Liga na Justiça divulga nova arte

Liga na Justiça divulga nova arte

A Warner Bros. Pictures divulga nova arte  do aguardado Liga da Justiça. A imagem destaca Batman, Mulher-Maravilha, Aquaman, Ciborgue e Flash prontos para o combate, além de reforçar a união do time de super-heróis.

Sobre o filme

Alimentado por sua fé restaurada na humanidade e inspirado pelo ato de altruísmo de Superman, Bruce Wayne busca a ajuda de sua nova aliada, Diana Prince, para encarar um inimigo ainda maior. Juntos, Batman e Mulher-Maravilha trabalham rapidamente para encontrar e recrutar um time de meta-humanos para encarar essa ameaça recém-desperta. Mas apesar da formação dessa liga sem precedentes de heróis – Batman, Mulher-Maravilha, Aquaman, Ciborgue e Flash – talvez seja tarde demais para salvar o planeta de um ataque de proporções catastróficas. O filme tem estreia prevista para 16 de novembro de 2017 nos cinemas brasileiros.

 

Por Anna Barros

Anúncios
Cinemark exibe clássicos aterrorizantes no Festival Halloween

Cinemark exibe clássicos aterrorizantes no Festival Halloween

DE 28 A 31 DE OUTUBRO, A REDE EXIBE ‘O EXORCISTA’, ‘O ILUMINADO’, ‘DRÁCULA DE BRAM STOKER’ E ‘SEXTA-FEIRA 13’. INGRESSOS JÁ ESTÃO À VENDA NO SITE E NA BILHETERIA DOS CINEMAS PARTICIPANTES

A Cinemark preparou uma programação especial para o dia das bruxas.  A partir do dia 28 de outubro, a rede realiza o “Festival Halloween”, com a exibição de clássicos do terror. Fazem parte da programação os filmes “O Exorcista”, “Drácula de Bram Stoker”, “O Iluminado” e “Sexta-feira 13”.

Os ingressos podem ser adquiridos por meio do site da Rede (www.cinemark.com.br) ou na bilheteria dos complexos participantes. Os clientes que possuem o cartão Cinemark Mania ganham 50% de desconto na compra de um ingresso.

Sobre os filmes:

“O Exorcista” – (1973)
Diretor:  William Friedkin – 122 minutos

Em Georgetown, Washington, uma atriz vai gradativamente tomando consciência de que a sua filha de 12 anos tem um comportamento cada vez mais assustador. Ela pede ajuda a um padre, que também é psiquiatra, e ele chega à conclusão de que a garota está possuída pelo demônio. Ele então solicita a ajuda de um segundo sacerdote, especialista em exorcismo, para tentar livrar a menina dessa terrível possessão.

“Drácula de Bram Stoker” (1992)
Diretor:  Francis Ford Coppola – 128 minutos

No século XV, um líder e guerreiro dos Cárpatos renega a Igreja quando esta se recusa a enterrar em solo sagrado a mulher que amava, pois ela se matou. Por isso, ele perambula através dos séculos como um morto-vivo e, ao contratar um advogado, descobre que a noiva dele é a reencarnação de sua amada. Drácula o aprisiona e viaja para a Londres vitoriana, no intuito de encontrar a mulher que sempre amou.

“O Iluminado” – (1980)
Diretor:  Stanley Kubrick – 146 minutos

Durante o inverno, um homem (Jack Nicholson) é contratado para trabalhar como vigia em um hotel no Colorado, viajando para lá com a mulher (Shelley Duvall) e seu filho (Danny Lloyd). Porém, o contínuo isolamento começa a lhe causar problemas mentais sérios e ele vai se tornado cada vez mais agressivo e perigoso, ao mesmo tempo que seu filho passa a ter visões de acontecimentos ocorridos no passado.

“Sexta-feira 13”- (1980)
Diretor:  Sean S. Cunningham – 95 minutos

Em 1958, um casal de adolescentes foge de um acampamento para passar uma noite romântica, mas os dois são perseguidos por um assassino e mortos a facadas. Em 1979, os dirigentes do acampamento Crystal Lake decidem reabrir o local, apesar do trauma que ainda marca a cidade. Quando novos monitores são contratados, eles começam a desaparecer mais uma vez, assassinados brutalmente, um a um.

Serviços Cinemark:

Festival Halloween

Datas e horários:

28/10 (Sábado) – “O Exorcista” (1973) – às 23h00

29/10 (Domingo) – “Drácula de Bram Stoker” – às 21h00

30/10 (Segunda – feira) – “O Iluminado (1980)” – às 21h00

31/10 (Terça – feira) “Sexta – feira 13” – às 21h00

Preço: variam de R$ 4 a R$ 16. Confira no site da Cinemark os valores em cada complexo.
Niterói (RJ) 
Plaza Niterói Niterói – Rua XV de Novembro, 8

Rio de Janeiro (RJ
Botafogo Praia Shopping – Praia de Botafogo, 400
Downtown – Av. das Américas,500

São Paulo (SP
Eldorado – Av. Rebouças, 3.970
Market Place – Av. Dr. Chucri Zaidan, 920
Metrô Santa Cruz – Rua Domingos de Morais, 2.564
Mooca Plaza – Rua Cap. Pacheco E Chaves, 313
Pátio Higienópolis – Av. Higienópolis, 646
Pátio Paulista – Rua Treze de Maio, 1947
Boulevard Tatuapé – Rua Gonçalves Crespo, s/nº
Central Plaza – Av. Dr. Francisco Mesquita, 1000

Aracaju (SE) 
Shopping Jardins – Av. Ministro Geraldo Barreto Sobral, 215

Belo Horizonte (MG) 
Pátio Savassi – Av. do Contorno, 6.061

Brasília (DF) 
Pier 21 – S.C.E. Sul, Trecho 2

Campinas (SP) 
Iguatemi Campinas – Av. Iguatemi, 777

Campo Grande (MS) 
Shopping Campo Grande – Av. Afonso Pena, 4.909

Curitiba (PR) 
Shopping Mueller – Av. Candido de Abreu, 127

Florianópolis (SC) 
Floripa Shopping – Rodovia Virgilio Várzea, 587

Goiânia (GO) 
Flamboyant – Av. Jamel Cecilio, 3.300

Londrina (PR) 
Boulevard Londrina Shopping – Av. Theodoro Victorelli, 150

Natal (RN)
Midway Mall Natal – Av. Bernardo Vieira, 3.775

Porto Alegre (RS) 
Barra Shopping Sul – Av. Diário de Notícias, 300

Recife (PE) 
RioMar – Av. República do Líbano, s/nº

Ribeirão Preto (SP)
Novo Shopping – Av. Presidente Kennedy, 1500

Salvador (BA)
Salvador Shopping – Av. Tancredo Neves, 2.915

Santo André (SP)
Atrium Shopping – Rua Giovanni Battista Pirelli, 155

Santos (SP)
Praiamar Shopping – Rua Alexandre Martins, 80

São Caetano do Sul (SP
ParkShopping São Caetano – Alameda Terracota, 545

São José dos Campos (SP)
Colinas Shopping – Av. São João, 2.200

Uberlândia (MG)
Shopping Uberlândia – Av. Paulo Gracindo, 15

Vitória (ES) 
Shopping Vitória Av. Américo Buaiz, 200

Silvio Tendler apresenta poesia em episódio inédito de Caçadores da Alma

Silvio Tendler apresenta poesia em episódio inédito de Caçadores da Alma

PAULINHO DA VIOLA E TERESA CRISTINA ESTÃO NA ‘SEGUNDA DA MÚSICA’ DO CURTA!

A rua, as pessoas, o transporte público e os protestos que compõem o centro urbano também despertam o olhar de fotógrafos atentos ao que as cidades têm a dizer. Em “Urbanidades”, episódio inédito da série exclusiva “Caçadores da Alma”, na Terça das Artes, 24, às 23h30, o diretor Silvio Tendler apresenta os registros de quem captura momentos e particularidades das cidades e transforma a vida cotidiana em poesia visual. O grafite é um dos destaques no episódio.

 

Também na Terça das Artes, mas um pouco mais cedo, às 22h, é a vez do documentário “Domingos”. Um dos mais importantes diretores de cinema e de teatro do país, Domingos de Oliveira é investigado pelo olhar da atriz, diretora e amiga do artista, Maria Ribeiro. No longa-metragem, o público poderá conferir as motivações, as inquietações, as produções e o cotidiano do diretor. Parceiros de peso, como Paulo José, que atuou nos primeiros filmes de Domingos, e a grande dama do teatro e da televisão brasileira Fernanda Montenegro participam da produção aclamada pela crítica.

 

O samba dá o ritmo da Segunda da Música, 23. Às 21h30, o Curta! exibe “Paulinho da Viola – Meu Tempo É Hoje”, documentário com roteiro de Zuenir Ventura que traça um perfil do cantor, compositor e instrumentista. Com direção de Izabel Jaguaribe, o filme mostra os amigos, a rotina e as influências musicais de Paulinho da Viola. Marina Lima, Elton Medeiros, Zeca Pagodinho, Marisa Monte e a Velha Guarda da Portela compõem o retrato audiovisual afetivo do sambista. Na sequência da Segunda da Música, às 23h, é a vez do público conhecer mais sobre a cantora e compositora Teresa Cristina. O Curta! apresenta o episódio com a artista na série exclusiva “As Canções da Minha Vida”Teresa Cristina revela sua primeira paixão musical, a canção “Travessia”, de Milton Nascimento e Fernando Brant, e relembra de onde veio a inspiração para compor letra e melodia da música autoral “Cantar”. “Eu compus essa música como uma resposta a uma comunidade que existia no extinto Orkut, na qual falavam mal de umas pessoas, inclusive de mim. Hoje em dia, eu me divirto com essa história e gosto tanto da letra quanto da melodia”, conta.

 

Na Quarta de Cinema, 25, a partir das 20h, a faixa “A Vida é Curta” apresenta uma seleção de filmes sobre o universo dos quadrinhos. Abrindo a faixa, estreia no Curta! “Dossiê Rê Bordosa”, de Cesar Cabral. O documentário em animação stop motion investiga os motivos reais que levaram o icônico cartunista Angeli a matar sua mais famosa criação, Rê Bordosa. Na sequência, é a vez de “J.Carlos”, de Norma Bengell e Silvio Tendler. O curta-metragem apresenta a vida do chargista, ilustrador e designer que dá título ao filme, considerado um dos maiores representantes do estiloart déco no design gráfico brasileiro. Encerrando a faixa, é a vez do primeiro documentário em curta-metragem do cineasta Rogério Sganzerla,“HQ – Histórias em Quadrinhos”. Ao mesmo tempo em que a câmera de Sganzerla passeia pelos traços de artistas como Will Eisner, Milton Cannif, Alex Raymond e Al Capp, Álvaro de Moya revela o universo dos quadrinhos.

 

Ainda na Quarta de Cinema, às 23h, o episódio inédito da série “Luz & Sombra: Fotógrafos do Cinema Brasileiro” traz José Roberto Eliezer, fotógrafo que é considerado um legítimo representante do neon realismo paulista que marcou os anos 80 com filmes como: “Cidade Oculta” (1986), “Anjos da Noite” (1987), “A Dama do Cine Shangai” (1987). Na série exclusiva do Curta!, Betse de Paula e Jacques Cheuiche apresentam a trajetória de Eliezer e trechos de alguns dos principais filmes em que trabalhou: “Demência” (1987), “A Dona da História” (2004), “O Cheiro do Ralo” (2007), “Cafundó” (2005), “Caixa Dois” (2007), “O Coronel e o Lobisomem” (2005), “Nina” (2004), “Se eu fosse você” (2006), “O menino no Espelho” (2014), “Hotel Atlântico” (2009) e muitos outros.

 

 

Também na Quinta do Pensamento, 26, às 23h30, o episódio inédito da série exclusiva “Imortais da Academia” fala sobre alguns dos principais nomes que já ocuparam a cadeira de número 6 da Academia Brasileira de Letras e como cada um deles reformou a realidade por meio da palavra. Três imortais ganham destaque: Cicero Sandroni, atual ocupante da cadeira,e seus antecessores Barbosa Lima Sobrinho e Casimiro de Abreu. Patrono da cadeira, o carioca Casimiro de Abreu, que consagrou o espírito de uma época em seus poemas ultrarromânticos, também é destacado no programa. Produzida pela Giros e dirigida por Belisario Franca, “Imortais da Academia” conduz o público em um passeio pelo presente e pelo passado da ABL e é uma série financiada pelo Fundo Setorial Audiovisual, o FSA.

 

 

Na Sexta da Sociedade, 27, às 22h30, o Curta! apresenta episódio da série exclusiva “Arqueologias, em busca dos primeiros brasileiros”. Em“Caçadores Coletores”, o diretor Ricardo Azoury de Aguiar mostra como a pedra lascada foi fundamental para o kit de sobrevivência do povo neolítico. As diferenças, os costumes e as características dos primeiros habitantes do Brasil entram em cena na série dirigida por Ricardo Azoury e produzida pela “Escrevendo & Filmes” com financiamento do Fundo Setorial do Audiovisual.

 

 

SEGUNDA DA MÚSICA

Paulinho da Viola – O Tempo é Hoje (Série)
“Paulinho da Viola – Meu Tempo é Hoje”, documentário dirigido por Izabel Jaguaribe com roteiro do jornalista Zuenir Ventura, é um perfil afetivo do cantor, instrumentista e compositor. O filme mostra seus mestres e amigos, suas influências musicais e percorre sua rotina discreta e muito peculiar, em suas atividades e hábitos desconhecidos do grande público. Mas a grande revelação vem das reflexões do músico sobre um único tema – o tempo. Há ainda encontros musicais com Marina Lima, Elton Medeiros, Zeca Pagodinho, Marisa Monte e a Velha Guarda da Portela.

 

 

Diretora: Izabel Jaguaribe

Duração: 83 min.

Exibição: 23 de outubro, segunda-feira, às 21h30.

Classificação: Livre

Horários alternativos:

Dia 24 de outubro, terça-feira, às 1h30 e às 15h30;

Dia 25 de outubro, quarta-feira, às 15h30;

Dia 28 de outubro, sábado, 10h35.

Festival do Rio 2017: Conheça a relação de todos os vencedores da 19ª edição do evento

Festival do Rio 2017: Conheça a relação de todos os vencedores da 19ª edição do evento

A 19ª edição do Festival do Rio chegou ao fim neste domingo(15), com a cerimônia de premiação realizada no Cine Odeon, na Cinelândia, Centro do Rio. O longa de terror “As Boas maneiras”, com direção de Juliana Rojas e Marco Dutra, foi o grande vencedor, tendo vencido cinco categorias da mostra – Melhor longa metragem de ficção pelo júri oficial, Melhor atriz coadjuvante, Prêmio da Federação Internacional de Críticos de Cinema, Melhor fotografia, Melhor longa de ficção do Prêmio Félix.

O filme foi acompanhado de perto por “Aos Teus olhos”, de Carolina Jabor, que faturou quatro premiações – Melhor ator coadjuvante, Melhor roteiro, Melhor longa de ficção pelo voto popular, Melhor ator.

Confira abaixo a relação completa com todos os premiados do evento.

VENCEDORES DA PREMIÈRE BRASIL, OUTROS PRÊMIOS e Público

Première Brasil – ficção e documentário / longa e curta

JÚRI
presidido por Antônio Saura e composto por Caio Gullane, Heloísa Passos, Leandra Leal e Paz Encina

MELHOR LONGA-METRAGEM DE FICÇÃO – As Boas Maneiras, de Juliana Rojas, Marco Dutra. produzidopor Sara Silveira, Maria Ionescu, Clément Duboin e Frédéric Corvez

MELHOR LONGA-METRAGEM DE DOC – Piripkura, de Mariana Oliva, Renata Terra, Bruno Jorge. produzido por Mariana Oliva

MELHOR CURTA-METRAGEM – Borá, de Angelo Defanti. produzido por Sara Silveira, Bárbara Defanti e Cristina Alves

Menção Honrosa curta-metragem Roberta Gretchen Coppola, por Vaca Profana

MELHOR DIREÇÃO DE FICÇÃO – Lúcia Murat, por Praça Paris

MELHOR DIREÇÃO DE DOC – Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’Alva, por Slam: Voz de Levante

MELHOR ATRIZ – Grasse Passô, por Praça Paris

MELHOR ATOR – Daniel de Oliveira, por Aos Teus Olhos e Murilo Benício por O Animal Cordial

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE – Marjorie Estiano, por As Boas Maneiras

MELHOR ATOR COADJUVANTE – Marco Rica, por Aos Teus Olhos

MELHOR FOTOGRAFIA – Rui Poças, por As Boas Maneiras

MELHOR MONTAGEM – Caroline Leone, por Alguma Coisa Assim

MELHOR ROTEIRO – Lucas Paraizo, por Aos Teus Olhos

PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI – Slam: Voz de Levante

NOVOS RUMOS
Júri composto por Allan Ribeiro, Bruna Linzmeyer e Bruno Safadi

MELHOR FILME – A parte do mundo que me pertence de Marcos Pimentel. produzido por Luana Melgaço

MELHOR CURTA – Atrito, de Diego Lima

PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI – Vende-se Esta Moto, de Marcus Faustini

VOTO POPULAR:

MELHOR LONGA FICÇÃO: Aos Teus Olhos, de Carolina Jabor. produzido por Carolina Jabor e Leonardo Monteiro de Barros


MELHOR LONGA DOCUMENTÁRIO: Dedo na Ferida, de Silvio Tendler. Produzido por SILVIO TENDLER

MELHOR CURTA: Vaca Profana, de René Guerra. produzido por Juliana Vicente

PRÊMIO DA CRÍTICA FIPRESCI

Júri composto por – Ana Rodrigues, Chico Fireman, Francisco Russo

Para : As Boas Maneiras, de Juliana Rojas e Marco Dutra

PRÊMIO FELIX

Júri composto por – Eduardo Graça, Isabel Penoni, João do Corujão

Melhor Longa Ficção: As Boas Maneiras, de Juliana Rojas e Marco Dutra. , produzido por Sara Silveira, Maria Ionescu, Clément Duboin e Frédéric Corvez

Melhor Longa Doc: Queercore: How to Punk a Revolution, de Yony Leyser. produzido por Thomas Janze

Melhor Curta: Sandra Chamando, de João Cândido Zacharias. produzido por Tatiana Leite

Por: Cesar Augusto Mota

Liga da Justiça: Joss Whedon não será creditado como diretor do filme, diz Warner

Liga da Justiça: Joss Whedon não será creditado como diretor do filme, diz Warner

Após ‘Liga da Justiça’ ter recebido classificação indicativa para maiores de 13 anos, outra notícia causou susto nos fãs. Zack Snyder constará nos créditos como o único diretor do filme.

A Warner Bros., distribuidora do filme, considerou o projeto de autoria única de Snyder, apesar de não subestimar Joss Whedon, que o substituiu recentemente após a trágica notícia do suicídio da filha Autumn, em março.

Dentro do elenco, há uma contradição em relação aos créditos de quem seja o diretor. Para Gal Gadot, a Mulher Maravilha, “Whedon só fez alguns reshoots”, já Bem Affleck, o Batman, diz que Liga da Justiça se trata de “um grande trabalho de dois diretores”.

Enquanto a polêmica não é desfeita, vamos aguardar a estreia de ‘Liga da Justiça’, que chega ao circuito nacional em 16 de novembro de 2017.

Por: Cesar Augusto Mota

Estreia no Curta! Vinicius, um rapaz de família na semana do aniversário do Poetinha

Estreia no Curta! Vinicius, um rapaz de família na semana do aniversário do Poetinha

Na véspera do dia em que comemoraria mais um aniversário, Vinicius de Moraes, um dos principais nomes da música popular brasileira, é reverenciado pelo Curta!. Na Quarta de Cinema, 18, às 20h, estreia na faixa “A Vida é Curta” o documentário “Vinicius de Moraes, um rapaz de família”. Com o olhar afetivo da filha Susana Moraes, que dirige a produção, a obra mostra o artista na intimidade: o homem que colecionou títulos, de poeta até diplomata, e que vivia cercado de amigos como Oscar Niemeyer, Ferreira Gullar e Tom Jobim. Longe de ser uma biografia linear, oficial, “Vinicius de Moraes, um rapaz de família”, é, segundo o cineasta Walter Salles, “uma das experiências mais originais do documentário brasileiro das últimas décadas”.

 

Na sequência da faixa “A Vida é Curta”,  será exibido “Nelson Cavaquinho”. O cotidiano do sambista é revelado pelo diretor Leon Hirszman. A produção ganhou o prêmio destaque do júri no Festival Brasileiro de Curta-Metragem, em 1971, e foi montada pelo amigo de Hirszman e também cineasta Eduardo Escorel.

 

Ainda na Quarta de Cinema, às 23h, o episódio inédito da série “Luz & Sombra: Fotógrafos do Cinema Brasileiro” traz Affonso Beato, fotógrafo brasileiro radicado nos Estados Unidos. Fundador da Associação Brasileira de Cinematografia, a ABC, Beato conta como começou sua carreira como assistente de câmera de Ricardo Aronovich, em “Os Fuzis” (1964), de Ruy Guerra, e virou fotógrafo a partir da parceria com o diretor Glauber Rocha em “O Dragão da Maldade contra o santo Guerreiro” (1969). Affonso Beato relembra, ainda, passagens significativas da carreira que o levaram até trabalhos com alguns dos principais realizadores do cinema mundial, como Jim McBride, Carlos Diegues, Walter Salles e Pedro Almodóvar. Ele fala ainda sobre seu trabalho na TV Globo e com Jayme Monjardim em “O Tempo e o Vento” (2012) e “Maysa: Quando fala o coração” (2009).

 

A eleição emblemática da escritora Rachel de Queiroz para a cadeira de número 5 da Academia Brasileira de Letras, é um dos destaques do episódio inédito da série exclusiva do Curta!, “Imortais da Academia”, na Quinta do Pensamento19, às 23h30. Primeira mulher a tomar posse na Casa de Machados de Assis, Rachel de Queiroz publicou o seu primeiro romance, “O Quinze”, quando tinha apenas 20 anos de idade. A obra, que narra a saga nordestina em busca de sobrevivência na grande seca de 1915, é considerada um marco na literatura brasileira e um dos principais títulos da escritora. Além de Rachel de Queiroz, o episódio de “Imortais da Academia” destaca  ainda  o atual ocupante da cadeira, José Murilo de Carvalho, considerado um dos maiores historiadores brasileiros da contemporaneidade.

 

Já na Sexta da Sociedade, 20, às 21h, é vez da série “Arqueologias, em busca dos primeiros brasileiros”. No episódio “Amazônia 10 milhões”, o diretor Ricardo Azoury desvenda a região e suas particularidades, como alguns costumes e estruturas organizacionais indígenas. Através de depoimentos de pesquisadores e de arqueólogos, a produção revela como a arqueologia ajuda a entender a ocupação das populações em regiões tropicais ao longo de milênios. “Arqueologias, em busca dos primeiros brasileiros” é uma produção da Escrevendo Filmes financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual.

 

O cantor, compositor e músico Paulinho Moska fala sobre suas influências e inspirações musicais e interpreta versões para canções de sucesso na série exclusiva do Curta!, “As Canções da Minha Vida”, na Segunda da Música, 16, às 23h15. O artista canta “Terra”, de Caetano Veloso, “Enrosca”, que ficou famosa na voz de Fábio Jr., “Sonhos”, de Peninha, e “Nuvem Passageira”, sucesso único de Hermes Aquino. Entre suas composições autorais, ele apresenta “Tudo Novo de Novo”. Com direção de Bruno Levinson e produção da Raccord, “As Canções da Minha Vida” traça um panorama sobre as canções que marcaram e influenciaram importantes nomes da música brasileira.

 

Na Terça das Artes, 17, às 23h30, o episódio inédito da série exclusiva “Caçadores da Alma” investiga as linguagens narrativas que surgem na fotografia a partir da viagem criativa e artística, além das diferentes técnicas de registro. O cineasta Silvio Tendler apresenta depoimentos e trabalhos de renomados artistas da fotografia, como Orlando Azevedo, Bob Wolfenson, Vilma Slomp, Cris Bierrenbach e Walter Firmo.

 

 

SEGUNDA DA MÚSICA

As Canções da Minha Vida (Série)
Gravada no ateliê do artista plástico Sérgio Marimba,“As Canções da Minha Vida” é uma série musical composta de 13 episódios que faz um grande painel da música brasileira. Vamos conhecer quais as músicas mais marcantes e que influenciaram artistas importantes, como: Maria Gadú, Geraldo Azevedo, Ana Cañas, Hamilton de Holanda, Leo Jaime e Odair José.Artistas brasileiros, com seus instrumentos, irão destrinchar sua trajetória artística através das músicas que os influenciaram, que serviram de inspiração e que o ajudaram a compor seu trabalho autoral. Uma grande homenagem à música brasileira feita por seus compositores e intérpretes.
Episódio inédito – Paulinho Moska

Com Moska é sempre “Tudo Novo de Novo”, como ele diz na sua canção que abre o Programa. Uma cabeça pensante, inspirada, um violão que emociona e um jeito de cantar daqueles que é assinatura. Um grande Artista! A música começou na sua casa com seus pais e irmãos. Paulinho é o caçula de quatro irmãos e juntando os gostos de todos da sua família e mais o que ouvia no rádio foi o que fez sua cabeça musical. Para nós ele trouxe uma versão inspirada de “Terra” do Caetano, “Enrosca” sucesso de Fabio Jr, “Sonhos” de Peninha e foi delicioso relembrar “Nuvem Passageira”, sucesso único de Hermes Aquino. “A música é um perfume que fica no ar. A música nos desperta para enxergar alguma coisa e faz o instante ser mais intenso”.

c

A saga da família Skywalker continua em Star Wars: Os Últimos Jedi

A saga da família Skywalker continua em Star Wars: Os Últimos Jedi

Em “Star Wars: Os Últimos Jedi”, da Lucasfilm, a saga da família Skywalker continua quando os heróis de “O Despertar da Força” se unem a lendas da galáxia em uma aventura épica que desvenda antigos mistérios da Força e revelações surpreendentes do passado. O elenco do filme conta com Mark Hamill, Carrie Fisher, Adam Driver, Daisy Ridley, John Boyega, Oscar Isaac, Lupita Nyong’o, Andy Serkis, Domhnall Gleeson, Anthony Daniels, Gwendoline Christie, Kelly Marie Tran, Laura Dern e Benicio Del Toro. “Star Wars: Os Últimos Jedi” tem roteiro e direção de Rian Johnson e produção de Kathleen Kennedy e Ram Bergman. J.J. Abrams, Tom Karnowski e Jason McGatlin estão na produção executiva.

 

“Star Wars: Os Últimos Jedi” estreia nos cinemas brasileiros no dia 14 de dezembro de 2017.