Premiação do Festival de Cannes 2018

Premiação do Festival de Cannes 2018

A 71ª edição do Festival aconteceu do dia 8 de maio até o dia 19 do mesmo mês.

Conheça os vencedores de um dos festivais de cinema mais famosos do mundo.

 Palma de Ouro: “Shoplifters”, do japonês Hirokazu Kore-Eda.
 Grande Prêmio: “BlacKKKlansman”, do americano Spike Lee.
Prêmio do Júri: “Capharnaüm”, da libanesa Nadine Labaki.
Palma de Ouro especial: O franco-suíço Jean-Luc Godard, que disputava com “Le livre d’image”.
 Melhor Direção: O polonês Pawel Pawlikowski por “Cold War”.
Melhor Roteiro: Ex aequo à italiana Alice Rohrwacher por “Lazzaro felice”, e os iranianos Jafar Panahi e Nader Saeivar por “Three faces”.
Melhor Atriz: A cazaque Samal Yeslyamova por “Ayka”.
Melhor Ator: O italiano Marcello Fonte por “Dogman”.
Câmara de Ouro: “Girl”, do belga Lukas Dhont.
Palma de Ouro para curta-metragem: “All these creatures”, do australiano Charles Williams.
Menção especial para curta-metragem: “Yan Bian Shao Nian”, do chinês Wei Shujun.
xcannes-poster-uncropped.jpg.pagespeed.ic.MoDptgW3KL
Por: Vitor Arouca

 

Anúncios
Vencedores do prêmio Critics Choice Awards 2018

Vencedores do prêmio Critics Choice Awards 2018

Gal Gadot (Foto: Getty Images)

 

MELHOR FILME
Doentes de Amor
Me Chame Pelo Seu Nome
O Destino de uma Nação
Dunkirk
Projeto Flórida
Corra!
Lady Bird – É Hora de Voar
The Post – A Guerra Secreta
A Forma da Água
Três Anúncios para um Crime

MELHOR ATOR
Timothée Chalamet – Me Chame Pelo Seu Nome
James Franco – Artista do Desastre
Jake Gyllenhaal – O Que te faz Mais Forte
Tom Hanks – The Post – A Guerra Secreta
Daniel Kaluuya – Corra!
Daniel Day-Lewis – Trama Fantasma
Gary Oldman – O Destino de uma Nação

MELHOR ATRIZ
Jessica Chastain – A Grande Jogada
Sally Hawkins – A Forma da Água
Frances McDormand – Três Anúncios para um Crime
Margot Robbie – I, Tonya
Saoirse Ronan – Lady Bird – É Hora de Voar
Meryl Streep – The Post – A Guerra Secreta

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Willem Dafoe – Projeto Flórida
Armie Hammer – Me Chame Pelo Seu Nome
Richard Jenkins – A Forma da Água
Sam Rockwell – Três Anúncios para um Crime
Patrick Stewart – Logan
Michael Stuhlbarg – Me Chame Pelo Seu Nome

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Mary J. Blige – Mudbound
Hong Chau – Pequena Grande Vida
Tiffany Haddish – Girls Trip
Holly Hunter – The Big Sick
Allison Janney – I, Tonya
Laurie Metcalf – Lady Bird – É Hora de Voar
Octavia Spencer – A Forma da Água

MELHOR ATOR OU ATRIZ JOVEM
Mckenna Grace – Um Laço de Amor
Dafne Keen – Logan
Brooklynn Prince – Projeto Flórida
Millicent Simmonds – Sem Fôlego
Jacob Tremblay – Extraordinário

MELHOR ELENCO
Dunkirk
Lady Bird
Mudbound
The Post – A Guerra Secreta
Três Anúncios para um Crime

MELHOR DIRETOR
Guillermo del Toro – A Forma da Água
Greta Gerwig – Lady Bird
Martin McDonagh – Três Anúncios para um Crime
Christopher Nolan – Dunkirk
Luca Guadagnino – Me Chame Pelo Seu Nome
Jordan Peele – Corra!
Steven Spielberg – The Post – A Guerra Secreta

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Guillermo del Toro e Vanessa Taylor – A Forma da Água
Greta Gerwig – Lady Bird – É Hora de Voar
Emily V. Gordon e Kumail Nanjiani – Doentes de Amor
Liz Hannah e Josh Singer – The Post – A Guerra Secreta
Martin McDonagh – Três Anúncios para um Crime
Jordan Peele – Corra!

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
James Ivory – Me Chame Pelo Seu Nome
Scott Neustadter e Michael H. Weber – Artista do Desastre
Dee Rees and Virgil Williams – Mudbound
Aaron Sorkin – A Grande Jogada
Jack Thorne, Steve Conrad, Stephen Chbosky – Extraordinário

MELHOR FOTOGRAFIA
Roger Deakins – Blade Runner 2049
Hoyte van Hoytema – Dunkirk
Dan Laustsen – A Forma da Água
Rachel Morrison – Mudbound
Sayombhu Mukdeeprom – Me Chame Pelo Seu Nome

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE
Paul Denham Austerberry, Shane Vieau, Jeff Melvin – A Forma da Água
Jim Clay, Rebecca Alleway – Assassinato no Expresso do Oriente
Nathan Crowley, Gary Fettis – Dunkirk
Dennis Gassner, Alessandra Querzola – Blade Runner 2049
Sarah Greenwood, Katie Spencer – A Bela e a Fera
Mark Tildesley, Véronique Melery – Trama Fantasma

MELHOR MONTAGEM
Michael Kahn, Sarah Broshar – The Post – A Guerra Secreta
Paul Machliss, Jonathan Amos – Em Ritmo de Fuga
Lee Smith – Dunkirk
Joe Walker – Blade Runner 2049
Sidney Wolinsky – The Shape of Water

MELHOR FIGURINO
Renée April – Blade Runner 2049
Mark Bridges – Trama Fantasma
Jacqueline Durran – A Bela e a Fera
Lindy Hemming – Mulher-Maravilha
Luis Sequeira – A Forma da Água

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM
A Bela e a Fera
O Destino de uma Nação
I, Tonya
A Forma da Água
Extraordinário

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Blade Runner 2049
Dunkirk
A Forma da Água
Thor: Ragnarok
Planeta dos Macacos: A Guerra
Mulher-Maravilha

MELHOR ANIMAÇÃO
The Breadwinner
Viva – A Vida é uma Festa
Meu Malvado Favorito 3
LEGO Batman: O Filme
Com amor, Van Gogh

MELHOR FILME DE AÇÃO
Em Ritmo de Fuga
Logan
Thor: Ragnarok
Planeta dos Macacos: A Guerra
Mulher-Maravilha

MELHOR FILME DE COMÉDIA
Doentes de Amor
Artista do Desastre
Girls Trip
I, Tonya
Lady Bird – É Hora de Voar

MELHOR ATOR DE COMÉDIA
Steve Carell – A Guerra dos Sexos
James Franco – Artista do Desastre
Chris Hemsworth – Thor: Ragnarok
Kumail Nanjiani – Doenteshem de Amor
Adam Sandler – Os Meyerowitz: Família não se Escolhe

MELHOR ATRIZ DE COMÉDIA
Tiffany Haddish – Girls Trip
Zoe Kazan – Doentes de Amor
Margot Robbie – I, Tonya
Saoirse Ronan – Lady Bird – É Hora de Voar
Emma Stone – A Guerra dos Sexos

MELHOR FILME DE TERROR OU FICÇÃO-CIENTÍFICA
Blade Runner 2049
Corra!
It – A Coisa
A Forma da Água

MELHOR FILME DE LÍNGUA ESTRANGEIRA
120 Batimentos por Minuto
Uma Mulher Fantástica
First They Killed My Father
Em Pedaços
The Square – A Arte da Discórdia
Thelma

MELHOR CANÇÃO
“Evermore” – A Bela e a Fera
“Mystery of Love” – Me Chame Pelo Seu Nome
“Remember Me” – Viva – A Vida é uma Festa
“Stand Up for Something” – Marshall
“This Is Me” – O Rei do Show

MELHOR TRILHA SONORA
Alexandre Desplat – A Forma da Água
Jonny Greenwood – Trama Fantasma
Dario Marianelli – O Destino de uma Nação
Benjamin Wallfisch e Hans Zimmer – Blade Runner 2049
John Williams – The Post – A Guerra Secreta
Hans Zimmer – Dunkirk

Gal Gadot (Foto: Getty Images)
Angelina Jolie (Foto: Getty Images)
Reese Witherspoon (Foto: Getty Images)
Margot Robbie (Foto: Getty Images)

TELEVISÃO

MELHOR SÉRIE DE DRAMA
American Gods (Starz)
The Crown (Netflix)
Game of Thrones (HBO)
The Handmaid’s Tale (Hulu)
Stranger Things (Netflix)
This Is Us (NBC)

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE DRAMA
Sterling K. Brown – This Is Us (NBC)
Paul Giamatti – Billions (Showtime)
Freddie Highmore – Bates Motel (A&E)
Ian McShane – American Gods (Starz)
Bob Odenkirk – Better Call Saul (AMC)
Liev Schreiber – Ray Donovan (Showtime)

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE DRAMA
Caitriona Balfe – Outlander (Starz)
Christine Baranski – The Good Fight (CBS All Access)
Claire Foy – The Crown (Netflix)
Tatiana Maslany – Orphan Black (BBC America)
Elisabeth Moss – The Handmaid’s Tale (Hulu)
Robin Wright – House of Cards (Netflix)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DE DRAMA
Bobby Cannavale – Mr. Robot (USA)
Asia Kate Dillon – Billions (Showtime)
Peter Dinklage – Game of Thrones (HBO)
David Harbour – Stranger Things (Netflix)
Delroy Lindo – The Good Fight (CBS All Access)
Michael McKean – Better Call Saul (AMC)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DE DRAMA
Gillian Anderson – American Gods (Starz)
Emilia Clarke – Game of Thrones (HBO)
Ann Dowd – The Handmaid’s Tale (Hulu)
Cush Jumbo – The Good Fight (CBS All Access)
Margo Martindale – Sneaky Pete (Amazon)
Chrissy Metz – This Is Us (NBC)

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA
The Big Bang Theory (CBS)
Black-ish (ABC)
GLOW (Netflix)
The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)
Modern Family (ABC)
Patriot (Amazon)

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA
Anthony Anderson – Black-ish (ABC)
Aziz Ansari – Master of None (Netflix)
Hank Azaria – Brockmire (IFC)
Ted Danson – The Good Place (NBC)
Thomas Middleditch – Silicon Valley (HBO)
Randall Park – Fresh Off the Boat (ABC)

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA
Kristen Bell – The Good Place (NBC)
Alison Brie – GLOW (Netflix)
Rachel Brosnahan – The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)
Sutton Foster – Younger (TV Land)
Ellie Kemper – Unbreakable Kimmy Schmidt (Netflix)
Constance Wu – Fresh Off the Boat (ABC)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DE COMÉDIA
Tituss Burgess – Unbreakable Kimmy Schmidt (Netflix)
Walton Goggins – Vice Principals (HBO)
Sean Hayes – Will & Grace (NBC)
Marc Maron – GLOW (Netflix)
Kumail Nanjiani – Silicon Valley (HBO)
Ed O’Neill – Modern Family (ABC)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DE COMÉDIA
Mayim Bialik – The Big Bang Theory (CBS)
Alex Borstein – The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)
Betty Gilpin – GLOW (Netflix)
Jenifer Lewis – Black-ish (ABC)
Alessandra Mastronardi – Master of None (Netflix)
Rita Moreno – One Day at a Time (Netflix)

MELHOR MINISSÉRIE
American Vandal (Netflix)
Big Little Lies (HBO)
Fargo (FX)
Feud: Bette and Joan (FX)
Godless (Netflix)
The Long Road Home (National Geographic)

MELHOR TELEFILME
Flint (Lifetime)
I Am Elizabeth Smart (Lifetime)
A Vida Imortal de Henrietta Lacks (HBO)
Sherlock: The Lying Detective (PBS)
O Mago das Mentiras (HBO)

MELHOR ATOR EM TELEFILME OU SÉRIE LIMITADA
Jeff Daniels – Godless (Netflix)
Robert De Niro – O Mago das Mentiras (HBO)
Ewan McGregor – Fargo (FX)
Jack O’Connell – Godless (Netflix)
Evan Peters – American Horror Story: Cult (FX)
Bill Pullman – The Sinner (USA)
Jimmy Tatro – American Vandal (Netflix)

MELHOR ATRIZ EM TELEFILME OU SÉRIE LIMITADA
Jessica Biel – The Sinner (USA)
Alana Boden – I Am Elizabeth Smart (Lifetime)
Carrie Coon – Fargo (FX)
Nicole Kidman – Big Little Lies (HBO)
Jessica Lange – Feud: Bette and Joan (FX)
Reese Witherspoon – Big Little Lies (HBO)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM TELEFILME OU SÉRIE LIMITADA
Johnny Flynn – Genius (National Geographic)
Benito Martinez – American Crime (ABC)
Alfred Molina – Feud: Bette and Joan (FX)
Alexander Skarsgård – Big Little Lies (HBO)
David Thewlis – Fargo (FX)
Stanley Tucci – Feud: Bette and Joan (FX)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM TELEFILME OU SÉRIE LIMITADA
Judy Davis – Feud: Bette and Joan (FX)
Laura Dern – Big Little Lies (HBO)
Jackie Hoffman – Feud: Bette and Joan (FX)
Regina King – American Crime (ABC)
Michelle Pfeiffer – O Mago das Mentiras (HBO)
Mary Elizabeth Winstead – Fargo (FX)

MELHOR TALK SHOW
Ellen (NBC)
Harry (Syndicated)
Jimmy Kimmel Live! (ABC)
The Late Late Show with James Corden (CBS)
The Tonight Show Starring Jimmy Fallon (NBC)
Watch What Happens Live with Andy Cohen (BRAVO)

MELHOR SÉRIE ANIMADA
Archer (FX)
Bob’s Burgers (Fox)
BoJack Horseman (Netflix)
Danger & Eggs (Amazon)
Rick and Morty (Adult Swim)
The Simpsons (Fox)

MELHOR REALITY NÃO-ESTRUTURADO
Born This Way (A&E)
Ice Road Truckers (History)
Intervention (A&E)
Live PD (A&E)
Ride with Norman Reedus (AMC)
Teen Mom (MTV)

MELHOR REALITY ESTRUTURADO
The Carbonaro Effect (truTV)
Fixer Upper (HGTV)
The Profit (CNBC)
Shark Tank (ABC)
Undercover Boss (CBS)
Who Do You Think You Are? (TLC)

MELHOR REALITY DE COMPETIÇÃO
America’s Got Talent (NBC)
Chopped (Food Network)
Dancing with the Stars (ABC)
Project Runway (Lifetime)
RuPaul’s Drag Race (LOGOtv)
The Voice (NBC)

MELHOR APRESENTADOR(A) DE REALITY SHOW
Ted Allen – Chopped (Food Network)
Tyra Banks – America’s Got Talent (NBC)
Tom Bergeron – Dancing with the Stars (ABC)
Cat Deeley – So You Think You Can Dance (Fox)
Joanna and Chip Gaines – Fixer Upper (HGTV)
RuPaul – RuPaul’s Drag Race (LOGOtv)

Saoirse Ronan (Foto: Getty Images)
Sai a lista dos prêmios BAFTA

Sai a lista dos prêmios BAFTA

Academia Britânica de Artes da Televisão e Cinema divulgou a lista de indicados ao BAFTA 2018, maior premiação do cinema britânico. Veja a lista completa:

Melhor filme

  • Me Chame Pelo Seu Nome
  • Dunkirk
  • O Destino de Uma Nação
  • A Forma da Água
  • Três Anúncios Para um Crime

Melhor Filme Britânico

  • O Destino de Uma Nação
  • The Death of Stalin
  • God’s Own Country
  • Lady Macbeth
  • As Aventuras de Paddington 2 
  • Três Anúncios Para um Crime

Estreia Notável de Um Cineasta Britânico

  • The Ghoul – Gareth Tunley (roteirista/diretor/produtor), Jack Healy Guttman & Tom Meeten (produtores)
  • I Am Not a Witch – Rungano Nyoni (roteirista/diretor), Emily Morgan (Produtor)
  • Jawbone – Johnny Harris (escritor/produtor), Thomas Napper (diretor)
  • Kingdom of Us – Lucy Cohen (diretor)
  • Lady Macbeth – Alice Birch (roteirista), William Oldroyd (diretor), Fodhla Cronin O’Reilly (produtor)

Melhor Filme em Língua Não-Inglesa

  • Elle
  • First They Killed My Father
  • The Handmaiden
  • Loveless
  • The Salesman

Melhor documentário

  • City of Ghosts
  • I Am Not Your Negro
  • Icarus
  • An Inconvenient Sequel
  • Jane

Melhor Longa Animado

  • Viva – A Vida é uma Festa
  • Com Amor, Van Gogh
  • My Life as a Courgette

Melhor diretor

  • Denis Villeneuve, Blade Runner 2049
  • Luca Guadagnino, Me Chame Pelo Seu Nome
  • Christopher Nolan, Dunkirk
  • Guillermo Del Toro, A Forma da Água
  • Martin McDonagh, Três Anúncios Para um Crime

Melhor roteiro original

  • Corra!
  • I, Tonya
  • Lady Bird – É Hora de Voar
  • A Forma da Água
  • Três Anúncios Para um Crime

Melhor roteiro adaptado

  • Me Chame Pelo Seu Nome
  • The Death of Stalin
  • Film Stars Don’t Die in Liverpool
  • A Grande Jogada
  • As Aventuras de Paddington 2

Melhor atriz

  • Annette Bening, Film Stars Don’t Die in Liverpool
  • Frances McDormand, Três Anúncios Para um Crime
  • Margot Robbie, I, Tonya
  • Sally Hawkins, A Forma da Água
  • Saoirse Ronan, Lady Bird – É Hora de Voar

Melhor ator

  • Daniel Day-Lewis, Trama Fantasma
  • Daniel Kaluuya, Corra!
  • Gary Oldman, O Destino de Uma Nação
  • Jamie Bell, Film Stars Don’t Die in Liverpool
  • Timothée Chalamet, Me Chame Pelo Seu Nome

Melhor atriz coadjuvante

  • Allison Janney, I, Tonya
  • Kristin Scott Thomas, O Destino de Uma Nação
  • Laurie Metcalf, Lady Bird – É Hora de Voar
  • Lesley Manville, Trama Fantasma
  • Octavia Spencer, A Forma da Água

Melhor ator coadjuvante

  • Christopher Plummer, Todo o Dinheiro do Mundo
  • Hugh Grant, As Aventuras de Paddington 2
  • Sam Rockwell, Três Anúncios Para um Crime
  • Willem Dafoe, Projeto Flórida
  • Woody Harrelson, Três Anúncios Para um Crime

Melhor Trilha Sonora Original

  • Blade Runner 2049
  • O Destino de Uma Nação
  • Dunkirk
  • Trama Fantasma
  • A Forma da Água

Melhor fotografia

  • Blade Runner 2049
  • O Destino de Uma Nação
  • Dunkirk
  • A Forma da Água
  • Três Anúncios Para um Crime

Melhor edição

  • Em Ritmo de Fuga
  • Blade Runner 2049
  • Dunkirk
  • A Forma da Água
  • Três Anúncios Para um Crime

Melhor Design de Produção

  • A Bela e a Fera
  • Blade Runner 2049
  • O Destino de Uma Nação
  • Dunkirk
  • A Forma da Água

Melhor Figurino

  • A Bela e a Fera
  • O Destino de Uma Nação
  • I, Tonya
  • Trama Fantasma
  • A Forma da Água

Melhor Penteado e Maquiagem

  • Blade Runner 2049
  • O Destino de Uma Nação
  • I, Tonya
  • Victoria & Abdul
  • Extraordinário

Melhor Som

  • Em Ritmo de Fuga
  • Blade Runner 2049
  • Dunkirk
  • A Forma da Água
  • Star Wars: Os Últimos Jedi

Melhores Efeitos Visuais

  • Blade Runner 2049
  • Dunkirk
  • A Forma da Água
  • Star Wars: Os Últimos Jedi
  • Planeta dos Macacos: A Guerra

Melhor Curta de Animação Britânico

  • Have Heart
  • Mamoon
  • Poles Apart

Melhor Curta Britânico

  • Aamir
  • Cowboy Dave
  • A Drowning Man
  • Work
  • Wren Boys

EE Rising Star Award – Estrela em ascenção

  • Daniel Kaluuya
  • Florence Pugh
  • Josh O’Connor
  • Tessa Thompson
  • Timothée Chalamet

A cerimônia de entrega do BAFTA acontece em 18 de fevereiro.

Em noite de consagração de Big Little Lies e protestos, Globo de Ouro revela vencedores

Em noite de consagração de Big Little Lies e protestos, Globo de Ouro revela vencedores

A entrega do 75º Globo de Ouro, concedido pela Associação De Imprensa Esttangeira de Hollywood foi marcada pela consagração de Big Little Lies . Laura Dern e Nicole Kidman foram premiadas, além da própria série. A série fala de agressão à mulher e do empoderamento feminino.

The Handmaid´s tales também foi agraciada no quesito TV.

 

Aliás foi uma noite de protestos contra o assédio sexual feminino principalmente após os escândalos envolvendo Harvey Weinstein e Kevin Spacey, que viraram alvos de piada na noite pelo apresentador Sete Meyers. As mulheres se vestiram de preto marcando território nesse protesto.

O filme Três Anúncios de um Crime se destacou na ala de cinema,  com destaque para Frances McDormand que levou a estatueta de Melhor Atriz,mas A Forma da Água que tinha sete indicações teve seu diretor Guillermo Del Toro, vencedor na categoria.

A grande homenageada da noite com o prêmio Cecil b. De Mille foi a apresentadora Oprah Winfrey que citou antecessores na causa negra e ratificou que foi a primeira mulher negra a receber tal honraria. E elogiou a coragem das mulheres da indústria cinematográfica que denunciaram os abusos.

Para os fãs de A Culpa das Estrelas foi um prato cheio porque Shailene Woodley, Ansel Engort e Laura Dern, esta última laureada como atriz coadjuvante por Big Little Lies. A série é da HBO.

O desenho animado vencedor foi Coco, que no Brasil teve o nome de Viva – a vida é uma festa, da Disney. E a canção original foi This is Me, de O Rei do Show.

Saoirse Ronan venceu Melhor Atriz em Comédia ou Musical por Lady Bird. A menina já havia se destacado no filme Reparação.

Veja os vencedores desse grande prêmio que é uma prévia do Oscar. Os indicados serão divulgados no dia 23 de janeiro e a entrega do prêmio será no dia 4 de março.

Cinema

 

Melhor filme dramático: Três Anúncios para um Crime

Melhor filme cômico ou musical: Lady Bird: É Hora de Voar

Melhor diretor: Guillermo Del Toro – A Forma da Água

Melhor ator – drama: Gary Oldman – O Destino de uma Nação

Melhor ator – comédia ou musical: James Franco – O Artista do Desastre

Melhor atriz – drama: Frances McDormand – Três Anúncios para um Crime

Melhor atriz – comédia ou musical: Saorsie Ronan – Lady Bird: É Hora de Voar

Melhor ator coadjuvante: Sam Rockwell – Três Anúncios para um Crime

Melhor atriz coadjuvante: Alisson Jenney – Eu, Tonya

Melhor roteiro: Três Anúncios para um Crime

Melhor trilha sonora: A Forma da Água

Melhor canção original: This is Me – O Rei do Show

Melhor animação: Viva: A Vida É uma Festa

Melhor filme estrangeiro: Em Pedaços (Alemanha/França)

 

Televisão

 

Melhor série dramática: The Handmaid’s Tale

Melhor série cômica: The Marvelous Mrs. Maisel

Melhor minissérie ou filme para TV: Big Little Lies

Ator em série dramática: Sterling K. Brown – This is Us

Ator em série cômica: Aziz Ansari – Master of None

Atriz em série dramática: Elisabeth Moss – The Handmaid’s Tale

Atriz em série cômica ou musical: Rachel Brosnahan – The Marvelous Mrs. Maisel

Ator em minissérie ou filme para TV: Ewan McGregor – Fargo

Atriz em minissérie ou filme para TV: Nicole Kidman – Big Little Lies

Ator coadjuvante em TV: Alexander Skarsgard – Big Little Lies

Atriz coadjuvante em TV: Laura Dern – Big Little Lies

 

Crédito da foto: Divulgação

Por Anna Barros

Sai a lista dos vencedores do prêmio APCA 2017

Sai a lista dos vencedores do prêmio APCA 2017

Na noite desta segunda-feira (11), a Associação Paulista dos Críticos de Arte elegeu os vencedores da tradicional premiação entregue pela APCA, numa reunião com os críticos no Sindicado dos Jornalistas de São Paulo.

Participaram das indicações de 2017 os críticos Cristina Padiglione, Edianez Parente, Fabio Maksymczuk, Flávio Ricco, José Armando Vanucci, Leão Lobo, Neuber Fischer, Nilson Xavier e Paulo Gustavo.

Apenas Flávio Ricco e José Armando Vanucci não votaram, por estarem em Curitiba (PR) para o lançamento do livro que escreveram juntos sobre a TV brasileira.

Em sete categorias, os destaques foram duas produções da Globo. A primeira foi a novela A Força do Querer, de Gloria Perez, que venceu nas categorias de Melhor Novela e Juliana Paes como Melhor Atriz, pelas interpretações de Bibi Perigosa e Zana de Dois Irmãos.

A segunda foi a série Sob Pressão, exibida nas noites de terça da Globo entre julho e setembro. Sob Pressão venceu como Melhor série e Júlio Andrade como Melhor Ator, pelo papel do Dr. Evandro e Cadu de 1 Contra Todos.

Quem também se destacou foi a humorista e atriz Tatá Werneck, que venceu na categoria de Melhor Apresentador ou Apresentadora, graças ao seu Lady Night, exibido no Multishow a partir deste ano.

A crítica paulista também celebrou como Melhor Diretor Luiz Fernando Carvalho, pelo seu trabalho no seriado Dois Irmãos, exibido em janeiro pela Globo. Por fim, o Terra Dois, da TV Cultura, venceu na categoria Melhor Programa.

A cerimônia que vai entregar os prêmios aos vencedores ocorrerá no primeiro trimestre de 2018, em data e local que ainda serão definidos pela APCA.

Veja a relação completa dos vencedores:

Melhor Novela: A Força do Querer (Globo)
Melhor Série: Sob Pressão (Globo)
Melhor ator: Julio Andrade, por Dr. Evandro, de Sob Pressão
Melhor atriz: Juliana Paes, por Bibi Perigosa, de A Força do Querer
Melhor diretor: Luiz Fernando Carvalho, por Dois Irmãos
Melhor programa: Terra Dois (TV Cultura)
Melhor apresentador ou apresentadora: Tatá Werneck, por Lady Night

 

Por Anna Barros

Tv Globo tem seis indicações ao Emmy Internacional

Tv Globo tem seis indicações ao Emmy Internacional

A Globo tem seis nomes indicados ao prêmio Emmy Internacional, considerado o Oscar da TV mundial. A lista completa foi anunciada nesta quarta-feira (27). No total, são 44 indicados de 18 países entre as 11 categorias. A emissora concorre em cinco categorias.

Adriana Esteves vai concorrer como Melhor Atriz por seu trabalho na série “Justiça”, onde interpretou a personagem Fátima. “Justiça”, de Manuela Dias e direção artística de José Luiz Villamarim, aparece também na disputa pelo prêmio de Melhor Série Dramática.

O programa “Tá no Ar” concorre como Melhor Comédia. A redação da atração tem entre seus nomes os atores Marcius Melhem e Marcelo Adnet. Já “Alemão” disputa para Melhor Filme/minissérie para TV.

Entre os quatro indicados para categoria Telenovela, duas são da emissora: “Totalmente Demais” – escrita por Rosane Svartman e Pailo Halm – e “Velho Chico” – de Benedito Ruy Barbosa.

Adriana Esteves na série Adriana Esteves na série

Adriana Esteves na série “Justiça” (Foto: Globo/Estevam Avellar)

O Brasil concorre em outras três categorias do prêmio. “Porta dos Fundos” tenta o prêmio de Melhor Programa Artístico; e “Crime Time” (Studio + / John Doe Productions / 22H22) concorre a Melhor Série de Curta Duração; e Julio Andrade pode levar o prêmio de Melhor Ator por seu trabalho em “Um Contra Todos”.

Os vencedores do Emmy Internacional serão anunciados em 20 de novembro, em uma cerimônia de gala que sera realizada em Nova York.

Veja a lista dos indicados nas categorias em que o Brasil concorre:

Melhor atriz

  • Adriana Esteves em “Justiça” – Brasil
  • Anna Friel em “Marcella” – Reino Unido
  • Sonja Gerhardt em “Ku’damm 56” – Alemanha
  • Thuso Mbedu em “Is’thunzi” – África do Sul

Comédia

  • “Alan Partridge’s Scissored Isle” – Reino Unido
  • “Callboys” – Bélgica
  • “Rakugo The Movie” – Japão
  • “Tá No Ar: a TV na TV” – Brazil

Série Dramática

  • “Justiça” – Brazil
  • “Mammon II” – Noruega
  • “Moribito: Guardian of the Spirit” – Japão
  • “Wanted” – Austrália

Telenovela

  • “30 Vies – Isabelle Cousineau” – Canadá
  • “Kara Sevda” – Turquia
  • “Totalmente Demais” – Brasil
  • “Velho Chico” – Brasil

Melhor Filme/minissérie para TV

  • “Alemão” – Brasil
  • “Ne m’abandonne pas” – França
  • “Reg” – Reino Unido
  • “Tokyo Trial” – Japão

Série de curta duração

  • “Ahi Afuera” – Argentina
  • “The Amazing Gayl Pile” – Canadá
  • “Crime Time” – Brasil
  • “Familie Braun” – Alemanha

Melhor Programa Artístico

  • “Hip-Hop Evolution – The Foundation” – Canadá
  • “Never-Ending Man: Hayao Miyazaki” – Japão
  • “Portátil (Porta dos Fundos)” – Brasil
  • “Robin de Puy – Ik ben het allemaal zelf” – Holanda

Melhor ator:

  • Julio Andrade em “Um Contra Todos” – Brasil
  • Kenneth Branagh em “Wallander” – Reino Unido
  • Zanjoe Marudo em “Maalaala Mo Kaya” – Filipinas
  • Kad Merad em “Baron Noir” – França

Fonte: Portal G1

Por Anna Barros

“Que horas ela volta?” é o vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

“Que horas ela volta?” é o vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

que-horas-ela-voltaQue horas ela volta? foi o grande vencedor do GP do Cinema Brasileiro, cujos troféus foram entregues na noite desta terça, dia 4, no Theatro Municipal do Rio com sete. Chatô, o Rei do Brasil, o polêmico filme dirigido por Guilherme Fontes venceu em cinco categorias.

Que horas ela volta? é um dos melhores filmes da safra brasileira que tem cada vez mais se especializado em contar grandes histórias e premiou o talento de Regina Casé como atriz. Ela levou o troféu Grande Otelo para casa, com merecida justiça.

O grande homenageado da noite foi Daniel Filho por sua contribuição ao cinema, principalmente com os campeões de bilheteria Se eu fosse você 1 e 2.

Além de Regina, Camila Márdila venceu o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante, também por Que horas ela volta?

Os vencedores nas diversas categorias foram:

Melhor longa-metragem de ficção
“A história da eternidade”, de Camilo Cavalcanti
“Ausência”, de Chico Teixeira
“Califórnia”, de Marina Person
“Casa grande”, de Fellipe Gamarano Barbosa
“Chatô – O rei do Brasil”, de Guilherme Fontes
“Que horas ela volta?”, de Anna Muylaert
“Sangue Azul”, de Lírio Ferreira
“Tudo que aprendemos juntos”, de Sérgio Machado

Melhor longa-metragem documentário
“Betinho, a esperança equilibrista”, de Victor Lopes
“Campo de jogo”, de Eryk Rocha
“Cássia Eller”, de Paulo Henrique Fontenelle
“Chico – Artista brasileiro”, de Miguel Faria Jr
“Últimas conversas”, de Eduardo Coutinho

Melhor longa-metragem comédia
“Infância”, de Domingos Oliveira
“Pequeno dicionário amoroso 2”, de Sandra Werneck
“S.O.S. mulheres ao mar 2”, de Cris D’Amato
“Sorria, você está sendo filmado”, de Daniel Filho
“Super pai”, de Pedro Amorim

Melhor longa-metragem animação
Até que a Sbórnia nos separe”, de Otto Guerra
“Ritos de passagem”, de Chico Liberato

Melhor direção
Anna Muylaert (“Que horas ela volta?”)
Camilo Cavalcanti (“A história da eternidade”)
Chico Teixeira (“Ausência”)
Daniel Filho (“por Sorria, você esta sendo filmado”)
Eduardo Coutinho (“Últimas conversas”)
Eryk Rocha (“Campo de jogo”)
Fellipe Gamarano Barbosa (“Casa grande”)

Melhor atriz
Alice Braga (“Muitos homens num só”)
Andréa Beltrão (“Chatô – O rei do Brasil”)
Dira Paes (“Órfãos do Eldorado”)
Fernanda Montenegro (“Infância”)
Marcélia Cartaxo (“A história da eternidade”)
Regina Casé (“Que horas ela volta?”)

Melhor ator
Daniel de Oliveira (“A estrada 47”)
Irandhir Santos (“Ausência”)
João Miguel (“A hora e a vez de Augusto Matraga”)
Lázaro Ramos (“Tudo que aprendemos juntos”)
Marco Ricca (“Chatô – O rei do Brasil”)

Melhor atriz coadjuvante
Camila Márdila (“Que horas ela volta?”)
Fabiula Nascimento (“Operações especiais”)
Georgiana Goes (“Casa grande”)
Karine Teles (“Que horas ela volta?”)
Leandra Leal (“Chatô – O rei do Brasil”)

Melhor ator coadjuvante
Ângelo Antônio (“A floresta que se move”)
Chico Anysio (“A hora e a vez de Augusto Matraga”)
Claudio Jaborandy (“A história da eternidade”)
Lourenço Mutarelli (“Que horas ela volta?”)
Marcello Novaes (“Casa grande”)

Melhor direção de fotografia (empate)
Adrian Teijido (“Órfãos do Eldorado”)
Bárbara Alvarez (“Que horas ela volta?”)
José Roberto Eliezer (“Chatô – O rei do Brasil”)
Lula Carvalho (“A hora e a vez de Augusto Matraga”)
Mauro Pinheiro Jr (“Sangue azul”)

Melhor roteiro original
Adirley Queirós (“Branco sai, preto fica”)
Anna Muylaert (“Que horas ela volta?”)
Camilo Cavalcanti (“A história da eternidade”)
Fellipe Gamarano Barbosa e Karen Sztajnberg (“Casa grande”)
Vicente Ferraz (“A estrada 47”)

Melhor roteiro adaptado
Domingos de Oliveira (“Infância”)
Guilherme Coelho (“Orfãos do Eldorado”)
Guilherme Fontes, João Emanuel Carneiro e Matthew Robbins (“Chatô – O rei do Brasil”)
Lusa Silvestre e Marcelo Rubens Paiva (“Depois de tudo”)
Manuela Dias e Vinícius Coimbra (“A hora e a vez de Augusto Matraga”)
Marcos Jorge (“O duelo”)

Melhor direção de arte
Ana Mara Abreu (“Califórnia”)
Ana Paula Cardoso (“Casa grande”)
Gualter Pupo (“Chatô – O rei do Brasil”)
Julia Tiemann (“A história da eternidade”)
Juliana Carapeba (“Sangue azul”)
Marcos Pedroso e Thales Junqueira (“Que horas ela volta?”)

Melhor figurino
André Simonetti e Claudia Kopke (“Que horas ela volta?”)
Beth Pilipecki e Reinaldo Machado (“A hora e a vez de Augusto Matraga”)
Elisabetta Antico (“A estrada 47”)
Gabriela Campos (“Casa grrande”)
Letícia Barbieri (“Califórnia”)
Rita Murtinho (“Chatô – O rei do Brasil”)

Melhor maquiagem
Anna Van Steen (“Califórnia”)
Auri Mota (“Casa grande”)
Federico Carrette e Vicenzo Mastrantonio (“A estrada 47”)
Maria Lucia Mattos e Martín Macias Trujillo (“Chatô – O rei do Brasil”)
Tayce Vale e Vavá Torres (“A hora e a vez de Augusto Matraga”)

Melhor efeito visual
Bernardo Alevato e Isadora Hertz (“Órfãos do Eldorado”)
Guilherme Ramano (“Que horas ela volta?”)
Marcelo Siqueira (“Linda de morrer”)
Marcos Cidreira “Chatô – O rei do Brasil”)
Robson Sartori (“A estrada 47”)

Melhor montagem ficção
Alexandre Boechat (“A hora e a vez de Augusto Matraga”)
Felipe Lacerda e Umberto Martins (“Chatô – O rei do Brasil”)
Karen Harley (“Órfãos do Eldorado”)
Karen Harley (“Que horas ela volta?”)
Mair Tavares (“A estrada 47”)

Melhor montagem documentário
Carlos Nader e André Braz (“Homem comum”)
Diana Vasconcellos (“Chico – Artista brasileiro”)
Paulo Henrique Fontenelle (“Cássia Eller”)
Pedro Asbeg, EDT e Victor Lopes (“Betinho, a esperança equilibrista”)
Rodrigo Pastore (“Cauby – Começaria tudo outra vez”)

Melhor som
Acácio Campos, Bruno Armelim, Gabriela Cunha, Júlio César, Eric Ribeiro Christani e Caetano Cotrim (“Cássia Eller”)
Bruno Fernandes e Rodrigo Noronha (“Chico – Artista brasileiro”)
Evandro Lima, Waldir Xavier e Damião Lopes (“Casa grande”)
Gabriela Cunha, Miriam Biderman, ABC, Ricardo Reis e Paulo Gama (“Que horas ela volta?”)
José Moreau Louzeiro e Aurélio Dias (“A hora e a vez de Augusto Matraga”)
Mark Van Der Willigen, Marcelo Cyro, Pedro Lima e Sérgio Fouad (“Chatô – O rei do Brasil”)

Melhor trilha sonora original
Alexandre Guerra e Felipe de Souza (“Tudo que aprendemos juntos”)
Alexandre Kassin (“Ausência”)
Fábio Trummer e Vitor Araújo (“Que horas ela volta?”)
Patrick Laplan e Victor Camelo (“Casa grande”)
Zbgniew Preisner (“A história da eternidade”)
Zeca Baleiro (“Oração do amor selvagem”)

Melhor trilha sonora
Los Hermanos (“Esse é só o começo do fim das nossas vidas”)
Luiz Claudio Ramos, a partir da obra de Chico Buarque (“Chico – Artista brasileiro”)
Luiz Avellar (“A estrada 47”)
Nelson Hoineff, a partir da obra de Cauby Peixoto (“Cauby – Começaria tudo outra vez”)
Paulo Henrique Fontenelle, a partir da obra de Cássia Eller (“Cássia Eller”)

Melhor longa-metragem estrangeiro
“Birdman ou (A inesperada virtude da ignorância)”, de Alejandro G. Iñarritu
“Leviatã”, de Andrey Zvyagintsev
“O sal da terra”, de Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado
“Olmo e a gaivota”, de Petra Costa e Lea Glob
“Whiplash – Em busca da perfeição”, de Damien Chazell

Melhor curta-metragem de animação
“Até a China”, de Marão
“Égun”, de Helder Quiroga
“Giz”, de Cesar Cabral
“O quebra-cabeça de Tárik”, de Maria Leite
“Virando gente”, de Analúcia Godoi

Melhor curta-metragem documentário
“A festa dos cães”, de Leonardo Mouramateus
“Cordilheira de amora II”, de Jamille Fortunato
“De profundes”, de Isabela Cribari
“Entremundo”, de Renata Jardim e Thiago B. Mendonça
“Retrado de Carmen D.”, de Isabel Joffily
“Uma família ilustre”, de Beth Formaggini
“Praça de guerra”, de Edimilson Gomes

Melhor curta-metragem ficção
“História de uma pena”, Leonardo Mouramateus
“Loïe e Lucy”, de Isabella Raposo e Thiago Brito
“Outubro acabou”, de Karen Akerman e Miguel Seabra Lopes
“Quintal”, Andrés Novais
“Rapsódia de um homem negro”, de Gabriel Martins

Crédito da foto: Divulgação

Por Anna Barros