de 17 anos Ely, que mora em Buenos Aires. Ao engravidar, ela entra em uma turbulência sentimental que a obriga a tomar uma decisão que mudará sua vida para sempre.

 

O Festival começou no dia 31 de agosto e irá até o dia 09 de setembro.

Por: Vitor Arouca

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana

maxresdefaultComo Nossos Pais: Drama de Laís Bodanzky. Elenco – Maria Ribeiro, Clarisse Abujamra, Paulo Vilhena, Felipe Rocha, Jorge Mautner, Herson Capri, Sophia Valverde, Annalara Prates.

Sinopse: Rosa é uma mulher que se encontra em uma fase peculiar de sua vida, marcada por conflitos pessoais e geracionais: ao mesmo tempo em que precisa desenvolver sua habilidade como mãe de suas filhas, manter seus sonhos, seus objetivos profissionais e enfrentar as dificuldades do casamento, Rosa também continua sendo filha de sua mãe, Clarice, com quem possui uma relação cheia de conflitos.

Resenha do Filme: https://poltronadecinema.wordpress.com/2017/08/29/poltrona-cabine-como-nossos-pais-por-vitor-arouca/

 

913534603ab6b4ea8327b4e2c1821517_XLOs Guardiões: Ação de Sarik Andreasyan.

Sinopse: Em plena Guerra Fria, uma organização secreta chamada “Patriota” recrutou um grupo de super-heróis russos, modificando o DNA de quatro indivíduos, com o objetivo de defender o país de ameaças sobrenaturais. Arsus, Khan, Ler e Xenia representam os diferentes povos que compõem a União Soviética, e mantêm suas identidades bem guardadas para, também, não expor aqueles que têm a missão de proteger.

 

Resenha do Filme: https://poltronadecinema.wordpress.com/2017/08/30/poltrona-cabine-os-guardioes-cesar-augusto-mota/

 

11141193_859932680755799_8918266639475542440_n.jpg

 

Atômica: Suspense, Espionagem e Ação de David Leitch.

Sinopse: Lorraine Broughton, uma agente disfarçada do MI6, é enviada para Berlim durante a Guerra Fria para investigar o assassinato de um oficial e recuperar uma lista perdida de agentes duplos. Ao lado de David Percival, chefe da localidade, a assassina brutal usará todas as suas habilidades nesse confronto de espiões.

 

dupla-explosiva-poster-desktop.jpg

 

Dupla Explosiva: Ação de Patrick Hughes.

Sinopse: O principal guarda-costas do mundo possui um novo cliente: um assassino de aluguel que precisa testemunhar na Corte Internacional de Justiça. Por anos eles estavam em lados opostos de um tiro, mas agora eles estão presos juntos. Eles precisam colocar as diferenças de lado para chegarem ao julgamento a tempo.

 

2650_capa.jpgEmoji – O Filme: Animação de Tony Leondis.

Sinopse: Textopolis é a cidade onde os Emojis favoritos dos usuários de smartphones vivem e trabalham. Lá, todos eles vivem em função de um sonho: serem usados nos textos dos humanos. Todos estão acostumados a ter somente uma expressão facial – com exceção de Gene, que nasceu com um bug em seu sistema, que o permite trocar de rosto através de um filtro especial. Determinado à se tornar um emoji normal como todos os outros, ele vai encarar uma jornada fantástica através dos aplicativos de celulares mais populares desta geração  e no meio do caminho, claro, fazer novos amigos.

Por: Vitor Arouca

Poltrona Cabine/ Como Nossos Pais/ Por: Vitor Arouca

Poltrona Cabine/ Como Nossos Pais/ Por: Vitor Arouca

maxresdefaultClarice e Rosa tem uma relação problemática de mãe e filha. Uma revelação de Clarice deixa sua filha chateada e com raiva. Rosa e Dado são casados e pais de Juliana e Nara. Rosa trabalha com projetos de cerâmica de banheiro e o marido é ambientalista.

Por trabalhar com o meio ambiente e defendendo as causas da Mata Atlântica, Dado vive viajando e a responsabilidade de pai fica em segundo plano. Rosa trabalha em casa e tem que se virar com as suas responsabilidades profissionais e as pessoais que praticamente realiza sozinha e isso deixa o relacionamento com o marido conturbado.

O filme é um verdadeiro conflito familiar passado de geração em geração que envolve a todos, mas o amor de filha e mãe, mesmo com o erro de Clarice faz essa relação ficar bem melhor. Além de retratar a semelhança do jeito e atitudes entre pais e filhos.

Um excelente filme brasileiro da diretora Laís Bodanzky. Grande atuação de Maria Ribeiro. Elenco: Clarice Abujamra, Paulo Vilhena, Herson Capri.

Estreia: Dia 31 de agosto.

Poltronas: 5/5

Poltrona Estreia/ Estreia da Semana

Poltrona Estreia/ Estreia da Semana

Desculpem a demora da postagem. Foi postado ontem, mas teve um problema no site e saiu do ar a postagem.

a-torre-negra

A Torre Negra: Ação e Aventura de Nikolaj Arcel.

Sinopse: Um pistoleiro chamado Roland Deschain percorre o mundo em busca da famosa Torre Negra, prédio mágico que está prestes a desaparecer. Essa busca envolve uma intensa perseguição ao poderoso Homem de Preto, passagens entre tempos diferentes, encontros intensos e confusões entre o real e o imaginário. Baseado na obra literária homônima de Stephen King.

 

bingo-o-rei-das-manhãs-cartaz-nacional-Bingo – O Rei das Manhãs: Drama de Daniel Rezende. Elenco – Vladimir Brichta, Leandra Leal, Ana Lucia Torre.

Sinopse: Augusto é um artista que sonha com seu lugar sob os holofotes. A grande chance surge ao se tornar ?Bingo?, um palhaço apresentador de um programa infantil na televisão, que é sucesso absoluto. Porém, uma cláusula no contrato não permite revelar quem é o homem por trás da máscara. Augusto, o ?Rei das Manhãs?, é o anônimo mais famoso do Brasil. Com muita ironia e humor ácido, ambientado numa roupagem pop e exagerada dos bastidores da televisão nos anos 80, o filme conta essa incrível e surreal história de um homem em busca do reconhecimento da sua arte.

Resenha do Filme: https://poltronadecinema.wordpress.com/2017/08/22/poltrona-cabine-bingo-o-rei-das-manhas-cesar-augusto-mota/

 

na-mira-do-atirador-poster-desktop

 

Na Mira do Atirador: Ação de Doug Liman. Elenco – Aaron Taylor-Johnson, John Cena, Laith Nakli.

Sinopse: É um filme psicológico que mostra dois soldados americanos encurralados por um atirador iraquiano com nada além de uma parede em ruínas entre eles. A batalha envolve inteligência e precisão.

 

2707_capa

 

Doidas e Santas: Comédia de Paulo Thiago. Elenco – Maria Paula, Nicette Bruno, Flávia Alessandra.

Sinopse: Beatriz é terapeuta de casais, mas está enfrentando problemas no seu relacionamento com o marido, Orlando, e familiares. A psicanalista percebe o seu problema pessoal e decide fazer mudanças. para experimentar um mundo até então desconhecido.

 

o-castelo-de-vidro

 

O Castelo de Vidro: Drama de Destin Cretton.

Sinopse: Baseado no livro Castelo de Vidro, da jornalista Jeanette Walls, a trama retrata a infância de Walls, criada com os irmãos no seio de uma família desequilibrada, bastante pobre e nômade.

 

2691_capaUm Filme de Cinema: Documentário de Walter Carvalho.

Sinopse: Um cinema abandonado e em ruínas no interior da Paraíba é o cenário inicial de um filme sobre o cinema, que viaja nos depoimentos do romancista e dramaturgo Ariano Suassuna e de inúmeros cineastas, como Bela Tarr, Júlio Bressane, Ruy Guerra, Jia Zhang-ke e Karim Aïnouz. Eles discutem questões sobre a linguagem cinematográfica: como atingir a verdade? O cinema deveria ser realista ou privilegiar o falso? Qual é o papel da objetividade na hora de filmar? Como explorar o som? Qual é a diferença de usar planos longos em relação aos curtos?

Por: Vitor Arouca

Poltrona Estreia/ Estreia da Semana/ Parte 02

Poltrona Estreia/ Estreia da Semana/ Parte 02

uma-familia-feliz.jpg

Uma Família Feliz: Animação de Holger Tappe.

Sinopse: A mãe da família Wishbone, Emma, está tentando tenta salvar os laços com seus familiares, que não é amigável. Já que nenhum deles se dá muito bem e a paz e tranquilidade são quase impossíveis, ela planeja uma noite de diversão fora de casa. Mas a confusão começa quando, inesperadamente, uma bruxa os transforma em monstros.

 

2600_capa.jpgAfterimage: Biografia de Wladyslaw Strzeminski com direção de Andrzej Wajda.

Sinopse: Wladyslaw Strzeminski, é um artista de vanguarda polonês que superou todas as dificuldades impostas pelas suas deficiências físicas – ele não possuía uma perna e um braço – e também o ódio, a indiferença e a crueldade dispensados pelas autoridades de seu país para se tornar um dos artistas mais reverenciados do século vinte, uma verdadeira força da natureza que batalhou com todas as forças para construir seu progressista e genial programa artístico.

 

2635_capaCorpo Elétrico: Drama e Romance do diretor Marcelo Caetano.

Sinopse: Elias mora no interior de São Paulo e sonha em conhecer o mar. Ele tem 23 anos e trabalha como assistente da estilista Diana numa confecção de roupa feminina, mas seu grande sonho é ter sua própria marca. Ao se ver apaixonado por Filipe, um imigrante africano que trabalha na linha de produção, ele começa a organizar festas de equipe para ter motivos extras para encontrar o garoto.

Por: Vitor Arouca