Documentário sobre Arthur Miller na HBO estreia no próximo dia 25

Documentário sobre Arthur Miller na HBO estreia no próximo dia 25

O documentário ARTHUR MILLER: ESCRITOR estreia na próxima segunda-feira, dia 25, às 22h no canal HBO e na plataforma HBO GO. A produção original da HBO apresenta um retrato íntimo e pessoal sobre o autor e dramaturgo americano responsável por criações célebres como A Morte do Caixeiro Viajante – obra que continua movendo audiências pelo mundo até hoje.

Para baixar em alta resolução, clique aqui.

Narrado pelo ponto de vista de sua filha, Rebecca Miller, o longa combina entrevistas realizadas ao longo de décadas com inúmeros materiais inéditos e é uma intensa homenagem de uma filha para um pai – e de um artista para outro. Dividindo a vida profissional e pessoal de Miller em seis partes, o documentário revela o homem por trás do ícone, investigando sua infância, suas raízes como artista e os principais eventos do século XX que moldaram sua vida.
O filme celebra um estilo de vida americano vivido em grande escala no passado, cobrindo temas como o sucesso da obra de Miller nos anos 1940 e 1950, seu tempestuoso relacionamento com Marilyn Monroe, seu julgamento no Congresso pelo Comitê de Atividades Antiamericanas, seu casamento de 40 anos com a  fotógrafa Inge Morath e sua evolução como escritor ao longo das décadas, permanecendo fiel a sua própria voz até o fim.
Além das conversas de Rebecca Miller com seu pai e as leituras de trechos selecionados de sua autobiografia, Timebends: A Life, ARTHUR MILLER: ESCRITOR apresenta relatos de pessoas que o conheciam de profundamente, entre eles seus irmãos, filhos, a terceira esposa, Inge Morath, o dramaturgo Tony Kushner e o diretor Mike Nichols (que dirigiu e ganhou um prêmio Tony pela montagem de Death of a Salesman em 2012).
ARTHUR MILLER: ESCRITOR é dirigido e produzido por Rebecca Miller. Pela HBO, Nancy Abraham é a produtora sênior e Sheila Nevins é a produtora executiva. 
Todos os documentários e filmes originais da HBO estão disponíveis a qualquer hora e a qualquer momento na  HBO GO.

Sobre HBO Latin America 

A HBO Latin America é a rede de televisão por assinatura premium líder na região, respeitada pela qualidade e pela diversidade de sua programação, incluindo séries, filmes, documentários e especiais originais, além da exibição de séries exclusivas e de alguns dos mais recentes blockbusters de Hollywood, antes de qualquer outro canal premium. A programação é exibida em HD em mais de 40 países da América Latina e do Caribe por meio dos canais HBO, HBO2, HBO Signature, HBO Plus, HBO Family, HBO Caribbean, MAX, MAX Prime, MAX UP, MAX Caribbean e Cinemax. Seu conteúdo também é oferecido em outras plataformas, como a HBO GO e HBO On Demand.

Acesse o site http://www.HBOLApress.com para ver novidades e baixar materiais da HBO.

 

Anúncios
Cinemax exibe maratona inédita de Game of Thrones

Cinemax exibe maratona inédita de Game of Thrones

A partir desta segunda, 18 de junho, o canal CINEMAX apresenta uma maratona da primeira e segunda temporada de GAME OF THRONES, premiada produção original da HBO. De segunda à sexta-feira, sempre à meia-noite, o canal exibirá um episódio da série que é um fenômeno absoluto de audiência, com fãs em todo o mundo e que quebrou recorde como o programa que mais ganhou prêmios Emmy® na história, o maior reconhecimento da televisão americana. Quem ainda não viu e quem quiser rever terá oportunidade de acompanhar os 20 episódios (dez de cada temporada) em sequência, sempre nos dias de semana e no mesmo horário, até o dia 13 de julho.

Criada por David Benioff e D.B. Weiss, GAME OF THRONES é baseada na série de livros “As Crônicas de Gelo e Fogo”, de George R.R. Martin. Antes que o inverno chegue, não perca a oportunidade de ver (ou rever) a maratona e compartilhe #GOTtododia nas redes sociais.

 

SOBRE O CINEMAX

Cinemax é o canal da HBO Latin America no segmento básico que oferece os filmes mais reconhecidos do setor. O canal abre uma janela premium para o público com as séries exclusivas dos canais HBO e MAX, como Game of Thrones, Ray Donovan, Banshee e The Knick, entre outros conteúdos

‘Café’, um filme para os amantes da bebida e do amor, estreia em 2 de agosto nos cinemas

‘Café’, um filme para os amantes da bebida e do amor, estreia em 2 de agosto nos cinemas

Do mesmo diretor de “Vermelho Como o Céu”, longa estreia dia 2 de agosto nos cinemas

O longa-metragem “CAFÉ”, de Cristiano Bortone, chega aos cinemas no dia 2 de agosto pela California Filmes. Primeira coprodução entre Itália, Bélgica e China, o filme conta três histórias que acontecem em diferentes partes do mundo, mas que ainda assim são muito próximas.

Na Bélgica, Hamed (Hichem Yacoubi) é o proprietário de uma pequena loja de penhores. Ele veio do Iraque procurando por um melhor futuro para si, para sua esposa e para seu pequeno filho. Durante uma violenta revolta na rua, sua loja é saqueada e um precioso pote de café pelo qual tinha grande apreço é roubado. Hamed descobre quem é o ladrão e, independente de sua natureza pacífica, decide fazer justiça com as próprias mãos.

Já na Itália, Renzo (Dario Aita) é um apaixonado sommelier de café, mas trabalha ganhando pouco em um boteco local no país, que está cada vez mais em recessão. Quando sua namorada Gaia descobre que está grávida, ele se vê envolvido em um roubo a uma fábrica de café.

Do outro lado do planeta, na China, Fei (Fangsheng Lu) é um jovem e bem-sucedido gerente. Ele vai casar com a filha de seu chefe, o dono de uma grande empresa química. Tudo parece perfeito em sua vida até que pedem para ele cuidar de um problema em uma fábrica em Yunnan, a rica região de onde ele vem e centro da produção de café na China. Porém, uma misteriosa jovem artista irá forçá-lo a prestar contas por sua vida.

Para o diretor Cristiano Bortone, esse é um filme atual e reflete todas as incertezas que a sociedade está passando. “O mundo em que vivemos está passando por grandes mudanças e os desafios que fomos alertados estão aparecendo agora em toda sua intensidade. No filme, esses problemas são expressados através dos destinos que ligam esses três personagens em diferentes partes de um mundo cada vez melhor” diz o diretor.

SINOPSE

Sommeliers dizem que o café tem três sabores: amargo, azedo e perfumado. O filme conta três histórias, passadas em três lugares do mundo, ligadas por esse elemento simbólico. Na Bélgica, a loja do iraquiano Hamed é saqueada e seu precioso pote de café é roubado. Na Itália, um sommelier apaixonado se envolve em um assalto a uma fábrica de café. Na China, um jovem gerente é convidado a cuidar de uma fábrica que corre o risco de poluir um vale em Yunnan.

FICHA TÉCNICA

Direção: Cristiano Bortone
Elenco: Hichem Yacoubi, Dario Aita, Fangsheng Lu
Gênero: Drama
País: Itália, Bélgica, China
Ano: 2016
Classificação: A definir

TRAILER

HBO Latin America destaca o melhor da programação

HBO Latin America destaca o melhor da programação

O drama biográfico Jackie, que acompanha os primeiros dias de Jacqueline Kennedy,  ex-primeira-dama americana, após o assassinato do marido John F. Kennedy, é a grande estreia da semana no canal HBO. A programação do pacote de canais HBO/MAX ainda conta com Othello, adaptação da obra clássica de William Shakespeare; o longa Meia-noite Em Paris, de Woody Allen; o impactante documentário original HBO Baltimore Rising e Se Beber, Não Case! Parte 2, segundo filme da trilogia ‘‘Se Beber, Não Case!’’.
Domingo (17 de junho)
Ivan Locke (Tom Hardy) é um pai de família que tem um cargo prestigiado no setor da construção. Certo dia, ao receber um telefonema ameaçando sua carreira e a segurança de seus familiares, Locke embarca em uma corrida contra o tempo para salvá-los em menos de 90 minutos. O drama será exibido às 14h45 no canal HBO PLUS.
Às 19h05, o canal HBO SIGNATURE exibe o documentário original HBO A Heroína Em Cape Cod que mostra como a epidemia de consumo de heroína invadiu a comunidade de Cape Cod, em Massachusetts, Estados Unidos. Uma visão desesperadora de jovens viciados que vivem presos em um interminável círculo de vício, recuperação e recaída, ao mesmo tempo em que os pais se perguntam como os filhos chegaram a este ponto.
Segunda-feira (18 de junho)
Othello (Laurence Fishburne), o mouro de Veneza e o único africano no exército veneziano, se casa com uma mulher nobre, Desdêmona (Irène Jacob). Porém, o tenente Iago (Kenneth Branagh), ciumento e invejoso, tenta convencê-lo de que está sendo traído pela esposa, o que pode provocar uma tragédia. A adaptação da obra ‘’Otelo, o Mouro de Veneza’’ de William Shakespeare será exibida às 11h10 no canal MAX.
Às 18h20, o canal HBO FAMILY exibe o romance adolescente A Nova Cinderela. Sam (Hilary Duff) leva uma vida muito chata sob as rígidas ordens de sua cruel madrasta. Mas uma mudança de visual e um papo num chat na internet com Austin (Chad Michael Murray) – o menino mais popular do colégio e o príncipe de seus sonhos – transformam sua vida num verdadeiro conto de fadas.
Terça-feira (19 de junho)
Meia-noite Em Paris é uma comédia romântica sobre uma família que viaja à capital francesa para negócios. Entre os viajantes está um jovem casal que lida com a ilusão de que uma vida diferente da sua é melhor. Estrelado por Owen Wilson e pela indicada ao prêmio Oscar® Rachel McAdams, o longa é atração do canal MAX e começa às 14h45.
Escrito e dirigido pelo cineasta Paul W. S. Anderson, o último filme da franquia Resident Evil, intitulado Resident Evil 6: O Capítulo Final, começa às 22h no canal HBO 2. Após a traição de Wesker (Shawn Roberts) na batalha contra os mortos-vivos, Alice (Milla Jovovich) decide voltar para o lugar onde tudo começou: Raccoon City. Ali, a Umbrella Corporation reúne suas forças para o ataque final aos sobreviventes do apocalipse.
Quarta-feira (20 de junho)
Quando o único professor precisa se ausentar por um mês para cuidar da mãe doente, Wei Minzhi (Wei Minzhi), que tem 13 anos de idade e mal sabe ler ou escrever, é escolhida para tomar conta da sala de aula de seu pobre vilarejo. Se Minzhi conseguir manter todos os estudantes até o retorno do mestre, ela ganha um dinheiro extra. Mas um dos alunos desaparece, e a menina faz de tudo para tentar encontrá-lo e trazê-lo de volta. O drama Nenhum A Menos será exibido às 10h10 no canal MAX.
Baltimore Rising apresenta um olhar por trás das cenas de comoção na cidade de Baltimore após a morte de Freddie Gray em 2015, enquanto estava sob custódia policial. O documentário original HBO acompanha distintos ativistas e policiais, que lutam para manter a cidade unida e será exibido às 22h no canal HBO SIGNATURE.
Quinta-feira (21 de junho)
No romance Antes do Pôr do Sol, um escritor e uma ambientalista que se conheceram em um trem há nove anos se reencontram em Paris. A longa conversa entre Jesse (Ethal Hawke) e Celine (Julie Delpy) faz os dois matarem a curiosidade sobre o rumo que suas vidas tomaram depois de tanto tempo e mostra que a ligação entre eles ainda continua intensa. O longa vai ao ar no canal MAX às 10h20.
Mike Banning (Gerard Butler) é encarregado de proteger o Presidente dos Estados Unidos. Após uma situação traumática, decide deixar o trabalho, mas um grupo terrorista ataca a Casa Branca e Banning terá que voltar à ação, pelo chefe de Estado e por seu país. O filme de ação Invasão à Casa Branca vai ao ar às 22h no canal HBO SIGNATURE.
Sexta-feira (22 de junho)
Em Lone Star – A Estrela Solitária, Sam Deeds (Chris Cooper) volta à cidade onde nasceu na fronteira do Texas e, a exemplo do pai, torna-se xerife. Ao encontrar um esqueleto no deserto, tudo indica é do sanguinário e corrupto xerife a quem seu pai expulsou quarenta anos antes. Determinado, Sam descobre que seu pai foi mais que uma lenda. Indicado ao Oscar® e ao Globo de Ouro®, o longa começa às 8h05 no canal HBO SIGNATURE.
O segundo filme da trilogia dirigida pelo cineasta Todd Phillips, Se Beber, Não Case! Parte 2, será exibido às 19h15 no canal MAX UP. Dois anos depois da despedida de solteiro de Doug (Justin Bartha) em Las Vegas, agora é a vez de Stu (Ed Helms). Ele decide se casar na Tailândia, país de sua futura mulher. Com medo de que incidentes passados se repitam, Stu organiza a comemoração, mas nada sai como o esperado, e as confusões prometem ser inimagináveis.
Sábado (23 de junho)
Dirigido por Ben Younger, o longa biográfico Sangue Pela Glória vai ao ar às 11h15 no canal HBO PLUS. No filme, o ator Miles Teller encarna o pugilista campeão mundial Vinny Pazienza que, após um acidente de carro quase fatal, se questiona se andaria novamente, sem saber que teria uma das reviravoltas mais incríveis do esporte.
Jackie, dirigido por Pablo Larraín, será lançado às 22h no canal HBO. Durante uma entrevista, Jacqueline Kennedy (Natalie Portman) relembra a morte do marido, John F. Kennedy, e seus últimos dias como primeira dama. Em luto, ela deve consolar os dois filhos do casal, se preparar para deixar a Casa Branca, planejar o funeral e defender o legado do presidente assassinado.

Sobre HBO Latin America 

A HBO Latin America é a rede de televisão por assinatura premium líder na região, respeitada pela qualidade e pela diversidade de sua programação, incluindo séries, filmes, documentários e especiais originais, além da exibição de séries exclusivas e de alguns dos mais recentes blockbusters de Hollywood, antes de qualquer outro canal premium. A programação é exibida em HD em mais de 40 países da América Latina e do Caribe por meio dos canais HBO, HBO2, HBO Signature, HBO Plus, HBO Family, HBO Caribbean, MAX, MAX Prime, MAX UP, MAX Caribbean e Cinemax. Seu conteúdo também é oferecido em outras plataformas, como a HBO GO e HBO On Demand.

Diário de menina na guerra da Síria é a nova aposta da DarkSide Books, que traz o coautor do livro para o Brasil

Diário de menina na guerra da Síria é a nova aposta da DarkSide Books, que traz o coautor do livro para o Brasil

PHILIPPE LOBJOIS, QUE DESCOBRIU E EDITOU ‘O DIÁRIO DE MYRIAM’, VEM PARA A FLIARAXÁ, SÃO PAULO E O RIO, ONDE FAZ DEBATE NO MUSEU DO AMANHÃ

O jornalista e correspondente de guerra francês Philippe Lobjois vem ao Brasil no final de junho para a divulgação do livro “O Diário de Myriam”, do qual é coautor ao lado da síria Myriam Rawick, uma menina de 13 anos. Lançada pela DarkSide® Books, a obra se aprofunda no dia a dia da pequena Myriam durante a guerra da Síria e foi escrito no período de novembro de 2011 e dezembro de 2016.

No dia 28 de junho, Philippe Lobjois fará um bate-papo sobre “A Guerra na Síria e a Questão dos Refugiados”, às 19h30m, na Blooks Livraria do Shopping Frei Caneca, em São Paulo. Entre os dias 29 de junho e 1º de julho, o francês estará no Fliaraxá e o público terá a oportunidade de acompanhá-lo por meio de tradução consecutiva. Enquanto em 3 de julho, ele participará de um debate às 19h30m, no Observatório do Amanhã, no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro.

Com realização da DarkSide® Books, da Associação Cultural Sempre Um Papo, do Museu do Amanhã, do Ministério da Cultura e do Governo Federal do Brasil, os eventos têm patrocínio da Lei ao Incentivo à Cultura, do Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG) e da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, com apoio cultural da Blooks Livraria.

Sobre o livro:

De um lado, uma menina judia que passou anos escondida no Anexo Secreto tentando sobreviver à guerra de Hitler. De outro, uma garota síria que sonha ser astrônoma e vê seu mundo girar após a eclosão de um conflito que ela nem mesmo compreende. Mesmo separadas por mais de 70 anos, Anne Frank e Myriam Rawick têm um elo comum: ambas são símbolos de esperança e resistência contra os horrores de um país em guerra e acreditam no poder das palavras. “O Diário de Anne Frank” emocionou leitores de todos os cantos do mundo, e agora é hora de conhecer “O Diário de Myriam”, mais recente lançamento da linha Crânio da DarkSide® Books.

“Meu nome é Myriam, eu tenho 13 anos. Cresci em Jabal Saydé, o bairro de Alepo onde nasci. Um bairro que não existe mais”. “O Diário de Myriam” é um registro comovente e verdadeiro sobre a guerra civil Síria. Escrito em colaboração com o jornalista francês Philippe Lobjois, que trabalhou ao lado de Myriam para enriquecer as memórias que ela coletou em seu diário, o livro descortina o cotidiano de uma comunidade de minoria cristã que sofre com o conflito através dos olhos de uma menina.

Assim como acompanhamos a Segunda Guerra Mundial pelos olhos da pequena Ada em “A Guerra que Salvou a Minha Vida” e “A Guerra que me Ensinou a Viver”, “O Diário de Myriam” apresenta a perspectiva de uma menina que teve sua infância roubada ao crescer rodeada pelo sofrimento provocado pela guerra da Síria, iniciada em 2011. Myriam começou a registrar seu cotidiano após sugestão da mãe, que propôs que ela contasse tudo aquilo que viveu para, um dia, poder se lembrar de tudo o que aconteceu.

O diário alterna entre as doces memórias do passado na cidade de Alepo e os dias doloridos e carregados de incertezas. E é com a sensibilidade de uma contadora de histórias que ela narra a preocupação crescente de seus pais com as notícias na tv, as pinturas revolucionárias nos muros da escola, as manifestações contra o governo, a repressão, o sequestro de seu primo e, por fim, os bombardeios que destroem tudo aquilo que ela conhecia.

“O Diário de Myriam”, vencedor do Prêmio L’Express-BFMTV 2017 na categoria Ensaios, em votação feita pelos leitores, é aquele livro que fica mais próximo do coração de cada um, pois foi escrito de forma simples e verdadeira. Como os outros títulos da linha Crânio, o testemunho de Myriam faz um convite à reflexão do agora e estimula o leitor a entender e questionar o mundo que estamos construindo — além de ser um exercício de empatia pela dor do outro.

A guerra da Síria deixou mais de 400 mil mortos e transformou 5 milhões de pessoas em refugiadas ao longo dos últimos sete anos, impulsionando o maior deslocamento de pessoas no mundo após a Segunda Guerra Mundial. Myriam é apenas uma entre milhões de vozes que sofrem diariamente, mas suas palavras conseguem falar por muitas elas.

Sobre Myriam Rawick:

Myriam Rawick começou a escrever em seu diário aos oito anos de idade. Seus registros sobre a Guerra da Síria compreendem o período entre novembro de 2011 e dezembro de 2016. Refugiada em sua própria cidade, Myriam viu seu lar ser devastado e conta como Alepo, uma das cidades mais antigas do mundo, foi destruída num piscar de olhos. Desde o fim das hostilidades em sua cidade natal, Myriam voltou para lá apenas uma vez. Ainda assim, algumas coisas continuam iguais: ela segue escrevendo sobre sua vida em seu diário.

Sobre Philippe Lobjois:

Philippe Lobjois é um repórter de guerra francês e autor de diversos livros. Estudou ciências políticas em Paris e já cobriu o Conflito Karen, a Guerra do Kosovo e a Guerra do Afeganistão. Quando a Guerra da Síria eclodiu, ele decidiu ir até a cidade de Alepo, onde descobriu a história de Myriam. Após um mês vendo de perto o caos provocado pela guerra, ele conseguiu localizá-la e, juntos, trabalharam para revelar sua história ao mundo.

Sobre a editora DarkSide® Books:

Primeira editora brasileira especializada no universo do terror e da fantasia, a DarkSide® Books nasceu em um 31 de outubro, Dia das Bruxas, em 2012. Hoje, com cinco anos de vida, já mobiliza mais de 1 milhão de fãs nas redes sociais, a maioria deles leitores que colecionam seus títulos – edições sempre caprichadas e em capa dura. A DarkSide® – apadrinhada pelo mestre Zé do Caixão, de quem reeditou a biografia – se tornou uma referência entre as novas editoras do mercado e mantém uma relação intensa, de admiração e troca, com seus fãs e seguidores, que não deixam de acompanhar, curtir, sugerir títulos e cobrar lançamentos com a “Caveira” (o símbolo que se tornou apelido da editora nas redes sociais). Além da qualidade quase psicopata do design e acabamento gráfico das edições, esta legião de fãs busca, na DarkSide®, as preciosidades de um catálogo diversificado, que aposta em revelações da literatura mundial, premiadas no exterior (como Andrew Pyper, Caitlín R. Kiernan e Keith Donohue), em ícones do universo do terror e da fantasia (como Robert Bloch, Stephen King e Jim Henson) e em obras-primas que continuavam inéditas no país como Fábrica de Vespas, o premiado livro do autor Iain Banks.

Sobre a linha Crânio:

Crânio — a nova linha editorial de não ficção da DarkSide® Books — estimula o leitor a entender e questionar o mundo que estamos construindo. Após desenterrar clássicos inesquecíveis e revelar novos fenômenos da literatura dark, a 1a editora brasileira inteiramente dedicada ao terror e à fantasia amplia seus horizontes. O objetivo é trilhar novos

caminhos, mostrando que ciência, inovação, história e filosofia podem ser tão surpreendentes quanto a mais criativa obra de ficção. Aqui tudo é real. E ainda assim, fantástico e muitas vezes assustador. Assuntos delicados e surpreendentes são tratados com o respeito que merecem, com uma linguagem que aproxima o leitor. Devorar um título da série Crânio é aceitar um convite à reflexão do agora. O compromisso da linha editorial Crânio é publicar material minuciosamente selecionado. Livros assinados por especialistas, acadêmicos e pensadores em diversas áreas, dispostos a dividir experiências e pontos de vista transformadores que nos ajudem a entender melhor esse estranho e admirável mundo novo.

SERVIÇO:

Título: O Diário de Myriam

Autores: Myriam Rawick, com Philippe Lobjois

Tradutora: Maria Clara Carneiro

Editora: DarkSide® Books

Edição: 1a

Idioma: Português

Especificações: 288 páginas

Dimensões: 14 x 21 cm

Preço: Em definição

Começa a gravação da quarta temporada de PSI

Começa a gravação da quarta temporada de PSI

Começa hoje, dia 12, em São Paulo, a gravação da quarta temporada de PSI, série original da HBO Latin America. Escrita por Contardo Calligaris, também roteirista e diretor-geral, e protagonizada por Emílio de Mello (indicado ao Emmy® Internacional na categoria de Melhor Ator), a nova fase da trama terá a “paranóia” como tema central.

Utilizando o mesmo formato da temporada anterior, PSI apresentará uma história a cada dois episódios, totalizando cinco narrativas em 10 episódios de uma hora cada. Além de Emílio, Liliana De Castro (Maria Clara), Marcelo Airoldi (padre Miguel), Paula Picarelli (Taís), Karen Menatti (Elisa) e Raul Barreto (Severino) continuam estrelando a série.
Entre os diretores, a novidade é Caroline Leoni, que se junta a Max Calligaris, Bel Valiante e Fábio Mendonça no comando dos episódios que serão filmados até outubro.​ PSI conta com produção de Luis F. Peraza, Roberto Rios e Eduardo Zaca, da HBO Latin America Originals. A série é realizada integralmente com investimentos próprios da HBO Latin America.
As três primeiras temporadas completas de PSI, série vencedora de seis prêmios na 39ª edição do Telly Awards, estão disponíveis na HBO GO.
Sobre HBO Latin America 

A HBO Latin America é a rede de televisão por assinatura premium líder na região, respeitada pela qualidade e pela diversidade de sua programação, incluindo séries, filmes, documentários e especiais originais, além da exibição de séries exclusivas e de alguns dos mais recentes blockbusters de Hollywood, antes de qualquer outro canal premium. A programação é exibida em HD em mais de 40 países da América Latina e do Caribe por meio dos canais HBO, HBO2, HBO Signature, HBO Plus, HBO Family, HBO Caribbean, MAX, MAX Prime, MAX UP, MAX Caribbean e Cinemax. Seu conteúdo também é oferecido em outras plataformas, como a HBO GO e HBO On Demand.c

Vitrine Filmes divulga trailer do filme ‘Alguma Coisa Assim’

Vitrine Filmes divulga trailer do filme ‘Alguma Coisa Assim’

Dirigido por Esmir Filho e Mariana Bastos, o longa acompanha uma década da vida dos personagens Mari e Caio

ALGUMA COISA ASSIM”, dirigido por Esmir Filho e Mariana Bastos, acaba de ganhar trailer oficial. Desenvolvido a partir do curta-metragem homônimo premiado em Cannes, em 2006, o longa acompanha três momentos-chave da vida dos personagens Mari (Caroline Abras) e Caio (André Antunes). Com estreia marcada para o dia 26 de julho, o longa será distribuído pela Vitrine Filmes.

Esmir e Mariana reuniram-se em 2013 com o objetivo de dar sequência à história de Caio e Mari, captando o reencontro dos personagens, vividos pelos mesmos atores, em São Paulo e, posteriormente, num novo momento, em Berlim, em 2016. O resultado dos três encontros ao longo de uma década é o longa-metragem que mergulha na transformação da relação entre os dois através dos tempos e propõe uma reflexão sobre temas atuais, como sexualidade, rótulos, aborto e novas formas de família.

– A realização do curta em 2006 gerou um encontro único entre nós (atores e realizadores). Transformou nossas vidas – pessoais e profissionais – e o resultado na tela foi uma recepção muito positiva de público e crítica. Ficou claro que essa experiência tinha combustível pra mais que 15 minutos. Ela seria bem-vinda novamente de qualquer ponto de vista. Deu vontade de entrar de novo no mundo de Mari e Caio, entender o que teria acontecido com aquela relação tão particular, agora com os dois mais maduros, em outro momento da vida, com novos conflitos – revela Mariana.

Produzido pelas produtoras brasileiras Saliva Shots e Claraluz Filmes, e pela alemã Zak Films, o filme tem roteiro assinado pelos próprios diretores. “’Alguma Coisa Assim’ foi um curta que escrevi em 2006, que contava a relação entre dois adolescentes descobrindo sentimentos escondidos e vivendo suas primeiras frustrações amorosas em uma Rua Augusta repleta de neons e casas noturnas. Foi um encontro maravilhoso com os atores e Mariana Bastos. Com o tempo, a gente foi acompanhando a transformação da cidade, bem como as questões dos jovens envolvendo sexualidade, relacionamentos contemporâneos e rótulos. Sete anos depois (em 2013), decidimos nos encontrar para criar uma sequência. O que aconteceria com esses mesmos personagens nessa cidade totalmente diferente?”, explica Esmir.

Segundo o diretor, o reencontro entre equipe e elenco funcionou tão bem que eles decidiram mergulhar fundo naquela relação e trazer mais complexidades. “Desenvolvemos o roteiro do longa que se passaria em Berlim/2016, onde um novo encontro dos dois fosse a espinha dorsal da história, usando as imagens que havíamos captado dos outros anos para costurar os momentos que viveram juntos. Portanto, ao longo de 10 anos, contamos uma história de amor, amizade e, acima de tudo, parceria, entre um rapaz e uma garota, ambos fluídos em sua sexualidade, lidando com as dores e delícias de um relacionamento sem rótulos. Acho que o mais lindo do filme é ver os atores com 17 anos, depois com 24 e por fim 28. A gente nota o amadurecimento não só dos personagens como da interpretação. E claro, da direção também”, completa.

Para contar o desfecho da história, 10 anos depois, o elenco original voltou à cena. Caroline Abras, que começou a carreira exatamente com o curta homônimo, hoje é a protagonista da série “O Mecanismo”, de José Padilha.  André Antunes é, além de ator, psicanalista e professor. Interrompeu sua carreira após a realização do curta em 2006 e retornou ao cinema através do longa homônimo, em 2016. “O André trouxe para o filme uma visão ampla de como trabalhar com um personagem em constante conflito psicológico e atribuiu seu conhecimento em outras áreas para enriquecer a dinâmica entre os personagens”, comenta Mariana. Conhecido internacionalmente por trabalhos como “007 – Cassino Royale” e “Praia do Futuro”, o ator alemão Clemens Schick completa o elenco.

Através dos dois personagens e de três momentos, “ALGUMA COISA ASSIM” mostra uma geração que busca representatividade através dos próprios questionamentos. Enquanto o curta acompanhava Mari e Caio – um jovem casal de amigos explorando a noite de São Paulo, descobrindo diferentes aspectos de sua sexualidade e o que cada um sentia pelo outro – o longa expande a história dos protagonistas e vai até a cidade de Berlim, na Alemanha.

O filme teve sua estreia no Festival de Cinema do Rio de 2017, onde saiu premiado como melhor montagem. Foi vencedor de dois Coelhos de Prata no Festival Mix Brasil – melhor roteiro e melhor interpretação para Caroline Abras. Depois foi exibido nos Festivais de Guadalajara, Outshine Film Festival e Portland Film Festival, entre outros.

SINOPSE

Caio e Mari são dois jovens adultos cujo relacionamento está além de qualquer definição. Ao longo de 10 anos, o enredo transita entre 3 momentos marcantes em que seus desejos estão em conflito e seu relacionamento é posto à prova. Entre São Paulo e Berlim, acompanhamos a transformação das cidades e dos personagens, vivendo as dores e as delícias de uma relação sem rótulos.

FICHA TÉCNICA

ALGUMA COISA ASSIM
Ficção | 2017 | 80’ | Brasil-Alemanha
Direção e Roteiro: ESMIR FILHO e MARIANA BASTOS
Elenco: CAROLINE ABRAS, ANDRÉ ANTUNES, CLEMENS SCHICK,  JULIANE ELTING, KNUT BERGER e Participação Afetiva LÍGIA CORTEZ e VERA HOLTZ
Produzido por: ESMIR FILHO, THEREZA MENEZES e FERNANDO SAPELLI
Coprodução: JELENA GOLDBACH
Direção de Fotografia: JUAN SARMIENTO G. (Berlim), MARCELO TROTTA (São Paulo)
Montagem: CAROLINE LEONE
Direção de Som:  MARTÍN GRIGNASCHI
Direção de Arte: SANDRA FINK (Berlim), MARCELO ESCAÑUELA (São Paulo)
Figurino: JULIANA ZANETTI/ MARIA BARBALHO (São Paulo) RENATA GASPAR/ SANDRA FINK  (Berlim)
Trilha Sonora Original: LUCAS SANTTANA e FABIO PINCZOWSKI
Facebookhttps://www.facebook.com/algumacoisaassimofilme/