Top 5 Filmes sobre o Cinema Adulto

Top 5 Filmes sobre o Cinema Adulto

Salve galera.

 

Hoje o Top 5 é proibido para menores. Vamos falar sobre filmes que desvendam os bastidores da indústria do cinema adulto.

 

img_2003

A maioria dos filmes é baseada em histórias reais e todos valem a pena ver.

 

5 – Crimes em Wonderland (Wonderland / 2003 / dir. James Cox)

wonderland-movie-poster-2003-1020233084

Estrelado Val Kilmer, Kate Bosworth, Lisa Kudrow, Josh Lucas, Eric Bogosian, Janeane Garofalo e Christina Applegate, o filme conta a história real do quádruplo homicídio que aconteceu em 1981 em Los Angeles.

O foco da história é o ator pornô John Holmes (Kilmer), talvez o maior nome do cinema adulto de todos os tempos, que devido a seu vício em drogas e dividida com traficantes, acaba sendo convencido pelo traficante Ron Kaunius (Lucas) a assaltar a casa de Eddie Nash (Bogosian), um rico magnata da noite de Los Angeles.

Após o assalto, Nash descobre quem são os envolvidos e obriga a Holmes a ajuda-lo a matar os traficantes.

O crime ficou sem solução até 1990, quando Sharon Holmes (Kudrow) ex-esposa de Holmes, conta para policia que ele foi até sua casa após o crime e confessou tudo.

John Holmes é uma lenda do cinema adulto, tendo atuado em mais de 3000 filmes durante sua carreira. No inicio da década de 80 quase perdeu tudo, devido a seu vicio com drogas. Ele morreu em 1988 devido a complicações relacionadas à AIDS.

 

4 – King Cobra (2016 / dir. Justin Kelly)

KINGCOBRA_1SHEET_websmall

O filme foca a briga entre duas produtoras online de filmes gays, que acaba levando a morte do dono de uma delas. O elenco conta James Franco, Christian Slater, Molly Ringwald, Garrett Clayton, Keegan Allen e Alicia Silverstone.

A história é real: Stephen (Slater) descobre o jovem e promissor ator Brent Corrigan (Clayton) e o torna a estrela de sua produtora, a Cobra Videos. Mas Joe Kerekes (Franco) e seu namorado Harlon Cuadra (Allen) tentam roubar Corrigan para sua produtora, a Viper Boys. E com as negativas de Stephen em liberar o ator, eles decidem que a única maneira de conseguir o contrato da jovem estrela é assassinando o dono da concorrência.

 

3 – Lovelace (2013 / dir. Rob Spstein)

lovelace-5303464b060b4

Cinebiografia da mais famosa estrela do cinema pornô americano, Linda Lovelace, que estrelou na década de 70 o mundialmente famoso Garganta Profunda.

Estrelado por Amanda Seyfried, Peter Sarsgaard, Sharon Stone, Robert Patrick, Juno Temple, Adam Brody, Eric Roberts, James Franco e Hank Azaria, o filme é dividido em duas partes: a primeira contando a adolescência de Linda (Seyfried) e sua relação com os pais (Stone e Patrick) até o sucesso mundial com o filme Garganta Profunda.

E a segunda mostra como sua vida com o marido Chuck Traynor (Sarsgaard), mostrando Linda como uma mulher sexualmente liberada e feliz, mas escondendo uma vida de abusos e violência por parte do marido.

 

2 – O Povo contra Larry Flint (The People vs. Larry Flint / 1996 / dir. Milos Forman)

the-people-vs-larry-flynt

Com um elenco de peso, liderados por Woody Harrelson, Edward Norton e Courtney Love, este filme conta a história de Larry Flint, criador da revista Hustler, considerada uma versão mais popular da Playboy, na década de 70 no EUA.

Flint enfrenta diversos processos de ativistas anti-pornografia e um atentado contra a sua vida, o que o deixa paraplégico.

 

1 – Boogie Nights – Prazer Sem Limites (Boogie Nights / 1997 / dir. Paul Thomas Anderson)

boogie-nights-1997-movie-poster

Focado na explosão e na queda do cinema pornô na década de 70, Boogie Nights mostra os bastidores de uma época que respirava o amor livre, regado a muitas drogas e sexo.

Com Mark Wahlberg, Burt Reynolds, Julianne Moore, Don Cheadle, John C. Reilly, William H. Macy, Heather Graham, Luis Guzmán, Philip Seymour Hoffman, Thomas Jane e Alfred Molina, o filme conta a história de Eddie Adams (Wahlberg), um jovem lavador de pratos que acaba sendo descoberto pelo diretor de filmes pornôs Jack Horner (Reynolds).

E com o nome de Dirk Diggler, ele faz sucesso no mundo pornô, ao lado da atriz veterana Amber Waver (Moore) e do ator Little Bill (Macy).

 

@guimaraesedu

Anúncios
TOP 5 PLOT TWIST

TOP 5 PLOT TWIST

Salve galera.

Alguns filmes apresentam uma mudança drástica em seus enredos, principalmente no final, para prender e surpreender a audiência.

Este tipo de mudança é chamada de PLOT TWIST. É quando descobrimos na última cena que a mocinha é na verdade a assassina, por exemplo.

E alguns filmes sabem trabalhar isso muito bem. E por isso, vamos ao nosso TOP 5 PLOT TWIST.

spoiler_alert

Vale destacar que irei liberar alguns spoilers aqui, então se você não viu algum dos filmes, sugiro pular para o seguinte.

 

5 – O Amigo Oculto (Hide and Seek, 2005 / dir. John Polson)

Amigo Oculto

Estrelado por Robert De Niro, Dakota Fanning, Famke Janssen e Elisabeth Shue, este filme conta a história do psicólogo David Callaway (De Niro) que tenta ajudar sua filha Emily Callaway (Fanning) a lidar com o trauma da morte da mãe. Com o tempo, Emily começa a desenvolver um amigo imaginário chamado Charlie, que começa a aterrorizar a família.

No final, descobrimos que não só Emily foi traumatizada, mas também David, que cria a personalidade de Charlie, que é violento e psicopático.

Não é um dos melhores filmes de De Niro, mas durante todo o filme o espectador acredita que Charlie é uma força sobrenatural. E na última cena, quando descobrimos que ele na verdade é David, muitas peças da história começam a se encaixar.

Vale a pena assistir se não estiver passando nada melhor na TV.

 

4 – As Duas Faces de um Crime (Primal Fear, 1996 / dir. Gregory Hoblit)

duas faces

Ao proteger Aaron Stampler (Edward Norton), um rapaz com problemas mentais acusado de mata um arcebispo de Chicago, o advogado Martin Vail (Richard Gere) descobre que ele sofre de múltiplas personalidades: desde um rapaz tímido, a uma mulher educada e até um homem frio e violento.

E no final, Vail descobre que Aaron não sofre de nenhum tipo de doença e ele fez tudo aquilo somente para se livrar da condenação e possível pena de morte.

Sem sombra de dúvidas é um dos melhores trabalhos de Norton, que mostra toda a sua qualidade como ator, saindo de um personagem para outro em minutos na mesma cena.

 

3 – Clube da Luta (Fight Club, 1999 / dir. David Fincher)

clube da luta

Um dos melhores trabalhos de David Fincher, o filme conta como um homem sem expectativas de vida (Edward Norton) se une a um anarquista violento chamado Tyler Durden (Brad Pitt). E juntos, eles criam o Clube da Luta, um lugar onde os homens podem explorar seu lado mais primitivo, simplesmente brigando uns contra os outros. E com o passar do tempo, eles decidem atacar a sociedade, explodindo prédios e obras de arte.

Quando Tyler decide atacar a sede de uma empresa de cartão de crédito, o narrador do filme descobre que ele é Tyler Durden. E para acabar com essa ambiguidade em sua vida, ele decide dar um tiro na cabeça, destruindo uma parte de seu cérebro, mas sem morrer.

Novamente Edward Norton dá show em sua interpretação. E Brad Pitt não fica atrás. Obrigatório assistir.

 

2 – Ilha do Medo (Shutter Island, 2010 / dir. Martin Scorsese)

ilha do medo

Os agentes do FBI Edward Daniels (Leonardo DiCaprio) e Chuck Aule (Mark Ruffalo) são enviados para investigar o desaparecimento de um paciente no Shutter Island Ashecliffe Hospital, um manicômio instalado em uma ilha isolada em Boston.

Lá, Daniels descobre que os pacientes são submetidos a tratamentos ilegais e antiéticos desenvolvidos pelos médicos John Crawley (Ben Kingsley) e Jeremiah Naehring (Max Von Sydow).

E com o passar das investigações, Daniels descobre que ele é o paciente fugitivo e que na verdade tudo não passava de um tratamento do Dr. Chuck Aule, que tentava traze-lo para a realidade após ele ter queimado a esposa.

Mais um trabalho fantástico da dupla Scorsese / DiCaprio, que rendeu excelentes filmes.

 

1 – O Sexto Sentido (The Sixth Sense, 1999 / dir. M. Night Shyamalan)

sexto sentido

O psiquiatra infantil Malcolm Crowe (Bruce Willis) tenta ajudar Cole Sear (Haley Joel Osment), uma criança que afirma poder conversar com pessoas mortas. Lentamente, Malcolm começa a acreditar em Cole. E o garoto descobre que sua “missão” é ajudar as pessoas que morreram a resolver alguns assuntos deixados para trás, uma vez que alguns dos mortos não sabem que eles já morreram.

Até que Malcolm descobre que ele está morto e Cole o ajuda a se despedir de sua esposa.

M. Night Shyamalan tem em seu currículo diversos filmes que trabalham de forma memorável o plot twist. Mas O Sexto Sentido é disparado o melhor de todos.

@guimaraesedu

Top 5 Filmes de Médicos

Top 5 Filmes de Médicos

Salve galera.

Algumas profissões sempre geram bons filmes. Já falei aqui de filmes sobre advogados e hoje vamos falar de médicos.

Vamos então ao Top 5 Filmes de Médicos.

 

5 – Linha Mortal (Flatliners / 1990 – direção Joel Schumacher)

Flatliners-Poster

Estrelado por Kiefer Sutherland, Julia Roberts, William Baldwin, Oliver Platt e Kevin Bacon, este filme conta a história de um grupo de estudantes de medica que realizam um experimento para descobrir se existe algo além da morte.

Com um elenco estrelado e direção de Joel Schumacher, este thriller de suspense é um excelente filme. Com um roteiro simples e ótimas atuações, principalmente de Julia Roberts e Kiefer Sutherland, vale a pena assistir.

 

4 – Medidas Extremas (Extreme Measures /1996 – direção de Michael Apted)

extreme-measures-movie-poster-1996-1020203771

O médico Guy Luthan (Hugh Grant) trabalha em um hospital em Nova York começa a investigar o desaparecimento do corpo de um morador de rua que morreu na emergência.

Ele descobre que mendigos e moradores de rua estão sendo utilizados como cobaias pelo neurocirurgião Lawrence Myrick (Gene Hackman).

O filme vale pela excelente atuação de Hackman.

 

3 – Tempo de Despertar (Awakening / 1990 – direção Penny Marshall)

99064ba6631e279d4a74622df99657d6_500x735

Baseado na história do neurologista Malcolm Sayer, este filme conta a luta do médico para tratar pacientes com encefalite letárgica, que os deixam em estado quase catatônico. E após alguns estudos, ele consegue administrar uma droga feita para pacientes com mal de Parkinson, que lentamente começa a tirar seus pacientes do estado catatônico. Porém, com o passar do tempo, a droga causa diversos efeitos colaterais.

O filme tem no elenco Robert De Niro, Robin Williams e Penelope Ann Miller.

 

2 – Patch Adams – O Amor é Contagioso (Patch Adams / 1998 – direção Tom Shadyac)

5a73aa00dfeed5cdf615d1832c7ef3cf--patch-adams-robin-williams

Também baseado em uma história real, o filme conta a trajetória de Hunter “Patch” Adams (Robin Williams), que após uma tentativa de suicídio, resolve se internar em uma instituição psiquiátrica.

Uma vez lá, ele descobre que a melhor maneira de ajudar as pessoas é com humor e amor. E por isso, ele resolve ingressar na faculdade de medicina. E com o passar do tempo, ele mostra que um dos melhores remédios para as pessoas é o amor.

Além de tocante, o filme traz uma mensagem linda: de que o amor é contagiante.

 

1 – MASH (1970 / direção Robert Altman)

f8ea1642f42e4631f0f77c0dd3b68970--vintage-movie-posters-vintage-movies

Com fortes críticas a entrada do EUA na Guerra da Coreia, o filme conta a história de um grupo de médicos que trabalham nas trincheiras.

Estrelado por Donald Sutherland, Sally Kellerman, Elliott Gould, Tom Skerritt e Robert Duvall, MASH é o tipo de filme que nunca envelhece.

Comédia obrigatório para que gosta de cinema.

 

@guimaraesedu

Top 5 Cenas de Musicas

Top 5 Cenas de Musicas

Salve galera.

Um dos meus últimos posts, falei sobre cenas de dança marcantes no cinema.

Então resolvi aproveitar o embalo e fazer esta semana um Top 5 Cenas Musicais.

ferris-1.jpg

Vale a mesma regra do post anterior: o filme não pode ser um musical, mas tem que ter uma cena marcante com os personagens cantando ou dublando.

 

5 As Branquelas (White Chicks, 2004)

Particularmente acho esta comédia bem fraca. Mas a participação de Terry Crews salva um pouco o filme.

Inclusive a cena dele dublando Vanessa Carlton cantando A Thousand Miles é fantástica.

 

4 Quanto Mais Idiota Melhor (Wayne’s World, 1992)

A comédia estrelada por Mike Myers e Dana Carvey nos papéis de Wayne Campbell e Garth Algar, é baseada nos personagens que os comediantes interpretavam no Saturday Night Live.

E logo no começo do filme, temos eles cantando Bohemian Rhapsody do Queen. Não poderia existir maneira melhor de ser começar um filme.

 

3 10 Coisas que Odeio em Você (10 Thing I Hate About You, 1999)

Estrelada por Julia Stiles, Heath Ledger e Joseph Gordon- Levitt, esta comédia adolescente americana é cheia de estereótipos e final previsível.

Mas Heart Ledge cantando Can’t Take My Eyes off of You é inesquecível.

 

2 O Casamento do meu Melhor Amigo (My Best Friend’s Wedding, 1997)

Estrelado por Julia Roberts e Cameron Diaz, é uma das poucas comédias românticas em que o final não é previsível.

Com uma história simples e divertida, acompanhada por uma excelente trilha sonora, vale destaque para a cena onde todo o elenco canta I Say a Little Prayer.

 

1 Curtindo a Vida Adoidado (Ferris Bueller’s Day Off, 1986)

Uma das maiores comédias da década de 80, conta com uma das melhores cenas de música do cinema.

Ferris Bueller (Matthew Broderick) sobe em um carro de uma parada para cantar Twist & Shout, um clássico dos The Beatles.

@guimaraesedu

Top 5 Filmes que Parecem Baseados em HQs mas não são

Top 5 Filmes que Parecem Baseados em HQs mas não são

Salve galera.

Hoje em dia é fácil encontrar nos cinemas filmes baseados em personagens de HQs. Podem ser famosos, como Homem de Ferro ou Batman, ou mais obscuros, como Dredd, ou alternativos como Azul é a Cor Mais Quente.

filmes-de-hq.jpg

Mas existem vários filmes que tem todo o enredo de uma história em quadrinhos, mas não tem relação nenhuma.

Por isso vamos ao nosso Top 5 Filmes Não Baseados em HQs, mas Parecem.

 

5 Hancock (2008)

MPW-33159.jpg

Estrelado por Will Smith, o filme conta a história de Hancock, um super-herói com vários poderes, mas sem responsabilidade nenhuma, que causa mais estragos do que os criminosos que ele prende. E somado a tudo isso, ele está sempre bêbado, o que aumenta ainda mais seus estragos.

O filme começa com uma pegada mais cômica e no meio para o fim, muda seu tom para mais dramático.

O elenco ainda conta com Charlize Theron e Jason Bateman. Vale a pena assistir.

 

4 Darkman – Vingança sem Rosto (Darkman 1990)

darkman_ver4.jpg

Dirigido por Sam Raimi e estrelado por Liam Neeson e Frances McDormand, Darkman conta a história de um cientista que sobrevive a uma tentativa de assassinato em seu laboratório. Mas ele acaba ficando totalmente desfigurado. Para sobreviver, ele passa por uma cirurgia que secciona seus nervos, bloqueando qualquer sensação de dor ou tato que ele possa ter. Como efeito colateral, seu corpo acaba liberando enormes quantidades de adrenalina, o que o deixa com uma resistência sobre-humana e a força de 10 homens. Com estes poderes, ele resolve ir atrás dos homens que destruíram sua vida.

Vale uma curiosidade sobre Darkman: o roteiro foi escrito por Sam Raimi, que originalmente queria comprar os direitos do personagem O Sombra.  A negociação não foi para frente e ele resolveu criar seu próprio personagem.

Anos depois, O Sombra acabaria indo para os cinemas na produção de 1994 estrelada por Alec Baldwin, Penelope Ann Miller, Peter Boyle e Ian McKellen. E Sam Raimi voltaria a dirigir um filme de super-heróis com a trilogia do Homem-Aranha estrelada por Tobey Maguire.

 

3 Robocop (1987)

RoboCop-1987-Poster.jpg

Um dos maiores clássicos da ficção cientifica do cinema, o filme estrelado por Peter Weller, Nancy Allen e Kurtwood Smith ganhou um remake em 2014 dirigido por José Padilha que acabou não agradando os fãs do original.

O filme original conta a história do policial Alex Murphy (Weller) que é brutalmente assassinado. Mas a OCP, empresa que controla a policia de Detroit, utiliza seu corpo para criar um ciborgue capaz de enfrentar o crime, surgindo assim o Robocop.

Magistralmente dirigido por Paul Verhoeven, é obrigatório para os fãs de ficção cientifica. Mas vale destacar: como qualquer filme da década de 80, é extremamente violento. E se você procurar as cenas deletadas, verá que era para ser mais ainda.

 

2 Matrix (1999)

matrix_ver1_xlg.jpg

A obra prima das irmãs Wachowski, é uma mistura perfeita de estilos: personagens de HQs, mangás, filmes de king-fu, filosofia, tecnologia e ação.

Focado em Neo (Keanu Reeves), um hacker que com a ajuda de Trinity (Carrie-Anne Moss) e Morpheus (Laurence Fishburne) descobre que vive dentro de uma simulação de computador criado pelas máquinas após a humanidade ter perdido uma guerra contra os computadores.

Seu maior inimigo é o Agente Smith (Hugo Weaving), que tenta de toda maneira acabar com a resistência humana.

O filme é perfeito e leva a diversas reflexões. Pena que as sequencias não conseguiram ser tão boas quanto o original.

 

1 Corpo Fechado (Unbreakable 2000)

unbreakable-poster1.jpg

Na virada do século XX, M. Night Shyamalan surgiu como um dos melhores diretores de cinema, devido principalmente pela sua capacidade de criar histórias perfeitas, personagens cativantes e excelentes plot-twists em seus filmes.

E Corpo Fechado não foge a esta regra. O filme conta a história de David Dunn (Bruce Willis), um guarda de segurança que procura sentido em sua vida. E com a ajuda de Elijah Price (Samuel L. Jackson), acaba descobrindo que é quase indestrutível, ao contrário de Price, que tem osteogênese, uma doença rara na qual os ossos se quebram facilmente.

Com certeza é um dos melhores filmes de super-herói não baseado em uma HQ.

 

@guimaraesedu

Top 5 Cenas de Dança

Top 5 Cenas de Dança

Salve galera.

Desde que o som surgiu no cinema, à música e dança se tornaram parte da 7ª arte. Tanto que recentemente, tivemos diversos musicais que voltaram a concorrer ao Oscar, como La La Land, Chicago e DreamGirls.

Por isso hoje, nosso Top 5 vai ser de cenas inesquecíveis de dança no cinema.

Já aviso: certas cenas clássicas, como Gene Kelly em Cantando na Chuva, estarão fora da lista porque resolvi focar em cenas de filmes que não fossem musicais, mas que a dança fosse algo importante na história.

5- Perfume de Mulher (Scent of a Woman, 1992)

Além de contar uma história maravilhosa, que inclusive rendeu um Oscar para Al Pacino, a cena onde ele dança tango com Gabrielle Anwar é maravilhosa.

E, como diz Pacino no filme: “não há erros no tango Donna. Não como na vida. É simples. É por isso que o tango é tão especial. Se você cometer um erro, basta continuar dançando”.

4- Ou Tudo Ou Nada (The Full Monty, 1997)

Uma das melhores comédias britânicas em muito tempo, o filme conta a história de um grupo de desempregados que resolvem fazer um show de strip-tease para arrumar dinheiro.

Apesar da ultima cena ser muito boa, onde eles dançam ao som de You Could Leave Your Hat On, a melhor cena de dança do filme é a da fila de atendimento aos desempregados. Ao som de Looking For a Some Hot Stuff, que começa a tocar no som ambiente da sala, o grupo de amigos começa a dançar discretamente. É fantástica.

3- Pulp Fiction (1994)

Não dá pra fazer uma lista de cenas recentes e não incluir John Travolta e Uma Thurman dançando Twist ao som de You Can Never Tell de Chuck Berry.

2- O Lado Bom da Vida (Silver Linings Playbook, 2013)

Com uma total falta de coordenação e um mix de músicas que parece não combinar, a cena tem um significado especial para o filme.

Ela mostra que nem tudo tem que ser perfeito para ser maravilhoso e inesquecível.

1- Footloose (1984)

Como qualquer comédia adolescente da década de 80, este filme peca pela falta de roteiro, personagens cativantes ou direção. Mas a última cena de dança do filme se tornou um marco do cinema.

@guimaraesedu

Top 5 Filmes Baseados em HQs que Você Não Conhece

Top 5 Filmes Baseados em HQs que Você Não Conhece

Salve galera.

Hoje está na moda os filmes baseados em HQs. Vários personagens estão saindo das páginas das revistas e pulando para as telas de cinema: Dr. Estranho, Vingadores, Batman, Homem de Ferro, Superman entre outros.

Mas existem diversos filmes que são baseados em revistas que talvez você não conheça, seja porque os personagens não fazem sucesso nas bancas ou são baseados em uma graphic novel especifica.

Então vamos ao Top 5 filmes baseados em HQs que você não conhece.

 

5 – Do Inferno (From Hell)

Data de publicação da HQ: 1989

Do Inferno HQ.jpg

Data de lançamento do filme: 2001

Do Inferno Filme.jpg

Apesar de ser totalmente contra as adaptações de suas obras, Alan Moore é uma grande fonte inspiradora para o cinema.

A revista Do Inferno é baseada na teoria sobre a possível identidade de Jack, o Estripador, enquanto o filme estrelado por Johnny Depp e Heather Graham é focado em um policial com poderes mediúnicos que investiga uma série de assassinatos em Londres.

Qual é melhor: disparado a HQ.

 

4 – Estrada para a Perdição (Road to Perdition)

Data de publicação da HQ:  1998

Estrada para Perdição HQ.jpg

Data de lançamento do filme: 2002

Estrada para Perdição Filme.jpg

A história de Estrada para Perdição não foi alterada na adaptação para as telas, levando o leitor / espectador para a Grande Depressão que atingiu os EUA no final da década de 20.

Tanto a HQ quanto o filme são focados em um homem que para sobreviver, recorre a única oportunidade que aparece: o crime. Michael Sullivan (Tom Hanks), um assassino da máfia que acaba se desentendo com o chefe do submundo de Chicago e decide enfrentar o crime organizado para proteger seu filho.

O elenco do filme deu um brilho extra para a história: Tom Hanks, Paul Newman, Jude Law, Jennifer Jason Leigh, Stanley Tucci e Daniel Craig. E a direção de Sam Mendes está intocável. Vale destacar que o filme foi indicado para 6 Oscars: melhor ator coadjuvante (Paul Newman), melhor direção de arte (Dennis Gassner e Nancy Haigh), melhor fotografia (Conrad Hall, que acabou ganhando), melhor trilha sonora original (Thomas Newman), melhor som (Scott Millan, Bob Beemer e John Pritchett) e melhor edição de som (Scott Hecker).

Qual é melhor: o páreo é duro, mas o filme é levemente melhor por causa do elenco.

 

3 – Marcas da Violência (A History of Violence)

Data de publicação da HQ: 1997

Marcas da Violencia HQ.jpg

Data de lançamento do filme: 2005

Marcas da Violencia Filme.jpg

Uma história pesada e que brilha tanto nas HQs quanto no cinema.

Tom Stall (Viggo Mortensen) é um pai de família e dono de uma lanchonete, que acaba ganhando as manchetes dos jornais depois que ele mata 2 adolescentes que tentam assaltar seu estabelecimento.

E após este incidente, sua família acaba descobrindo um passado de violência e crimes que Stall tentava esquecer e esconder da sua família.

Novamente o elenco é composto somente de nomes de primeira linha: Viggo Mortensen, Maria Bello, Ed Harris e William Hurt. E a direção ficou por conta de David Cronenberg.

Qual é melhor: o filme, mas novamente o vencedor foi escolhido por pouco.

 

2 – Anti-Herói Americano (American Splendor)

Data de publicação da HQ: 1976

Anti Heroi Americano HQ.jpg

Data de lançamento do filme: 2003

Anti Heroi Americano Filme.jpg

A HQ conta a história de Harvey Pekar (Paul Giamatti), um homem desiludido, que se encontra sem sentido na vida e acaba usando suas frustrações como fonte de inspiração para a revista American Splendor. O foco das histórias é seu dia a dia, em situações corriqueiras para as pessoas, mas sempre com um toque de humor e tragédia.

Vale destacar que ele é amigo de Robert Crumb (James Urbaniak), uma das maiores lendas das HQs do mundo. E o próprio Crumb foi uma das fontes de inspiração de Pekar, chegando inclusive a ajudá-lo a criar a série e desenhando as primeiras edições.

Qual é melhor: excelente filme, mas a HQ com os traços de Crumb ainda é insuperável.

 

1 – Azul é a Cor Mais Quente (Le Bleu est une Couleur Chaude – nome original da HQ / La Vie d’Adèle – Chapitres 1 & 2 – nome original do filme)

Data de publicação da HQ: 2010

Azul é a Cor Mais Quente HQ.jpg

Data de lançamento do filme: 2013

Azul é a Cor Mais Quente Filme.jpg

Um filme que ganhou muito destaque, sendo considerado uma das melhores produções francesas no ano do seu lançamento.

Tanto HQ quanto filme contam a história de Adèle (Adèle Exarchopoulos), uma estudante de segundo grau, que acaba descobrindo sua sexualidade ao se apaixonar pela pintora Emma (Léa Seydoux). E ambos acompanham Adèle e como este romance se estende durante sua vida, desde adolescente até se tornar adulta.

Um filme ousado e forte, como outras produções francesas. Imperdível.

Qual é melhor: empate.

@guimaraesedu