Top 5 Cenas de Dança

Top 5 Cenas de Dança

Salve galera.

Desde que o som surgiu no cinema, à música e dança se tornaram parte da 7ª arte. Tanto que recentemente, tivemos diversos musicais que voltaram a concorrer ao Oscar, como La La Land, Chicago e DreamGirls.

Por isso hoje, nosso Top 5 vai ser de cenas inesquecíveis de dança no cinema.

Já aviso: certas cenas clássicas, como Gene Kelly em Cantando na Chuva, estarão fora da lista porque resolvi focar em cenas de filmes que não fossem musicais, mas que a dança fosse algo importante na história.

5- Perfume de Mulher (Scent of a Woman, 1992)

Além de contar uma história maravilhosa, que inclusive rendeu um Oscar para Al Pacino, a cena onde ele dança tango com Gabrielle Anwar é maravilhosa.

E, como diz Pacino no filme: “não há erros no tango Donna. Não como na vida. É simples. É por isso que o tango é tão especial. Se você cometer um erro, basta continuar dançando”.

4- Ou Tudo Ou Nada (The Full Monty, 1997)

Uma das melhores comédias britânicas em muito tempo, o filme conta a história de um grupo de desempregados que resolvem fazer um show de strip-tease para arrumar dinheiro.

Apesar da ultima cena ser muito boa, onde eles dançam ao som de You Could Leave Your Hat On, a melhor cena de dança do filme é a da fila de atendimento aos desempregados. Ao som de Looking For a Some Hot Stuff, que começa a tocar no som ambiente da sala, o grupo de amigos começa a dançar discretamente. É fantástica.

3- Pulp Fiction (1994)

Não dá pra fazer uma lista de cenas recentes e não incluir John Travolta e Uma Thurman dançando Twist ao som de You Can Never Tell de Chuck Berry.

2- O Lado Bom da Vida (Silver Linings Playbook, 2013)

Com uma total falta de coordenação e um mix de músicas que parece não combinar, a cena tem um significado especial para o filme.

Ela mostra que nem tudo tem que ser perfeito para ser maravilhoso e inesquecível.

1- Footloose (1984)

Como qualquer comédia adolescente da década de 80, este filme peca pela falta de roteiro, personagens cativantes ou direção. Mas a última cena de dança do filme se tornou um marco do cinema.

@guimaraesedu

The Academy Awards: Academia divulga datas das próximas edições do Oscar até 2021

The Academy Awards: Academia divulga datas das próximas edições do Oscar até 2021

A rede de televisão ABC, responsável pela transmissão do Oscar, e a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciaram nesta terça-feira (04) as datas das próximas cerimônias da maior premiação de Holywood até o ano de 2021. Confira abaixo.

Oscar 2018 – 4 de março

Oscar 2019 – 24 de fevereiro
Oscar 2020 – 23 de fevereiro
Oscar 2021 – 28 de fevereiro

O comediante Jimmy Kimmel, apresentador do Oscar 2017, tem grandes chances de voltar à premiação, segundo a revista Variety. A produção da edição 2018 será de Michael de Luca e Jennifer Todd. O teatro Dolby, em Los Angeles, continuará a ser o palco das premiações.

Apesar da polêmica da troca de envelopes no anúncio de melhor filme no Oscar 2017, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas manteve o contrato com a PricewaterhouseCoopers, mas um terceiro auditor ciente dos resultados de todas as categorias participará do evento. O uso de equipamentos eletrônicos nos bastidores do evento será proibido.

Além do Oscar, datas de outros eventos também foram reveladas. Veja a seguir.

Governors Awards (entrega dos Oscars honorários) – 11 de novembro de 2017

Abertura da votação – 5 de janeiro de 2018

Encerramento da votação – 12 de janeiro de 2018

Anúncio dos indicados – 23 de janeiro de 2018

Almoço dos indicados – 5 de fevereiro de 2018

Abertura da votação final – 20 de fevereiro de 2018

Encerramento da votação final – 27 de fevereiro de 2018

Por: Cesar Augusto Mota

‘mother!’: Novo filme com Jennifer Lawrence promete muitos sustos e suspense

‘mother!’: Novo filme com Jennifer Lawrence promete muitos sustos e suspense

Quem não se lembra do filme de terror psicológico “Cisne Negro”, um dos maiores sucessos do diretor Darren Aronofsky e que possibilitou a Natalie Portman o Oscar de melhor atriz em 2011? Pois se prepare, será lançada uma produção nesse estilo e com um grande elenco.

O longa “mother!” (sim, a escrita é dessa forma, com letra minúscula) contará com as participações de Jennifer Lawrence e Javier Bardem como protagonistas, bem como Michelle Pfeiffer, Domhnall Gleeson, Kristen Wiig e Ed Harris.

A história traz um casal (Lawrence e Bardem) cuja relação é posta em risco quando pessoas não convidadas chegam à casa, interrompendo esse relacionamento, até então, estável.

Uma das novidades é em relação à filmagem, feita em 16 mm, algo não muito comum para o formato digital utilizado hoje. A distribuição será da Paramount Pictures, que garantiu por meio de Kyle Davies, diretor de distribuição, que o resultado contém “sustos e suspense”. Então não é para perder, não é mesmo?

A data provável de estreia de “mother!” é 13 de outubro de 2017.

Por: Cesar Augusto Mota

Remake de ‘Dirty Dancing-Ritmo Quente’, ganha seu primeiro cartaz. Confira!

Remake de ‘Dirty Dancing-Ritmo Quente’, ganha seu primeiro cartaz. Confira!

Foi divulgado o primeiro cartaz da refilmagem de ‘Dirty Dancing’, clássico de 1987 que lançou Jennifer Grey e Patrick Swayze ao estrelato. A trama ambientada nos anos 1960 ganhou o Oscar de melhor canção (“I’ve had the Time of My Life”). Confira abaixo.

Nessa nova versão, os protagonistas Baby e Johnny Castle serão interpretados por Abigail Breslin e Colt Prattes. A direção será de Wayne Blair, com participações de Debra Messing, Bruce Greenwood, Nicole Scherzinger, Sarah Hyland, Katey Sagal e Billy Dee Williams.

O telefilme será produzido pela emissora ABC, com três horas de duração. A previsão de estreia nos Estados Unidos está marcada para o dia 24 de maio de 2017.

Por: Cesar Augusto Mota

Matrix | Roteirista esclarece que novo projeto não será um reboot

Matrix | Roteirista esclarece que novo projeto não será um reboot

Depois da informação que a Warner Bros. Pictures estaria desenvolvendo um novo filme da franquia Matrix, o roteirista Zak Penn comentou sobre o projeto. A notícia, revelada pelo “Hollywood Reporter” deixou os fãs preocupados com o risco de alguém resolver refilmar a clássica obra das irmãs Wachowski. Mas Penn, numa série de tuítes, garante que esses não são os planos.

“Tudo o que posso dizer nesse momento é que ninguém poderia ou deveria REFILMAR ‘Matrix’. Quem conhece ‘Animatrix’ e os quadrinhos entende”, disse ele se referindo à série de curtas de animação inspirados no universo Matrix lançados em 2003.

“Não posso comentar a não ser para dizer que a palavra “refilmagem” apareceram em um artigo. Vamos parar de reverberar notícias imprecisas”, continua. “Que tal relançar ‘Matrix’?Não refilme, não dá para fazer melhor.”

Em entrevista recente, o ator Keanu Reeves mostrou interesse em voltar ao seu papel de Neo, se os produtores originais estivessem envolvidos. “Eles teriam que escrever e dirigir”, disse o ator a um portal. “Aí veríamos como seria a história. Seria estranho, mas por que não?”, completou.

O filme Matrix se tornou um sucesso enorme quando lançado, em 1999, graças às suas técnicas revolucionárias de efeitos especiais. O filme ganhou quatro prêmios Oscar e duas sequências, menos bem recebidas, mas com grande sucesso de bilheteria. Além disso, ganhou também produtos diversos como a série de curtas Animatrix e alguns jogos e colecionáveis.

O Rei Leão: Sucesso da Disney pode ganhar versão live-action após ‘A Bela e a Fera’

O Rei Leão: Sucesso da Disney pode ganhar versão live-action após ‘A Bela e a Fera’

Após lançar ‘A Bela e a Fera’ na última quinta-feira (16), a Disney já pensa em seu próximo live-action inspirado em uma animação de sucesso. De acordo com o site Omega Underground, a próxima produção a ter sua versão com atores será ‘O Rei Leão’, com filmagens previstas para o início de maio, em Los Angeles.

Parte do elenco já está definido. Simba será interpretado por Donald Glover (Atlanta, Han Solo: A Star Wars Story), já James Earl Jones (voz de Darth Vader, da franquia Star Wars) dará vida à Mufasa, mesmo personagem que interpretou na animação de 1994.

Jon Favreau será o diretor da nova versão de ‘O Rei Leão’. O cineasta dirigiu o remake de ‘Mogli: O Menino Lobo’ e será responsável por sua continuação.

A animação ‘The Lion King’, lançada em 1994, foi um dos maiores sucessos da Disney, com arrecadação global de US$ 968 milhões. O filme foi indicado quatro vezes ao Oscar e levou dois prêmios: de Melhor Canção Original (“Can You Feel The Love Tonight”) e Melhor Trilha Sonora.

A estreia do live-action ‘O Rei Leão’ está prevista para 2018.

Por: Cesar Augusto Mota

Top 5 Filmes Baseados em HQs que Você Não Conhece

Top 5 Filmes Baseados em HQs que Você Não Conhece

Salve galera.

Hoje está na moda os filmes baseados em HQs. Vários personagens estão saindo das páginas das revistas e pulando para as telas de cinema: Dr. Estranho, Vingadores, Batman, Homem de Ferro, Superman entre outros.

Mas existem diversos filmes que são baseados em revistas que talvez você não conheça, seja porque os personagens não fazem sucesso nas bancas ou são baseados em uma graphic novel especifica.

Então vamos ao Top 5 filmes baseados em HQs que você não conhece.

 

5 – Do Inferno (From Hell)

Data de publicação da HQ: 1989

Do Inferno HQ.jpg

Data de lançamento do filme: 2001

Do Inferno Filme.jpg

Apesar de ser totalmente contra as adaptações de suas obras, Alan Moore é uma grande fonte inspiradora para o cinema.

A revista Do Inferno é baseada na teoria sobre a possível identidade de Jack, o Estripador, enquanto o filme estrelado por Johnny Depp e Heather Graham é focado em um policial com poderes mediúnicos que investiga uma série de assassinatos em Londres.

Qual é melhor: disparado a HQ.

 

4 – Estrada para a Perdição (Road to Perdition)

Data de publicação da HQ:  1998

Estrada para Perdição HQ.jpg

Data de lançamento do filme: 2002

Estrada para Perdição Filme.jpg

A história de Estrada para Perdição não foi alterada na adaptação para as telas, levando o leitor / espectador para a Grande Depressão que atingiu os EUA no final da década de 20.

Tanto a HQ quanto o filme são focados em um homem que para sobreviver, recorre a única oportunidade que aparece: o crime. Michael Sullivan (Tom Hanks), um assassino da máfia que acaba se desentendo com o chefe do submundo de Chicago e decide enfrentar o crime organizado para proteger seu filho.

O elenco do filme deu um brilho extra para a história: Tom Hanks, Paul Newman, Jude Law, Jennifer Jason Leigh, Stanley Tucci e Daniel Craig. E a direção de Sam Mendes está intocável. Vale destacar que o filme foi indicado para 6 Oscars: melhor ator coadjuvante (Paul Newman), melhor direção de arte (Dennis Gassner e Nancy Haigh), melhor fotografia (Conrad Hall, que acabou ganhando), melhor trilha sonora original (Thomas Newman), melhor som (Scott Millan, Bob Beemer e John Pritchett) e melhor edição de som (Scott Hecker).

Qual é melhor: o páreo é duro, mas o filme é levemente melhor por causa do elenco.

 

3 – Marcas da Violência (A History of Violence)

Data de publicação da HQ: 1997

Marcas da Violencia HQ.jpg

Data de lançamento do filme: 2005

Marcas da Violencia Filme.jpg

Uma história pesada e que brilha tanto nas HQs quanto no cinema.

Tom Stall (Viggo Mortensen) é um pai de família e dono de uma lanchonete, que acaba ganhando as manchetes dos jornais depois que ele mata 2 adolescentes que tentam assaltar seu estabelecimento.

E após este incidente, sua família acaba descobrindo um passado de violência e crimes que Stall tentava esquecer e esconder da sua família.

Novamente o elenco é composto somente de nomes de primeira linha: Viggo Mortensen, Maria Bello, Ed Harris e William Hurt. E a direção ficou por conta de David Cronenberg.

Qual é melhor: o filme, mas novamente o vencedor foi escolhido por pouco.

 

2 – Anti-Herói Americano (American Splendor)

Data de publicação da HQ: 1976

Anti Heroi Americano HQ.jpg

Data de lançamento do filme: 2003

Anti Heroi Americano Filme.jpg

A HQ conta a história de Harvey Pekar (Paul Giamatti), um homem desiludido, que se encontra sem sentido na vida e acaba usando suas frustrações como fonte de inspiração para a revista American Splendor. O foco das histórias é seu dia a dia, em situações corriqueiras para as pessoas, mas sempre com um toque de humor e tragédia.

Vale destacar que ele é amigo de Robert Crumb (James Urbaniak), uma das maiores lendas das HQs do mundo. E o próprio Crumb foi uma das fontes de inspiração de Pekar, chegando inclusive a ajudá-lo a criar a série e desenhando as primeiras edições.

Qual é melhor: excelente filme, mas a HQ com os traços de Crumb ainda é insuperável.

 

1 – Azul é a Cor Mais Quente (Le Bleu est une Couleur Chaude – nome original da HQ / La Vie d’Adèle – Chapitres 1 & 2 – nome original do filme)

Data de publicação da HQ: 2010

Azul é a Cor Mais Quente HQ.jpg

Data de lançamento do filme: 2013

Azul é a Cor Mais Quente Filme.jpg

Um filme que ganhou muito destaque, sendo considerado uma das melhores produções francesas no ano do seu lançamento.

Tanto HQ quanto filme contam a história de Adèle (Adèle Exarchopoulos), uma estudante de segundo grau, que acaba descobrindo sua sexualidade ao se apaixonar pela pintora Emma (Léa Seydoux). E ambos acompanham Adèle e como este romance se estende durante sua vida, desde adolescente até se tornar adulta.

Um filme ousado e forte, como outras produções francesas. Imperdível.

Qual é melhor: empate.

@guimaraesedu