Poltrona Resenha: Contrastes humanos (1941)

Poltrona Resenha: Contrastes humanos (1941)

O diretor John L. Sullivan quer fazer um filme sobre problemas sociais. Quando seus produtores apontam que não entende nada do assunto, ele decide ir para as ruas, ao lado de uma atriz desempregada para enfrentar de cara a pobreza e ver os problemas do povo, o que o levará a outros tipos de problemas.

C0AFE8ED-752F-41A2-B371-5140E22E3261.jpeg

O filme faz uma forte crítica à sociedade e como a mesma fecha dos olhos para a miséria. No elenco, o galã Joel McCrea e a belíssima Veronica Lake como o par aventureiro.

Creio que o mérito do filme está em trazer à tona a importante discussão sobre o engajamento do cinema nas questão sociais, particularmente no que se refere à condição existencial dos pobres e miseráveis, para que não seja visto tão-somente como mero entretenimento.

Contrastes humanos é realmente uma pérola na carreira de todos os envolvidos. Hoje, permanece como um clássico, mas merecia um reconhecimento melhor.

Joel McCrea e Veronica Lake arrasam, mas quem realmente impressiona é Preston Sturges, que além de dirigir, ainda elabora um roteiro fascinante que dispõe-se de ampla metalinguagem e nada mais é do que uma singela homenagem à sétima arte. Uma verdadeira obra-prima.

Por Tom Machado

 

 

 

Anúncios
Poltrona Séries: Suits/ 7ª temporada/ Cesar Augusto Mota

Poltrona Séries: Suits/ 7ª temporada/ Cesar Augusto Mota

A famosa série jurídica, cheia de embates e muitas diferenças, está de volta. ‘Suits’, série da Netflix e ambientada no escritório Pearson Specter Litt, promete ainda mais sarcasmos, dinamismo e o crescimento de alguns personagens, principalmente de Donna (Sarah Rafferty) e Mike Ross (Patrick J. Adams).

Após exercer a advocacia sem possuir licença e trabalhando arduamente ao lado de Harvey Specter (Gabriel Macht), Mike consegue a tão suada licença, mas antes passa por provas de fogo e é confrontado por outro profissional, que faz questão de lembrar seu passado conturbado. E não para por aí, os parceiros Harvey e Mike vão participar de um caso em lados opostos e depois vão se unir novamente em outro, relembrando situações de temporadas anteriores, o que pode ser bom para alguns fãs da série e ruim para outros, que anseiam por novidade.

Na atual temporada, o arco de Louis (Rick Hoffman) dá um grande salto, de antes odiado para um personagem extremamente admirável. Antes centralizador e turrão com seus associados, ele mostra um lado frágil e muita força para superar o fim de seu noivado. Além disso, Louis aos poucos passa não só a ter a confiança de todos, como também consegue se reaproximar de Harvey e administrar melhor a empresa. Uma reviravolta impressionante e que vai fazer você ficar surpreso de forma positiva.

E não se pode deixar de falar do núcleo feminino da série, que conta com personagens que demonstram coragem, empoderamento e muito mais intensidade. Donna mostra que é muito mais que uma eficiente secretária e encara com muita serenidade o desafio de ser sócia da Pearson Specter Litt, mas não conseguirá inicialmente se desvencilhar da inveja e discriminação dos colegas e terá que bater de frente com Harvey e os associados. Com pouco espaço e sem tanto brilho na temporada passada, Rachel Zane (Meghan Markle) ganha mais espaço na trama e mostra que não está para brincadeira.

Mas não é só de intrigas que é feita a série. Há muitos momentos românticos, dores ainda não cicatrizadas, como o fim do noivado de Louis e o desfecho triste do relacionamento de Harvey e Donna, além de belíssimas demonstrações de amor e cenas românticas clássicas da literatura presentes na produção. Você passeia por momentos belos e dramáticos, uma série com ingredientes diversos.

Se você curte produções com romance, drama e é fã do universo jurídico, certamente vai gostar de ‘Suits’, que demonstra ainda ter muita bala na agulha e muito o que mostrar, uma produção dinâmica e aberta a novos conflitos e situações cada vez mais complexas em um mundo cada vez mais globalizado e interativo, vale a pena.

Avaliação: 4/5 poltronas.

 

 

Por: Cesar Augusto Mota

‘Jurassic World: Reino Ameaçado’ ganha seu primeiro trailer oficial

‘Jurassic World: Reino Ameaçado’ ganha seu primeiro trailer oficial

Saiu o tão aguardado primeiro trailer de ‘Jurassic World: Reino Ameaçado’! A exibição se deu em primeira mão durante a Comic Con Experience, em São Paulo, em painel da Universal Pictures, que contou com as presenças de J. A. Bayona, diretor do filme, e Colin Trevorrow, produtor executivo e roteirista.

O novo longa contará com o retorno de Chris Pratt e Bryce Dallas Howard, ambos de volta à ilha do filme anterior, ‘Jurassic World’, para tentar salvar dinossauros ameaçados de nova extinção por um vulcão. Durante a apresentação, foi possível constatar muito frisson e delírio do público, que aplaudiu fervorosamente a peça.

A estreia de ‘Jurassic World: Reino Ameaçado’ será em 21 de junho de 2018.

 

 

Por: Cesar Augusto Mota

Poltrona Desafio: Thor e Liga da Justiça/Amanda Machado

Poltrona Desafio: Thor e Liga da Justiça/Amanda Machado

Hoje estreia a minha coluna, Poltrona Desafio aqui no Poltrona de Cinema. O objetivo é sempre confrontar filmes ou fazer o leitor ou cinéfilo ser desafiado a assistir à um filme que o intrigue.
Aos amantes de histórias em quadrinhos, temos dois grandes clássicos no cinema HQ, com Thor -Ragnarok,  dos Estúdios Marvel,onde nosso famoso herói, tem grandes descobertas; o exílio de seu pai; o domínio das terras pelo seu irmão e a verdade sobre ter uma primogênita. Este filme gera muitos mundos envolvidos e faz uma abordagem sobre uma grande equipe que tem como objetivo proteger seu mundo.
Por falar em formar uma equipe temos do outro lado do ringue dos quadrinhos a DC, com a Liga da Justiça, recém- chegada às telonas. Batman começa a formar uma equipe de peso, para mais uma vez proteger a Terra, com  uma promessa feita ao Superman de que sempre manteria a segurança do planeta, ao perceber, seres invadindo as cidades, à procura do medo das pessoas e que as anotações secretas  do grande inimigo do Superman vão ser divulgadas e esse inimigo se vê amplamente envolvido.. Nosso grande herói de Gotham City busca respostas, com as antigas civilizações. A película se revela uma grande aventura, formando grandes uniões, com o  filme Liga da Justiça prometendo grandes surpresas e diversões.
Poltrona Estreia/ Estreias da Semana/ Parte 2

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana/ Parte 2

2851_capaCorpo Delito: Documentário de Pedro Rocha (II).

Sinopse: O documentário cearense aborda a questão da imagem e o crime, tentando transmitir a experiência de como produzir novas imagens sobre esse tema. Para isso, o filme acompanha a rotina de Ivan, um homem inconformado, pois mesmo depois de ganhar o direito de sair da cadeia, continua preso a uma tornozeleira eletrônica.

 

df2m-0002-cartaz-flores-final-01-jc-0

 

Dona Flor e os seus dois maridos: Comédia de Pedro Vasconcelos.

Sinopse: Nova adaptação do clássico homônimo de autoria de Jorge Amado. Dona Flor é uma professora de culinária de Salvador que se vê dividida entre o amor de dois homens: o malandro Vadinho e o correto farmacêutico Dr. Teodoro.

 

2852_capa.jpg

Verão 1993: Drama de Carla Simón.

Sinopse: A pequena Frida é uma criança em crise. Depois de perder o pai, ela sofre também com a morte da mãe, devido a uma doença que ela ainda não é capaz de compreender. A garota é obrigada a se mudar para a casa dos tios, em outra cidade. Apesar do afeto e compreensão da família, Frida manifesta um comportamento agressivo, especialmente com a prima mais nova.

Por: Vitor Arouca

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana/ Parte 1

Poltrona Estreia/ Estreias da Semana/ Parte 1

4089905.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxxPerfeita é a mãe 2: Comédia de Jon Lucas e Scott Moore.

Sinopse: Amy, Kiki e Carla estão sobrecarregadas e precisam lidar com o stress familiar durante a época de Natal. Tudo piora ainda mais com a visita de suas respectivas mães. Será que elas conseguirão jogar tudo para o alto novamente?

Resenha do filme: https://poltronadecinema.wordpress.com/2017/12/06/poltrona-cabine-perfeita-e-a-mae-2-por-vitor-arouca/

 

Extraordinário: Drama de Stephen Chbosky.

Sinopse: Auggie Pullman é um garoto que nasceu com uma deformação facial. Pela primeira vez, ele irá frequentar uma escola regular, como qualquer outra criança. No quinto ano, ele irá precisar se esforçar para conseguir se encaixar em sua nova realidade.

Resenha do filme: https://poltronadecinema.wordpress.com/2017/11/29/poltrona-cabine-extraordinario-cesar-augusto-mota/

 

5917910

 

Apenas um garoto em Nova York: Drama de Marc Webb.

Sinopse: Um jovem descobre que o pai está tendo um caso. Ele tenta impedir que essa situação continue, mas também acaba se envolvendo com a amante.

Resenha do filme: https://poltronadecinema.wordpress.com/2017/12/04/poltrona-cabine-apenas-um-garoto-em-nova-york-cesar-augusto-mota/ 

 

3cc79770b6cd3ef274ff54855ad1aee3_XLAltas Expectativas: Comédia Romântica de Pedro Antonio e Álvaro Campos.

Sinopse: Treinador que trabalha no Jockey Club Brasileiro, Décio se apaixona à primeira vista por Lena, jovem batalhadora que recebe como herança um empreendimento todo endividado no local. Tímido, ele não tem coragem de se declarar, mas é convencido por amigos a se aproximar pelo humor, fazendo a melancólica moça aprender a sorrir.

Resenha do filme: https://poltronadecinema.wordpress.com/2017/12/02/poltrona-cabine-altas-expectativas-cesar-augusto-mota/

 

em-busca-de-fellini.jpg

 

Em busca de Fellini: Drama de Taron Lexton.

Sinopse: Lucy completa 20 anos como uma jovem extremamente tímida, grudada na mãe, que pouco sai de casa e dedica a maior parte do tempo a rever clássicos do diretor Federico Fellini. A grande oportunidade de sair do mundo da fantasia em que sempre viveu se dá numa viagem de autodescoberta à Itália, onde ela visita cenários de seus filmes favoritos e descobre o amor.

Por: Vitor Arouca

Poltrona Cabine/ Perfeita é a mãe 2/ Por: Vitor Arouca

Poltrona Cabine/ Perfeita é a mãe 2/ Por: Vitor Arouca

4089905.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxxO primeiro filme mostra as três amigas Amy, Kiki e Carla se estressarem demais com a rotina do dia-a-dia e decidem largar tudo para viverem as suas vidas como adolescentes e acabam esquecendo-se de suas famílias.

O Perfeita é a mãe 2 começa com a Amy pensando nas burradas que ela fez na véspera de Natal (Cena passa no final também).

Depois do esquecimento geral familiar, Carla, Kiki e Amy  voltam a ficar sobrecarregadas desta vez pela festa de Natal que elas tem que preparar. Carla trabalha no SPA e não cuida do seu filho direito, Kiki fica louca cuidando dos seus filhos, enquanto o seu marido está no trabalho e Amy trata bem os seus rebentos e tenta fazer um Natal diferente para a sua família, pois será o  primeiro sem o pai, devido à separação.

Faltando seis dias para o Natal, as mães das três amigas chegam de surpresa para passar a festividade com elas. Durante estes dias, cada amiga e sua mãe têm uma briga diferente. Carla e sua mãe são duas largadas e trambiqueiras, a mãe de Kiki acha que a filha é uma criança e tudo que ela faz a mãe quer ficar por perto, já Amy só recebe criticas de sua mamãe.

As amigas vão para um shopping de Chicago e decidem fazer o Natal do jeito delas. Isso aumenta o número de brigas, confusões, mas deixa uma esperança de que o espírito natalino prevaleça dentro dos lares familiares no dia 25 de dezembro.

Um bom filme para se divertir devido às confusões e falas engraçadas dos personagens, mas a história acaba sendo um verdadeiro clichê e não será indicado para nenhuma categoria do Oscar.